Aécio diz que Nordeste será “prioridade” caso seja eleito

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 18 out 2014

Tags:, , , ,

A Tarde

g_caminhada-aecio-neves-centro-historico_1456896

O candidato do PSDB à presidência da república, Aécio Neves, desembarcou na capital baiana, na tarde desta quinta-feira, 17, com o discurso pronto para rebater a imagem criada pelo PT da Bahia segundo a qual caso o tucano seja eleito vai discriminar a Bahia e o Nordeste.

“Escolhi hoje Salvador para reiterar meu compromisso com o (projeto) Nordeste Forte, um conjunto de medidas que começa com a manutenção dos programas sociais e de transferência de renda e sua ampliação, com foco urgente na infraestrutura”, disse, prometendo “concluir as obras em andamento” e dar “absoluta prioridade ao Nordeste”.

O governador eleito da Bahia Rui Costa (PT) havia declarado essa semana que a eleição de Aécio seria ruim para o estado, pelo fato de ser de partido diferente ao seu.

Especulou que o tucano poderia cortar as verbas de importantes projetos em andamento como a Ferrovia Integração Oeste-Leste e a linha 2 do metrô de Salvador.

Aécio se esforçou para rebater isso. “Quero reiterar o compromisso que consta no nosso programa Nordeste Forte, lançado aqui em Salvador. Em oito anos, temos que elevar o Ideb (Índice de Desenvolvimento de Educação Básica) do Nordeste à média do Ideb nacional. Em oito anos nós vamos reduzir em pelo menos 30% os crimes violentos, em especial os homicídios em todo o Nordeste brasileiro. Nossa proposta tem muitas prioridades, mas a principal delas é a diminuição das diferenças regionais. Só vamos diminuir as desigualdades do Brasil, tratando as regiões desiguais de forma desigual”, declarou, ao lado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), seu principal cabo eleitoral no estado.

Apoios

Vários parlamentares foram recepcionar Aécio no aeroporto de Salvador, entre os quais o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) o mais votado do Estado com 222.164 votos. Ele  confirmou que, na Bahia, o PMDB continua apoiando o tucano, apesar do peemedebista Michel Temer ser o vice na chapa da candidata Dilma Rousseff (PT).

Outra adesão importante foi a da ministra aposentada Eliana Calmon (PSB), candidata ao Senado derrotada. Ela decidiu seguir a recomendação da direção nacional do PSB de apoiar Aécio, ao contrário da candidata socialista ao governo Lídice da Mata, que anunciou apoio a Dilma esta semana.

Eliana obteve mais votos que Lídice na chapa majoritária. A ministra somou 502.928, enquanto Lídice 432.379.

Os comentários estão encerrados.