Azaléia demite 670 em Itapetinga; há possibilidade de novas demissões

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Sudoeste | Data: 31 jan 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais
foto: Sudoeste Hoje

azaleia

A Empresa VULCABRÁS/AZALÉIA, principal empregador das cidades da microrregião de Itapetinga, demitiu 670 funcionários na cidade, na última sexta-feira (30). As demissões pegaram os trabalhadores e a cidade de surpresa. Todos os dispensados são remanescentes das filiais fechadas nas cidades da região, em 2012. Há expectativa de mais demissões.

Os funcionários receberam a notícia ainda na catraca da empresa, quando os cartões de acesso não funcionaram, e sem aviso prévio. O Sindicato de Verdade afirmou “também ter sido pego de surpresa” e paralisou a fábrica logo após tomar conhecimento das demissões. Eles exigiam da empresa uma ajuda aos trabalhadores, como forma de compensar ou mesmo amenizar a falta do trabalho.

A AZALÉIA e as empresas calçadistas no Brasil passam por uma fase difícil e as demissões têm ocorrido em todos os lugares. Especula-se que cerca de 900 funcionários ainda serão demitidos. A maior parte destes advindos de outras cidades da região, que são transportados para Itapetinga diariamente para trabalharem na fábrica matriz.

Em nota a VULCABRÁS/AZALÉIA afirmou que as demissões ocorreram “em virtude da concorrência com calçados importados asiáticos e ajustes de mercado”. O comunicado também diz que “a empresa reforça o compromisso de absoluto respeito aos colaboradores comprometendo-se a respeitar integralmente os seus direitos legais. Reafirma ainda o compromisso com o Brasil e a sua posição entre os maiores empregadores do setor no País, com aproximadamente 18 mil colaboradores em suas plantas na Bahia, Sergipe, Ceará e unidades administrativas em Jundiaí e Parobé (RS)”.

Os comentários estão encerrados.