ANP registra queda de 3,5% no preço do etanol na segunda semana de maio

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 14 maio 2011

Agência Brasil

O preço médio do etanol hidratado no país caiu 3,5% na segunda semana de maio, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Segundo levantamento de preços feito pela agência, o litro do etanol custa em média R$ 2,224. O preço da gasolina comum, que contém 25% de etanol anidro, caiu 0,55% em relação ao início do mês, registrando média de R$ 2,898 por litro.

Segundo a ANP, em Brasília, o etanol caiu 13,1% e a gasolina 1,92% entre a primeira e a segunda semanas de maio. Na cidade de São Paulo, a queda dos preços médios de revenda foi 5,58% para o etanol e, para a gasolina, a queda foi 0,53%.

A ANP diz que a tendência para as próximas semanas deve ser de queda nos preços para os dois combustíveis, considerando o começo da safra da cana de açúcar e a diminuição do volume de estoque adquirido a preços mais elevados. O levantamento de preços da ANP é feito, semanalmente, em mais de 8 mil postos revendedores em todo o país.

Juros para empréstimo pessoal têm a maior taxa desde 2009, aponta Procon

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 13 maio 2011

Agência Brasil

A taxa média de juros para empréstimos pessoais teve alta acumulada de 0,33 ponto percentual nos primeiros cinco meses do ano e chegou a 5,6% em maio. Segundo o Procon de São Paulo, responsável pelo levantamento, a taxa é a maior desde 2009, quando o percentual atingiu 5,74%.

O órgão destacou que o aumento dos juros dessa modalidade neste ano já foi três vezes superior ao 0,10 ponto percentual verificado de janeiro a dezembro de 2010. Somente de abril para maio deste ano, o reajuste foi de 0,11 ponto percentual. Os reajustes foram promovidos por quatro das sete instituições pesquisadas.

…Leia na íntegra

Pacote de tarifa bancária sobe até 124%

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 11 maio 2011

Estadão

Três anos depois de o Banco Central (BC) adotar normas para padronizar as tarifas bancárias, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) fez um levantamento que chega a três conclusões principais: o pacote que inclui vários serviços ficou até 124% mais caro; as receitas dos bancos com tarifas subiram, em média, 30%, acima da inflação de 18% do período; e as queixas ao BC sobre o tema continuaram crescendo.

“A padronização das tarifas foi positiva, pois organizou a nomenclatura para os clientes”, disse a gerente jurídica do Idec, Maria Elisa Novais. “Mas ainda falta clareza para o consumidor, que não sabe bem o que pode ter gratuitamente e se o pacote oferecido é adequado para seu nível de renda”, exemplificou.

…Leia na íntegra

Banco do Brasil é o maior banco do País e Itaú lidera em lucro

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 10 maio 2011

Estadão

O Itaú Unibanco ficou com o maior lucro do sistema financeiro brasileiro no primeiro trimestre, de R$ 3,5 bilhões. Já o Banco do Brasil, que lucrou R$ 2,9 bilhões, valor recorde para o período na instituição, fechou o trimestre como o maior banco brasileiro em ativos, com R$ 866 bilhões. Na comparação com o Itaú, o BB está R$ 88 bilhões a frente. Os quatro maiores bancos do País juntos lucraram R$ 10,1 bilhões no primeiro trimestre, no padrão contábil brasileiro, BR Gaap.

Além de ser líder em ativos, o BB fechou o período com o menor índice de inadimplência entre os grandes bancos. O indicador do banco público, considerando os atrasos acima de 90 dias, terminou março em 2,1%, abaixo dos 3,6% do Bradesco e dos 4,2% do Itaú.

…Leia na íntegra

Serasa: vendas sobem 12% na semana do Dia das Mães

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 09 maio 2011

Agência Estado

As vendas do varejo no Brasil cresceram 12,4% na semana do Dia das Mães deste ano (de 2 a 8 de maio), em relação ao mesmo período de 2010, segundo informou hoje a Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Este foi o melhor Dia das Mães desde 2003, quando o levantamento começou a ser feito.

