Acusação de uso político na Policlínica de Jequié gera protesto

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 17 dez 2018

Tags:



O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif



da Redação
Com informações da Folha e Jequié FM.

 (Foto Agência AM).

R

A Policlínica da vizinha cidade de Jequié, que é mantida com 40% dos recursos do Governo do Estado da Bahia,  e mais 60% de recursos destinados pelas Prefeituras que integram o Consórcio Intermunicipal, tem gerado insatisfação com acusação de uso político.

A acusação com duras críticas foi feita  pelo prefeito de Itagibá, Gilson Fonseca, durante assembleia do Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas, realizada em Jequié, no dia 14 de dezembro.

“Quem paga são as prefeituras”, disse o prefeito Gilson que atestou que durante a eleição, cabos eleitorais tinham mais prestigio que os prefeitos. Alega que a prefeitura de Itagibá tinha dificuldade de marcar exames, enquanto pessoas, para beneficiar deputados tinham acesso fácil aos procedimentos.

O prefeito autor da denúncia foi rebatido pelo prefeito de Jitauna Patrick Lopes, que preside o Consorcio de Saúde. O clima esquentou e foi necessária a interferência de outros prefeitos para acabar com a discussão.

Os comentários estão encerrados.