Ajuste econômico gera aumento de 7,4% na taxa de desemprego

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Trabalho | Data: 13 abr 2015

Tags:,

por Mateus Novais
foto ilustrativa

Protesto contra proibição dos bingosEntre dezembro e fevereiro, o número de desempregados no Brasil foi para 7.4 milhões de pessoas. O número representa um aumento em quase um milhão em relação aos meses de setembro, outubro e novembro de 2014, que tinha taxa de 6,5 por cento. O especialista em Economia, Flávio Augusto Basílio, explica que para diminuir o desemprego e a crise econômica no país, o governo deve passar por um ajuste econômico.

“De fato, a gente está passando por um processo de ajuste, onde a economia está crescendo menos e você tem um aumento da desconfiança tanto do empresário quanto do consumidor, então a soma desses fatores faz com que você tenha um reflexo muito forte na taxa de desemprego. Se não fizer esse ajuste nesse momento o resultado final, seria depois uma perda de empregos pra outros países, perda até de indústrias. O que seria pior ainda, do que simplesmente aumento do desemprego. Perder empresas pra outros países é mais grave do que você ter uma correção momentânea do desemprego”, afirmou Flávio Basílio.

Mesmo com o aumento no número de desempregados no Brasil, o rendimento médio do Brasil cresceu 1%. O salário em 2014 era de 1.793 reais e este ano subiu para 1.817. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Os comentários estão encerrados.