Considerando apenas os dias 6, 7 e 8 de maio deste ano – a reta final das compras -, as vendas subiram 8,1% na comparação com os últimos dias da semana das mães de 2010 (7, 8 e 9 de maio do ano passado). De acordo com os economistas da Serasa Experian, o consumidor foi às compras mesmo com as taxas de juros mais altas.

…Leia na íntegra

Alimentos, tarifas públicas e roupas pressionam inflação, aponta FGV

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 09 maio 2011

Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), iniciou o mês de maio em alta de 1,05%. A taxa ficou 0,10 ponto percentual acima do resultado de abril (0,95%) e é a maior desde a primeira prévia de fevereiro deste ano, quando o índice chegou a 1,16%.

Quatro dos sete grupos pesquisados apresentaram aumentos acima dos verificados na pesquisa anterior, entre eles o de alimentação, cujo índice subiu de 1,04% para 1,26%, com destaque para as hortaliças e os legumes (de 4,20% para 5,77%). Em habitação, houve aumento de 0,63% ante 0,47%, puxado pela taxa de água e esgoto residencial (de 0,42% para 1,29%). Neste grupo, também houve pressão da conta de luz, que ficou 1,31% mais cara.

…Leia na íntegra

Aumento da inflação traz preocupação com inadimplência, diz assessor da Serasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 maio 2011

Agência Brasil

O aumento da inflação reduz o poder de compra da população e traz preocupação com a inadimplência. Se as pessoas estão pagando mais caro por alimentos, por outros produtos e pelos serviços, sobra menos dinheiro no bolso para pagar os empréstimos. Além disso, a expectativa de menor crescimento econômico para este ano leva à redução da renda e de postos de trabalho, o que também contribui para o crescimento da inadimplência, segundo avaliação de economistas.

Mas o assessor econômico da Serasa Experian, Carlos Henrique de Almeida, afirma que a inadimplência neste ano, apesar de ficar maior que no ano passado, não será recorde. A previsão da Serasa para este ano é 8%, sendo que em 2010 a inadimplência ficou em 6,3%. “Não é uma inadimplência recorde, mas todo aumento de inadimplência não é uma boa notícia”, afirma.

…Leia na íntegra

Preço da gasolina reflete em alta de outros produtos na Bahia

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 maio 2011

Tribuna da Bahia

O fantasma da alta de preços já é bem real no dia a dia dos baianos em vários produtos. Quem tem carro reclama muito do preço do combustível, principalmente da gasolina, reajustado recentemente. Um novo aumento poderia acontecer, mas por enquanto o Governo Federal descartou a possibilidade. A alta na gasolina acaba refletindo em muitos outros produtos. Tudo por causa do transporte.

Na hora de fazer as compras tem muita gente reclamando dos preços e as queixas do consumidor não são por acaso. Nos últimos 12 meses o índice oficial da inflação subiu 6,5%. É o maior índice registrado desde julho de 2005. O aumento é notado principalmente nos supermercados e na hora de abastecer o carro.

…Leia na íntegra

Receita libera amanhã consulta ao quinto lote da malha fina

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 08 maio 2011

Correio da Bahia

A Receita vai liberar amanhã, a partir das 9h, a consulta à malha fina do 5º lote residual de declarações do imposto de renda das pessoas físicas dos exercícios de 2010, 2009 e 2008. A consulta pode ser feita pela página da Receita na internet (www.receita.federal.gov.br) ou pelo Receitafone ( 146).

Em 16 de maio, serão creditadas, simultaneamente, as restituições referentes aos lotes residuais para 39.081 contribuintes, em um total de R$ 100 milhões. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la através do formulário eletrônico disponível na internet.

Brasileiros vão até Argentina para abastecer carros

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 07 maio 2011

R7

O brasileiro paga, em média, R$ 2,89 pelo litro da gasolina no país, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No entanto, o combustível chega a ultrapassar a marca de R$ 3.

De olho no preço e no bolso, os brasileiros que moram perto da fronteira com a Argentina passaram a visitar o país vizinho para abastecer o tanque do carro. O litro da gasolina custa, em média, R$ 1,90 nos postos de combustível na terra dos “hermanos”.

Para o motorista que tem um carro com um tanque de 60 litros, a economia pode chegar a R$ 66. Além de mais em conta, alguns proprietários garantem que o combustível do país vizinho é de melhor qualidade que o encontrado nos postos brasileiros.

