Bloco inaugura independência na Câmara de Vereadores

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 27 jul 2013

Tags:, , ,

herzem radio  (2)por Herzem Gusmão

“Se ficarmos neutros numa situação de injustiça teremos escolhido o lado do opressor” – Desmond Tutu

Tenho sido crítico da postura da maioria absoluta na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, que em lugar de representar o povo, os vereadores da base aliada, assumem defesa cega acatando tudo que o mandatário do município determina. Exemplo: doação da Praça Sá Barreto ao BNB e aprovação da privatização criminosa do Hospital Esaú Matos.

Vereadores ‘lagartixas’, como dizia o ex-deputado federal Elquisson Soares, que balançam a cabeça concordando com tudo que o chefe manda, precisam ter a consciência que foram eleitos para defender a população na fiscalização das ações do poder executivo. O Prefeito que tem uma Câmara de Vereadores vigilante, em defesa das ações e aplicações corretas dos recursos públicos, erra menos.

O comentário pouco inteligente do líder do Prefeito, vereador Florisvaldo Bitencourt (PT), que defendeu prisão para médicos que aderiram as manifestações em todo Brasil, mereceu do bloco independente da casa, integrado por Nelson de Vivi (PCdoB), Libarino (PCdoB), Andresson (PCdoB), Pastor Sidney (PRB) e Hermínio Oliveira (PDT), crítica ao colega inaugurando uma nova postura na Câmara de Vereadores.

Estamos vivendo um momento ímpar em nosso Brasil. As manifestações estão mudando rumos e exigindo práticas políticas descentes e honradas. Espero que essa posição dos 5 vereadores não seja transformada em fato  isolado e que continuem independentes. O Prefeito sabe que precisa continuar contando com os vereadores que seguem orientação do deputado estadual Jean Fabrício (PCdoB).

A decisão em defender os profissionais de medicina de Vitória da Conquista, por certo, fará com que o Prefeito passe a enxergar o bloco parlamentar como aliados, mas entendendo que não são submissos, subservientes, ‘lagartixas’ ou coisa semelhante.

 

Os comentários estão encerrados.