Caso Jéssica: grupo de mulheres pede justiça

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 11 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos: Roberto Silva (tudoconquista.com.br)

IMG_1740

O movimento Mulheres em Luta (MEL) realizou uma manifestação cobrando justiça no caso da jovem Jéssica Almeida, que morreu nessa terça-feira (10), vítima de agressão por parte de um ‘ficante’. O acusado, Américo Francisco Vinhas Neto, teve a prisão preventiva decretada, mas encontra-se foragido. Jéssica estava grávida de quatro meses e acabou perdendo o bebê após a agressão. Ela deixa um filho de 6 anos de idade.

Com faixas e cartazes, estudantes e mães ligadas ao movimento se reuniram na Alameda Ramiro Santos, no fim da tarde desta quarta (11), apontando que violência contra a mulher, infelizmente, é mais comum do que se imagina. “Estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) revela que 15 mulheres morrem por dia no Brasil vítima de violência doméstica. Violência contra a mulher não tem desculpa, tem lei”, denuncia o movimento.

IMG_1744

Uma faixa com a frase “Por Jéssica e por todas nós” foi pichada pelas manifestantes, que pediram a prisão imediata do estudante de engenharia, Américo Neto.

Morte

Jéssica morreu após 16 dias internada na UTI do Hospital de Base de Vitória da Conquista. Ela foi agredida por Américo Neto durante uma reunião de amigo, no dia 25 de abril, na residência em que morava com um amigo. Testemunhas apontam que o acusado havia consumido bebida alcoólica e drogas.

Os comentários estão encerrados.