O bom preço, entretanto, tem outro custo para consumidor: o tempo de espera para abastecer. Como são poucas bombas e muitos carros, em dias normais, a espera para encher o tanque vai de 25 minutos a 30 minutos. Nos finais de semana e nos feriados, esse tempo pode ultrapassar 2 horas.

INSS deve pagar revisão pelo teto para 130 mil

6

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 07 maio 2011

Agora São Paulo

O presidente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), Mauro Hauschild, disse que a revisão pelo teto deverá ser paga no posto apenas para 130 mil segurados.

Segundo Hauschild, 650 mil beneficiários teriam direito à revisão, mas alguns aposentados podem não ter aumento após o cálculo da revisão –ou seja, o benefício revisado seria igual ao atual. Além disso, de acordo com o presidente do INSS, não teria direito quem deixou de receber o benefício antes de 2006.

Por exemplo, se o aposentado morreu antes de 2006 e não deixou pensão, os herdeiros não terão correção a receber. Isso porque a legislação afirma que o INSS só paga atrasados dos cinco anos anteriores ao pedido de revisão.

Culpa é dos combustíveis, diz Mantega

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 07 maio 2011

Estadão

Embora tenha admitido que a inflação de 0,77% em abril foi elevada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ressaltou que o indicador divulgado ontem pelo IBGE ficou abaixo do esperado pelo mercado financeiro e culpou os combustíveis pela alta de preços no mês passado. Segundo o ministro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) já mostra tendência de queda.

“Os vilões foram os combustíveis, como gasolina e etanol. A boa noticia é que no mês de maio os preços destes combustíveis estão caindo. Começou a safra da cana-de-açúcar e o preço do etanol já caiu bastante e logo chegará à bomba de gasolina”, argumentou Mantega.

…Leia na íntegra

Preço do etanol deve se normalizar na próxima semana, dizem produtores

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 06 maio 2011

Correio da Bahia

Os preços do etanol já estão normalizados nas usinas e na próxima semana os consumidores já devem pagar mais barato pelo produto. A garantia é do diretor-presidente da Companhia Brasileira de Açúcar e Álcool (CBAA), José Pessoa de Queiroz Bisneto.

Segundo ele, o álcool hidratado já está sendo vendido pelas usinas por cerca de R$ 1,10, que é o preço normal de mercado. “Esse álcool já era para estar na bomba hoje por R$ 1,50, R$ 1,60, que é um preço atrativo”, afirmou.

…Leia na íntegra

Inflação oficial em 12 meses já ultrapassa meta do governo

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 06 maio 2011

Estadão

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ultrapassou o teto da meta do governo(de 6,5% para 12 meses) e registrou aumento acumulado de 6,51% em abril. Fechou o mês com alta de 0,77%, ante avanço de 0,79% em março, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que iam de 0,66% a 0,91%, com mediana de 0,85%.

A alta de 0,77% foi a maior para o mês de abril desde 2005. A taxa de 12 meses, de 6,51%, também foi a maior registrada desde julho de 2005, segundo o IBGE. “Mas o nível da inflação ficou mantido. A gente pode dizer que a diferença foi pequena, quase irrisória e (o índice) se manteve perto de 0,80%, como ocorreu também em janeiro e em fevereiro. O número permaneceu estável”, disse a coordenadora de índices de preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos.

…Leia na íntegra

Inflação rompe margem de segurança do governo e combustíveis ficam mais caros em abril

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 06 maio 2011

R7

O governo vem tentando, mas não conseguiu ainda colocar um freio no movimento de alta dos preços: em abril, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), usado para controlar a inflação, ficou em 6,51%, no acumulado em 12 meses. Isso já supera – no quarto mês do ano – o teto da meta do governo, de 6,50%, para 2011 como um todo.

Considerando-se apenas abril, o índice teve leve desaceleração, mas os combustíveis sofreram forte alta – batendo no bolso do consumidor na forma de 1 l de gasolina a mais de R$ 3 em alguns Estados, e de 1 l de etanol a mais de R$ 2.

