Associação dos Delegados de Polícia Federal diz repudiar acusação de deputado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 21 jan 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

deputadoA Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) emitiu nota repudiando a acusação de que teria realizado uma montagem de áudio contra o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), candidato à presidência da Câmara. A gravação seria de uma suposta conversa entre um aliado do deputado com o policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca, apontado pelas investigações da Operação Lava-Jato como colaborador do doleiro Alberto Youssef.

Na gravação, Careca reclama que estaria sendo “esquecido” pelo parlamentar fluminense e revela estar preocupado com o avanço das investigações. Segundo Cunha, o policial que lhe repassou a gravação disse que o áudio teria sido montado por parte da cúpula da Polícia Federal para ser “inserido em um inquérito policial, que teria autorização judicial de escuta telefônica, como se fosse parte desse inquérito”.

Confira a nota:

“A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), repudia veementemente a mera suposição, publicada em importante veículo de comunicação, de que alguém da cúpula da Polícia Federal tenha, a mando do governo, forjado gravação com o objetivo de prejudicar uma das candidaturas à presidência da Câmara dos Deputados.

Para que não paire nenhuma dúvida acerca da grosseira tentativa de envolver uma séria e respeitada instituição, como a Polícia Federal, em disputas políticas-partidárias, os Delegados Federais manifestam o maior interesse na rápida apuração e elucidação dos fatos com a punição dos eventuais responsáveis.”

Os comentários estão encerrados.