Galos de briga e pássaros silvestres são apreendidos em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente | Data: 29 nov 2016

Tags:, ,

Da Redação

apreensao-600x399
A Gerência de Defesa e Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) realizaram duas operações que apreenderam pássaros silvestres e galos de briga em Vitória da Conquista.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, no último dia 23, uma operação desmontou um local que servia para treinar e preparar galos para o combate, inclusive com intervenções cirúrgicas e aplicação de compostos químicos e alimentícios. No local, foram apreendidos 83 galos que seriam comercializados na região. O responsável pelo local responderá por crime de crueldade contra animais.

No dia seguinte, 24, uma nova operação nos bairros Patagônia, Kadija e Jurema apreendeu 77 aves de várias espécies de diversas regiões do país, como trinca-ferro, cardeal e custipio, criadas para o comércio ilegal. Os infratores serão penalizados e responderão pelos danos causados ao meio ambiente. As aves foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Município (Cetas), onde serão recuperadas para retornarem à natureza.

Jornalista cobra solução para Lagoa das Bateias em editorial

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 13 out 2016

Tags:,

Editorial

Por Fábio Sena (Blog)

Não demora, como em Chico, todos verão emergir o monstro da Lagoa.

Não demora, como em Chico, todos verão emergir o monstro da Lagoa.

Senhor futuro prefeito da cidade de Vitória da Conquista, saudações!

Embora regido pelo elemento terra – já que capricorniano –, é pela água que me dirijo a vossas senhorias. Digo “vossas senhorias” porque, singularmente, há, nos dois, um prefeito em potencial. E essa prefeiturabilidade só se manifestará, plenamente, ali pelas ave-marias do dia 30. Por ora, vou no plural e, assim, alcanço a ambos. E, mesmo que um de vós assuma e outro, não, ainda assim, lá em Salvador, na Assembleia Legislativa, um de vós continuará lutando por Conquista… e pela Lagoa, quero crer.

Imagino que vossa Gusmânica pessoa, ou vossa Raimúndica personalidade estejam, nestora, imersas em compromissos mil, já que se avizinha a votação em segundo turno da eleição do novo prefeito de Vitória da Conquista, que será um de vós. Mas presumo que vossas senhorias – e vou aqui tascar um indubitavelmente – já disponham, em vossos programas de governo, de pronta resposta ao tema que ora vos submeto. Refiro-me à Lagoa das Bateias.

E assim é porque, no caso específico da proposta Gusmânica, temos a promessa de “realizar e executar um Projeto de Recuperação do Parque Urbano da Lagoa das Bateias, respeitando a Política Urbana existente na Constituição Federal e o Estatuto da Cidade.” Não sei, exatamente, qual a sutil diferença entre realizar e executar, mas isso é de pouco importância. Os engenheiros devem saber distinguir. O que, de fato, importa é que há no programa, pétrea, a promessa de recuperação da Lagoa, que é líquida (Valei-nos, Edgar Morin!.)

E é assim porque, no caso específico da proposta Raimúndica, embora não cite nominalmente a lagoa, compromete-se em “contribuir para garantir e utilizar de forma racional, integrada e sustentável os recursos hídricos disponíveis; e colaborar e viabilizar meios de preservação dos recursos hídricos, mediante a constituição de comitês de bacias e ações de preservação das nascentes de microbacias em nosso território”. Quero supor que, no meio de tantas palavras, alguma delas esteja se referindo à Lagoa. …Leia na íntegra

Embasa divulga notícia distante da verdade sobre volume de água na barragem

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 07 out 2016

Tags:, , ,

da Redação

foto-barra

A notícia divulgada pelo BRG, que o nível de armazenamento das barragens que abastecem Vitória da Conquista e Belo Campo aumentou, carece de uma investigação. O último levantamento divulgado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), que as barragens Água Fria 1 e 2 contam atualmente com 47% da capacidade total – não merece nenhum crédito.

O assoreamento que mostra a foto, a barragem não vem recebendo nenhuma manutenção de limpeza, denota que as chuvas que caíram, apesar da melhora, nunca poderá representar 47% da capacidade de armazenamento de água.

A ausência de uma Agência Reguladora –  permite que a empresa do Governo do Estado da Bahia continue a enganar a população. Como as promessas da construção das barragens do Rio Pardo e a do Rio Catolé, que não não foram cumpridas – o Governo faz mais uma propaganda enganosa para tentar reduzir as críticas que vem sofrendo e acalmar a população.

