Calendário da UFBA deve demorar dois anos para ser normalizado

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 19 out 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0353

Após 140 dias de greve, os alunos da Universidade Federal da Bahia (Ufba) retornaram às atividades nesta segunda-feira (19) para cumprir o calendário ainda do primeiro semestre – que vai acabar no dia 30 de novembro de 2015. Em entrevista a TV Bahia, o reitor da Ufba, João Carlos Salles, afirmou que o primeiro semestre deste ano será concluído no dia 30 de novembro. Já o segundo semestre de 2015 será iniciado em 11 de janeiro do ano que vem e previsão de encerramento em 20 de maio.

“O que foi decidido pelo Consepe, nosso conselho superior que decide calendário acadêmico, é a reposição integral do semestre, ou seja, vamos complementar o que faltava. Com isso, é garantido o que está previsto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação”, informou Salles. Ainda segundo o reitor, a normalização do calendário pode levar até dois anos. “Normalização significa ter calendário compatível com outros calendários da cidade, como escolas de ensino médio, isso pode demorar”.

Os professores pediram reajuste salarial de 27%, enquanto o governo federal ofereceu 21,3% em quatro anos e, em seguida, propôs 10,8% em dois anos – sendo 5,5% em agosto de 2016 e 5% em janeiro de 2017. Já os servidores técnico-administrativos decidiram retomar as atividades no dia 8 de outubro, após mais de seis meses de greve. A proposta do Governo Federal que foi aceita pelos servidores foi de reajuste de quase 11% dividido em duas etapas. A principal reivindicação era um reajuste salarial de 27,3%.

Os comentários estão encerrados.