Audiência tenta encontrar solução para reabertura de teatro do Centro de Cultura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Cultura | Data: 17 set 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_1040

Uma audiência pública, realizada na noite desta quinta-feira (17), tenta encontrar uma solução urgente para a abertura da sala principal do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista. O encontro, na Câmara Municipal, reuniu representantes das secretarias Municipal e Estadual de Cultura, além de vereadores e membros da Assembleia Legislativa da Bahia e do Ministério Público.

O objetivo da Secult é encontrar um meio termo com o Ministério Público e Corpo de Bombeiros, que determinaram a interdição, para a abertura do espaço. No início deste ano, o secretário de Cultura, Jorge Portugal, revelou que “está dialogando com o Ministério Público para atender as exigências referentes à segurança e trabalha para garantir a reocupação imediata do espaço, ao lado das ações relativas à reforma do equipamento cultural”.  O problema é que ainda falta quase a metade dos itens de segurança especificados pelos Bombeiros para ser cumpridos. Mas o Superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura do Estado da Bahia, Sandro Magalhães, garante que mais de R$300 mil já foram investidos na unidade.

DSC_1056

A perspectiva é que a revisão do projeto de segurança e combate a incêndio, que já foi entregue para a prefeitura e Governo do Estado, pelo Corpo de Bombeiros, possa dar esta condição de reabertura do Centro de Cultura. O coordenador, Daniel Nunes, informou que aguarda a revisão do Projeto de Combate a Incêndio, Segurança e STDA, uma exigência legal, para, novamente, entregar ao Corpo de Bombeiros. No entanto, a execução desse plano ainda depende de um processo licitatório.

Enquanto isso, a terceira e última etapa da reforma, que deve custar R$ 550 mil, não tem prazo para começar. Destaca-se que as etapas anteriores se arrastaram por um longo período e chegou ao cúmulo de, em alguns pontos, ser refeita nove vezes.

Os comentários estão encerrados.