…Leia na íntegra

Governo estuda reduzir carga tributária da energia elétrica e do gás

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 04 maio 2011

Agência Brasil

O governo está estudando medidas para desonerar o consumo de energia elétrica e gás natural, com o objetivo de aumentar a competitividade da indústria nacional. A informação foi dada hoje (4) pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, na reunião do Grupo de Avanço da Competitividade (GAC). Ele, no entanto, não deu prazo para o anúncio das medidas.

Segundo empresários que participaram do encontro, o benefício deve atender a pequenos e grandes consumidores, e não seria destinado apenas à indústria. O ministro, no entanto, não detalhou se a desoneração seria aplicada apenas a empresas ou se também teria impacto nas contas de luz dos consumidores residenciais. “Um grupo de trabalho ainda será criado para discutir o assunto”, disse o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade.

Febraban: bancos projetam PIB de 4,1% em 2011

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 04 maio 2011

Agência Estado

A economia brasileira, expressa em porcentuais do Produto Interno Bruto (PIB), deverá crescer 4,1% neste ano e encerrar 2012 com expansão de 4,2%, segundo mostram as expectativas de 32 instituições bancárias consultadas na “Pesquisa Febraban de Projeções Macroeconômicas e Expectativas do Mercado”, realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) de 28 de abril a 3 de maio.

De acordo com o economista-chefe da entidade, Rubens Sardenberg, o cenário previsto para este ano é de um crescimento menor, se comparado com o ano passado, mas com uma taxa maior de inflação. A mediana das expectativas dos 32 bancos em relação ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no encerramento deste ano é de 6,3% e para o ano que vem, de 5,1%.

…Leia na íntegra

Álcool ficará mais barato na Bahia já na próxima semana

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Economia | Data: 04 maio 2011

A Tarde

Alívio à vista para os motoristas baianos: o segmento de combustíveis aguarda para os próximos dias o início da queda nos preços do etanol produzido pela nova safra de cana-de-açúcar. Além disso, o risco de racionamento da gasolina – cuja composição tem 20% de álcool –,  que rondava o mercado desde a última quinta-feira, foi afastado nesta terça-feira, 3, por representantes da cadeia.

Os preços menores devem começar a chegar às bombas dos postos até a próxima semana, de acordo com expectativa do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis (Sindicombustíveis). O motorista Renilson dos Santos chegou nesta terça pela manhã ao Terminal de Mataripe, em Madre de Deus, para abastecer o caminhão-tanque. “De manhã, não tinha combustível”, lembra ele, que deixou o local com o veículo abastecido às 16h15.

Preço do etanol deve cair a partir de maio, diz Mantega

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Economia | Data: 03 maio 2011

Estadão

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira, 3, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que o preço do etanol deve cair a partir de maio, uma vez que a colheita da cana-de-açúcar já começou. “A boa noticia é que safra já esta sendo colhida, apesar das chuvas, e devemos ter redução de preços a partir de maio”, afirmou.

Segundo ele, o etanol sazonalmente apresenta preços mais elevados em abril, no período da entressafra, mas em 2011 também foi afetado pelo preço mais favorável do açúcar no mercado internacional. “É verdade que consumo de etanol aumentou nos últimos anos, mas também aumentou o preço do açúcar. É uma regra de mercado, o preço do açúcar é mais conveniente e houve certo desvio na produção”, admitiu Mantega.

…Leia na íntegra

Vendas de material de construção se recuperam e crescem 6,5% em abril

0

Publicado por Editor | Colocado em Economia | Data: 02 maio 2011

Agência Brasil

As vendas no varejo do setor de material de construção cresceram 6,5% em abril ante março. Na comparação com abril do ano passado, o aumento foi 3%, de acordo com a pesquisa mensal feita pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), em parceria com o instituto de pesquisas Ibope. O resultado de abril representa uma ligeira recuperação do setor, que vinha registrando percentuais baixos de crescimento das vendas desde o início do ano.

Segundo o levantamento, os primeiros quatro meses do ano registram crescimento de 2,5% na comparação com o mesmo período de 2010 e, nos últimos 12 meses, de 9,5%. O setor com melhor desempenho foi o de argamassas, que cresceu 8,5%, seguido pela elevação de 6% do setor de cimento. Nenhum setor registrou queda nas vendas.

…Leia na íntegra