Racionamento

A ordem é abrir as torneiras agora durante a campanha eleitoral para serem fechadas logo no dia seguinte a 30 de outubro – data da realização da eleição no 2º turno.

 

Em Salvador, o Dique; em BH, Pampulha; no Rio, Rodrigo de Freitas; em Conquista…

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 20 set 2016

Tags:, ,

Por Fábio Sena (Blog)

Pode não parecer à primeira vista, mas isto é uma lagoa.

Pode não parecer à primeira vista, mas isto é uma lagoa.

Um pesquisador de meio ambiente ou um amante do turismo ecológico que resida em outra cidade e que, despertado o interesse de estudo sobre unidades de conservação ambiental em Vitória da Conquista, obtenha acesso à descrição do Parque Lagoa das Bateias no site oficial da Prefeitura Municipal, há-de se encantar com a narrativa ali exposta. “A Lagoa das Bateias faz parte da sub-bacia da Bacia do Rio Santa Rita, que integra a do Rio Verruga e localiza-se na zona urbana de Vitória da Conquista, possuindo uma área de aproximadamente 53 hectares. Após a intervenção da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, a área da Lagoa recebeu uma nova estrutura, tornou-se uma Unidade de Conservação, que além de desempenhar funções de manutenção dos mananciais hídricos e de ter importância como monumento paisagístico e área de lazer para a cidade, estimulou investimentos em saneamento, conservação, educação ambiental, lazer e turismo”.

lagoa2

Sendo oportunizada a este mesmo pesquisador ou turista ecológico uma visita in loco ao parque, em poucos minutos ele dirá da gritante distância entre teoria e prática, ou entre intenção e gesto, como preferiria Chico Buarque de Holanda. Arquitetada para assegurar melhores condições de habitabilidade à antiga ocupação do Bairro Santa Cruz com um conjunto de obras que incluía a construção de um canal de macrodrenagem que liga a Serra do Peri-Peri à Lagoa das Bateias, a unidade de conservação está longe de cumprir suas missões, entre elas a de espaço de convivência. Moradores do entorno temiam desde 2005, quando o Município na gestão de José Raimundo Fontes deu início às obras de requalificação, que a área se transformasse num novo “pinicão”. Adivinhos ou pessimistas, o fato é que a profecia está quase a se cumprir. A obra custou mais de R$ 20 milhões. O ex-prefeito José Fernandes Pedral Sampaio a ironizou: “Projetei uma lagoa, fizeram uma ilha”.

Bois.

O dono deste gado permitiu que os mesmos se alimentasse e fizessem a cesta por ali mesmo.

Quem ainda frequenta o Parque Lagoa das Bateias percebe que, entre 2007 (quando o equipamento foi entregue ao público) e 2016, a área – que teve seus momentos de esplendor – sofreu degradação em múltiplas dimensões e afugentou mesmo os mais renitentes frequentadores, ciclistas e pedestres. A lagoa é uma unanimidade às avessas. Antes uma exuberante paisagem natural e formidável espaço de convivência humana, atualmente o parque é um ambiente descuidado, feio, agredido por descarte de objetos indesejáveis como sacos plásticos e entulhos. Tornou-se um ambiente lúgubre, que exala mau cheiro. O mato ganhou expressão. As tabuas invadiram a lagoa e o belíssimo espelho d’água, que um dia serviu de fundo a românticos registros fotográficos, está escondida sob vasta e indesejada vegetação. …Leia na íntegra

Prefeitura segue tombando árvores em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 08 ago 2016

Tags:,

da Redação

Corte XX

A Prefeitura de Vitória da Conquista segue erradicando árvores na cidade. Os motivos apresentados não são claros para especialistas a exemplo do corte de um flamboyant ocorrido no final do mês de março. Foi mais uma bela árvore que tombou vítima da implacável motosserra da Prefeitura.

Na época o blog solicitou e obteve de dois técnicos informações que atestaram que a Prefeitura cometeu mais um grave crime ambiental. Nas redes sociais a população protestou.

“Estive no local fotografei o cerne da árvore. O cerne apresenta cor clara sem pontos escuros. Os anéis bem definidos e o tronco completamente sadio”, informou um técnico. Sobre os pontos escuros detectados na foto enviada “os pontos escuros são folhas (folíolos) que caíram dos galhos”, observou.

