1ª Igreja Batista de Conquista comemora 117 anos de existência

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 25 fev 2017

Tags:, ,

da Redação

Com informações da Ascom (Conteúdo)

Igreja foi fundada no dia 04 de fevereiro de 1900. Programação especial agradecendo a Deus por mais um ano de existência, acontece nos dias 03, 04 e 05 de março. A entrada é franca

A Primeira Igreja Batista Bíblica de Vitória da Conquista (PIBBVC) foi organizada no dia 04 de fevereiro de 1900. Em gratidão a Deus, para comemorar os 117 anos de existência, a PIBBVC realiza série de conferências nos dias 03, 04 e 05 de março. O preletor será o Pastor Róbson Marcelo, ligado ao ministério do Templo Batista Maranata em Goiânia (GO). Em todas as programações, haverá a participação do Departamento de Música da PIBBVC, através dos conjuntos, Corais e dos alunos da Escola de Música.

Nos dias 03, sexta-feira, e 04, sábado, o culto começa às 19h30. No dia 05, domingo, às 10h15 e às 19h. A PIBBVC está localizada na Praça Caixeiros Viajantes, no centro de Vitória da Conquista. A entrada é franca.
Para quem não pode se deslocar até o Templo, os cultos são transmitidos ao vivo pela internet, através do site www.pibbvc.com.br. Outra opção é a transmissão pela Rádio Melodia FM 87,9, aos domingos pela manhã.

Tudo começou com uma Bíblia

A Igreja foi fundada no dia 04 de fevereiro de 1900 por Tertuliano da Silva Gusmão. Ele construiu uma casa de adobe na Fazenda Felícia, de sua propriedade. Tertuliano era fazendeiro e também comerciante de gado. Ao viajar para comercializar o rebanho, protegeu um jovem que estava sendo perseguido por causa do evangelho. Agradecido, na hora de ir embora o jovem presenteou Tertuliano com uma Bíblia. Ao retornar à Conquista, leu o livro com sua família atraindo parentes e amigos. Esse grupo de pessoas reconheceu que a Bíblia é a Palavra de Deus e entregou a vida a Jesus. “Buscaram a Deus em Sua Palavra e O acharam”.

O primeiro pastor foi Antônio Theóphilo de Queiroz, genro de Tertuliano, e que foi preparado para o ministério pelo missionário americano Zacarias Taylor. Há descendentes do fundador que defendem a ideia de que esse pastor teria sido o jovem que presenteou Tertuliano com a Bíblia.

Os crentes eram assíduos aos cultos. Aqueles que moravam em lugares distantes, saíam de casa ao romper da aurora a fim de participarem de todos os trabalhos. A igreja cresceu em número, e, por isto, mais tarde, alugaram uma casa na Rua da Várzea (hoje, 2 de Julho), e organizaram ali uma congregação. Pouco tempo depois, compraram aquela casa, fizeram uma reforma e transferiram a igreja para o citado local. Aquela casa reformada foi o seu segundo templo.

Neste tempo, violentas perseguições se abateram sobre a igreja, e os crentes as enfrentaram com firmeza. Dentro da igreja os crentes eram apedrejados. Os inimigos formavam grupos que saíam à meia-noite com latas de piche e pincel, fazendo cruzes nas portas das casas dos crentes. Pinchavam a cruz maior na porta da casa do pastor.

O Pastor Theóphilo foi sucedido pelos pastores Antônio Marques da Silva, José Félix, Casemiro Gomes de Oliveira (durante seu ministério foram organizados o coral da igreja e a sociedade de senhoras) e Abílio Pereira Gomes, fundador e primeiro diretor do Colégio Marcelino Mendes.
No ano de 1928, durante o pastorado de Firmino Silva, foi inaugurado o terceiro templo, na praça dois de julho, atual Praça Caixeiros Viajantes. Ele foi sucedido pelos pastores Luiz Régis, M.G. White e Eduardo Gobira, João Norberto da Silva (nesse período a igreja adquiriu a área atual do templo atual), Saturnino Pereira e José Rego do Nascimento.

No dia 11/05/1958, assumiu o pastorado desta igreja, o Pr. Gérson Correia da Rocha. O templo foi demolido para a construção do atual, inaugurado na primeira semana de fevereiro de 1966. Seu ministério foi o mais longo na igreja, 43 anos. Durante seu ministério a igreja desenvolveu ainda mais a visão missionária e muitas almas foram ganhas para Cristo.

Hoje a igreja tem 930 membros. Está no sustento de 35 trabalhos missionários espalhados pelo Brasil e mundo afora, atingindo os continentes da África, Ásia e Europa. São cinco congregações, vários pontos de pregação na zona rural, evangelização nas escolas, ruas e hospitais. No ministério de música há os Conjuntos Agnus Dei, Herdeiros da Graça, Homens do Rei e Melodia, os Grupos Alêtheia e Novo Canto, os Quartetos Filhos de Sião e Luzes, e os Corais Filhos de Sião, Cordeirinhos e Filhos do Rei. Conforme citado no terceiro parágrafo da matéria, os cultos são transmitidos ao vivo pela internet e por uma emissora de rádio na cidade. O Pastor José Infante Júnior é o atual presidente, tendo como auxiliares o Pastor Vitor Ferreira e Silva e o Pastor Sidney Siqueira.

Os comentários estão encerrados.