Caixa Econômica Federal deveria evitar desvios de recursos do programa Minha Casa Minha Vida

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 23 set 2014

Tags:, ,

da Redação

Minha Casa BO Governo Federal poderia evitar o envolvimento de prefeituras e políticos na aplicação dos recursos do programa Minha Casa Minha Vida. A Caixa Econômica Federal possui estrutura capaz de desenvolver o projeto, até a distribuição das unidades – sem o envolvimentos de inescrupulosos políticos.

Em Vitória da Conquista, vereadores aliados ao prefeito Guilherme Menezes são beneficiados com tratamento especial do órgão que permite até discurso de vereador (Florisvaldo Bitencourt na foto) aliado nos dias de sorteio das unidades. As reclamação existem e são constantes. As casas estão sendo alugadas e outras vendidas. As famílias mais necessitadas de moradia são alijadas do processo. Sem dúvida esta prática também atesta o desvio da finalidade que visa contemplar famílias sem teto.

A denúncia da Revista Veja mostra a necessidade da CEF fiscalizar para evitar corrupção no programa. O esquema montado pelo PT para desviar recursos de programas sociais para campanhas eleitorais na Bahia, dos seus aliados, evidencia a necessidade de profundas mudanças no programa. O instituto denunciado na reportagem de Veja chegou a movimentar, segundo Dalva Sele, 50 milhões de reais desde 2004. A CEF bem que deveria intensificar auditorias para evitar desvios de finalidade do programa.

Uma força tarefa do Ministério Público, vai reabrir o caso que tem como alvo o Instituto Brasil, uma ONG criada por petistas para camuflar a atuação do grupo criminoso. Na edição de VEJA desta semana, a presidente do instituto, Dalva Sele Paiva, faz revelações graves contra integrantes do PT da Bahia.

Os comentários estão encerrados.