Repeteco 

Arvore BB

Neste final de semana mais uma árvore foi sacrificada na Famec, localizada na confluência da Avenida Rosa Cruz com a Ivo Freire Aguiar.  A exemplo da observação feita pelos técnicos, não quiseram ser identificados temendo represália da Prefeitura, a foto da árvore da Famec que foi sacrificada, mostra pedaços de tronco bem definidos – sem apresentar brocas. Com a palavra a PMVC.

 

Sejam bem-vindos à Praça José Marinho de Andrade!

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 20 jul 2016

Tags:, , ,

Por Nathyala Figueredo (Ponto Plus)

Praça

As praças são fundamentais para o estabelecimento das relações sociais e a construção do cotidiano da vida urbana, além de serem imprescindíveis para o desenvolvimento sustentável das cidades. Além disso, elas contribuem de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida da comunidade e do seu meio ambiente. Por concordar com esses princípios, o Grupo Marinho de Andrade, gestor da marca TEIÚ, encontrou no projeto “Adote uma Praça”, da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, uma oportunidade para realizar mais um investimento socioambiental.

Segundo o presidente do grupo, Helder Mendes, aderir a esse projeto é mais uma forma de contribuir com o meio ambiente e também de agradecer aos conquistenses todo o carinho que têm com a marca TEIÚ e com a sua história. “Estamos felizes não somente por criar um novo ambiente para a comunidade usufruir e sentir-se bem, mas também pelo fato de que a praça está localizada no encontro da rua Gerson Sales com a Avenida Régis Pacheco, local em que, no ano de 1957, a TEIÚ, na época denominada Saboaria Conquistense, iniciou as suas atividades”, destaca.

MarinohoO projeto arquitetônico e paisagístico foi pensado para que pudesse interagir tanto visualmente quanto fisicamente com todos os elementos que fazem parte do seu entorno, de forma a proporcionar um ambiente agradável para a convivência e interação social. Para Helder Mendes, participar desse projeto não se resume apenas em reformar o local, pois é necessário pensar em cada detalhe para que a praça cumpra a sua função e
seja de fato utilizada pela comunidade. “Pensamos em cada ponto do projeto e acompanhamos de perto todas as etapas da sua execução para que tudo fique perfeito”, complementa.

A praça abrigará também um monumento em homenagem ao desenvolvimento da indústria de larga escala em Vitória da Conquista e ao seu pioneiro, o saudoso empreendedor José Marinho de Andrade, fundador da TEIÚ. Para José Luís Marinho, diretor comercial do grupo, um monumento em homenagem ao desenvolvimento da indústria de larga escala e ao homem que foi seu pioneiro é também uma forma de preservar a história da cidade para as atuais e futuras gerações.

A Praça José Marinho de Andrade, está prestes a ser apresentada a Vitória da Conquista. “Estamos na fase de conclusão das obras e, em breve, a data da inauguração será anunciada. Desde já, desejamos boas-vindas a todos”, conclui Helder Mendes.

Cadê a lagoa de R$ 26 milhões construída pelo PT em Vitória da Conquista?

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 11 jul 2016

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Conquista News

LAgoa Sumiu

A lagoa das Bateias, batizada pelo PT de Parque Bateias, construída com a proposta de ser edificado no local  uma área de convivência, vem sendo degradada rapidamente devido o desleixo da administração municipal. O local que poderia ser um dos mais belos da cidade encontra-se abandonado. Além do mato, lixo e entulho, – uma língua preta de esgoto banha o que restou da lagoa.

Construída na gestão do ex-prefeito José Raimundo Fontes (PT), custou aos cofres públicos R$ 26 milhões, incluindo despesas em vão com uma inútil dragagem feita e de nada adiantou.  Serviria também para facilitar o escoamento das águas das chuvas que descem em volumosas enxurradas da Serra do Periperi.

A constatação que Itapetinga construiu um belo lago que custou apenas R$ 1,5 milhão, e outro da cidade de Caculé, com custo apenas de R$ 1,3 milhão, demonstra a falta de critério dos petistas com dinheiro público. Está provado que não sabem se relacionar com dinheiro público. São perdulários e esbanjadores.

Coleta de lixo na zona rural é ignorada pela prefeitura

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 25 jun 2016

Tags:, ,

da Redação

Lixo InhobimO município de Vitória  da Conquista, cidade com aproximadamente 350 mil habitantes, possui 11 distritos e 284 povoados. A produção do lixo dos moradores da zona rural nunca recebeu da Prefeitura a devida atenção.

A foto, tirado no trecho da estrada entre Inhobim e Abelhas,  é um flagrante que reforça a tese de que a zona rural não recebe da administração uma gestão eficaz.

O lixo bem que poderia ser transportado para receber o devido tratamento no aterro sanitário. Por certo a população evitaria a proliferação de moscas, baratas, ratos e escorpiões. O mosquito da dengue, hoje o mais temido, também não teria campo favorável para  sua proliferação. Essa realidade incomoda moradores da extensa zona rural do município com 3.743 Km² de área territorial.

 

Protesto cobra do Governador Rui Costa, mais Água e construção da Barragem do Catolé

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 22 jun 2016

Tags:,

Ascom
Foto: Rômulo Lima

André PAULO

Mais um protesto cobra do Governador Rui Costa, água em abundância e construção da Barragem do Rio Catolé! Nesta segunda, em Conquista, o Cavaleiro Negro, incorporado no Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura, André Cairo, circulou o centro da cidade, exigindo do Governador, solução p/ o sério problema, claramente perceptível.

“Há mais de 10 anos o Governo da Bahia promete construção das Barragens do Rio Catolé e Rio Pardo, sem cumprirem, a exemplo do então Governador Jaques Wagner, em 2014, afirmando existir verba para construção das duas Barragens, enquanto a verba inexiste e o sofrimento da população persiste”, desabafa Cairo.

Acrescenta ainda, “a primeira norma legal que disciplina recurso hídrico, foi em 1934, Decreto Lei 24643, entre outros! Passados 82 anos, se houvesse cumprimento, não estaria protestando, é a lógica, existindo mananciais e minadouros com 2,9 milhões litros/hora, 1,300 l/h, na região de Barra do Choça, como solução a curto prazo; e se o equilíbrio da Terra depende do equilíbrio do homem, se explica a inoperância de quem tem obrigação de equilibrar”. Finaliza Cairo, afirmando, “se a água acabar, estaremos todos dentro d’ água!”

OAB: água em debate na FTC

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 10 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação

TorneiraNa manhã desta 6ª feira (10), às 8 horas, no auditório da FTC no bairro Recreio, a OAB – Subseção Vitória da Conquista, devido a grave crise hídrica na cidade, debaterá alternativas para a crise hídrica que afeta profundamente a 3ª maior cidade do Estado da Bahia.

A inciativa do Seminário é da Comissões de Direito Ambiental e de Direitos Difusos e Coletivos do órgão. O tema do evento “O uso racional da água como vetor de equilíbrio social.

Vários palestrantes, autoridades e a representação política da cidade foram convidados para o debate. A OAB vem merecendo o reconhecimento da sociedade pelo envolvimento com temas  tão relevantes, – como a crise da falta d’água na região.

 

OAB debate crise da água em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 08 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação

ÁguaA OAB – Subseção Vitória da Conquista, preocupada com a grave crise hídrica na cidade, promove nesta sexta-feira (10), um debate no auditório da FTC, às 8 horas, para tratar da falta de água.

O evento da OAB partiu da inciativa da Comissões de Direito Ambiental e de Direitos Difusos e Coletivos do órgão.O tema do Seminário “O uso racional da água como vetor de equilíbrio social.

Vários palestrantes, autoridades e a representação política da cidade foram convidados para o debate. A OAB vem merecendo o reconhecimento da sociedade pelo envolvimento com tema tão relevante.

Água: imagens mostram grave situação da barragem

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 07 jun 2016

Tags:, , ,

da Redação
Foto: Roberto Silva (Tudo Conquista)

Barragem 1

Projetada na década de 80, no governo João Durval Carneiro, a barragem de Água Fria II, possui água para mais 45 dias. A Embasa divulgou calendário do racionamento que vem gerando inúmeras reclamações.

Vitória da Conquista, se não chover, corre sério risco de ter que recorrer a caminhões-pipa. ” Se não chover, a continuar como está, para abastecer a cidade serão necessários 3 mil caminhões-pipa”, disse o ex-vereador José William de Oliveira Nunes.

Barragem 2

Até solução definitiva com a construção da barragem do Rio Catolé, o projeto existe e até a licença ambiental foi liberada, a Embasa precisa iniciar imediatamente a limpeza da barragem. Uma operação de limpeza é sempre iniciada com a retirada de diversos materiais do fundo da barragem como areia, pedras, folhas e galhos. Com a recuperação a capacidade de armazenamento de água será ampliada.

Ambientalista do MCMP não vê motivos para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente!

0

Publicado por Editor | Colocado em Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 07 jun 2016

Tags:, ,

Ascom

Não diferente de 05 de junho de 1990, Dia Mundial do Meio Ambiente, em que o ambientalista e Presidente do Movimento Contra a Morte Prematura, André Cairo, entrevistado por Rubens Sampaio, do Jornalismo da TV Sudoeste, afirmando não ter motivos para comemorar a data, 26 anos depois, em 05 de junto de 2016, continua reafirmando, diante da situação de desequilíbrio do meio ambiente no Planeta Terra, “se os cinco Continentes começarem agora, daqui cem anos começa equilibrar”, alerta André Cairo, louvando o Cacique Seatle da Tribo Diuvamish, 1854, em seguida, ser a pedra fundamental para o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Cetas já tratou mais de 50 mil animais em 16 anos

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 30 maio 2016

Tags:,

por Mateus Novais

cetas-especies

Da fundação do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em 2000, até o final de 2015, mais de 45,6 mil animais passaram pelas mãos da equipe, sendo 86% oriundos de apreensões. De todo esse volume de animais recebidos, 73% foram devolvidos com sucesso à natureza. O serviço se dedica a resgatar animais silvestres em perigo, dar-lhes assistência veterinária, quando necessário, e devolvê-los em segurança à natureza.

E, somente em 2016, até o início desta semana, o serviço já havia registrado a chegada de pouco mais de 5 mil bichos. O local abriga pássaro, macacos, preguiças, gatos-do-mato, caititus, corujas… E até um tamanduá-bandeira. O número de hóspedes varia diariamente, pois animais silvestres entram e saem de forma permanente. Mas a equipe calcula que, no início desta semana, a população fosse de aproximadamente 800.

O Cetas de Vitória da Conquista é o único na Bahia a funcionar integralmente, recebendo as demandas de todo o estado e ainda de outros lugares, como Goiás, São Paulo, Paraíba, Pará e Sergipe.

Prefeitura investiga se o Rio Catolé nasce em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Meio Ambiente, Vit. da Conquista | Data: 18 maio 2016

Tags:, , ,

da Redação

Com fotos e informações da Secom/PMVC

Rio CAtolé 2

Em dezembro de 2014, o BRG entrevistou o empresário conquistense Geraldo da Conquistadora, que defende com veemência a tese que o Rio Catolé nasce em Vitória da Conquista no distrito de São Sebastião.

A Prefeitura com os seus técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semma) visitou o local e investiga se a nascente é a do Rio Catolé. O trabalho de pesquisa conta com a parceria junto ao Ministério Público e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), – e tem o objetivo de identificar os pontos degradados nesses ambientes, para dar início às ações de recuperação.

O levantamento foi comandado pelos técnicos da Semma, Melquisedeque Miranda e Lázaro Ribeiro. Um mapa será elaborado para identificar a nascente e verificar se procede as informações já divulgadas no blog. “Após verificar os pontos a serem recuperados, vamos identificar os donos da propriedade onde está localizada a nascente e, em um outro momento, fazer também um trabalho de educação ambiental com essa comunidade. Vamos fornecer mudas para que eles possam ampliar e preservar essa área de mata ciliar, de preferência mudas nativas ou frutíferas”, explicou Melquisedeque.

Barra do Choça, Caatiba, Itambé, Nova Canaã, Planalto e Itapetinga que integram a Bacia do Rio Catolé serão envolvidos nos trabalhos de preservação do volume e a qualidade de água das barragens de Água Fria e de Serra Preta. Os trabalhos da parceria firmada envolverão os movimentos sociais, e busca fortalecer a proposta de criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Catolé.

Municípios do Sudoeste iniciam trabalho de recuperação do Rio Catolé

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 17 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

SC2_3007Técnicos das Secretarias de Meio Ambiente de municípios do Sudoeste, juntamente com o Ministério Público e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) iniciaram um trabalho de recuperação das nascentes do Rio Catolé. O ocorre em seis municípios que compõem a bacia do rio: Barra do Choça, Caatiba, Itambé, Nova Canaã, Planalto e Itapetinga.

Nesta terça-feira (17), o grupo visitou a nascente localizada no distrito de São Sebastião. Nessa etapa, está sendo verificada se procede a existência da nascente, se trata-se de um lago perene ou intermitente e feita a avaliação do grau de degradação ambiental, para que seja possível elaborar uma proposta de ação específica para a sua revitalização.

Com o gerenciamento dos recursos hídricos para o abastecimento dos municípios, a intenção é preservar o volume e a qualidade de água das barragens de Água Fria e de Serra Preta.

Leão do Zoo Matinha sofre de doença renal, afirma Prefeitura

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 11 maio 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

IMG_0041

Após a ampla repercussão do caso envolvendo o Leão Hulk, animal símbolo do Parque Zoobotanico da Matinha, em Itapetinga, a Prefeitura do município rebateu as acusações de falta de alimentação ofertada aos animais. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Robério Silveira, o leão está sofrendo de uma doença renal.

“O animal está doente. Ele tem um problema renal, de retenção urinária, onde está sendo medicado. Ele passou quase dois dias sem urinar. Doutor Robert Lemos [o veterinário responsável pelo zoológico] medicou, passou diurético e antibiótico, ele reagiu bem e voltou a beber água”, desse o secretário. Ainda segundo ele, a perda de peso do animal tem sido provocada apenas pela doença. “Não por falta de oferta de alimento. O animal está sendo muito bem tratado, muito bem cuidado e tem reagido bem, apesar da idade dele [mais de 20 anos]. Ainda assim, a situação dele é grave”.

Silveira apontou que nenhum animal do parque teve a alimentação regrada e que o município nunca teve problema com os fornecedores do parque.

morte de sua companheira, a leoa Mila, com quem ele vivia há mais de 14 anos, também foi levantada como hipótese para o estado debilitado a que o leão se encontra.

 

Herbário de Conquista doa mudas de plantas nativas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 07 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

SC2_2487

O Herbário Sertão da Ressaca, em Vitória da Conquista, desenvolve atividades relacionadas à produção de mudas de árvores nativas e espécies não originárias da região. Estas mudas são utilizadas na arborização da cidade e na recuperação de áreas degradadas, e também podem ser doadas à comunidade. Só nos primeiros quatro meses deste ano, o Herbário já produziu e distribuiu mais de 3.500 mudas.

A missão principal do Herbário é a preservação da vegetação local, que reproduz aproximadamente 40 espécies de plantas. “Aqui produzimos mudas de ipês, braúna, jatobá, madeira nova, pau brasil, entre outras”, destacou o engenheiro do Herbário, Lázaro Ribeiro. No entanto, uma das iniciativas que merece destaque é a reprodução de mudas de uma espécie endêmica do município denominada Melocactus conoideus ou “cabeça-de-frade”, como é popularmente conhecida.

Essa espécie botânica de planta da família das cactaceae – descoberta nos anos 70 pelo holandês Albert Beuning – ocorre apenas em Vitória da Conquista, numa área localizada no alto da Serra do Periperi  e corre risco de extinção em decorrência da degradação provocada pela mineração.

Doação de Mudas – Se você deseja ter até três mudas produzidas no herbário, basta ir ao Herbário, situado na Serra do Periperi, para solicitá-las. Se quiser uma quantidade maior, entre em contato por meio do telefone (77) 3422-8141.

Leão Hulk, símbolo do Zoológico da Matinha, está passando fome, aponta site

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 02 maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_0041

O animal símbolo do Parque Zoobotânico da Matinha, em Itapetinga, o leão Hulk, agoniza para a morte, aponta o site Sudoeste Hoje. O animal chegou a ficar quatro dias sem ser alimentado e não consegue mais ficar em pé.

A informação foi passada ao blog por funcionários do próprio Zoológico. Segundo eles, o leão estaria extremamente faminto, devido à alimentação regrada de algumas semanas. Devido a fraqueza, o animal não estaria mais conseguindo ingerir a pouca alimentação que lhe é dada.

Os funcionários do Zoo-Matinha também apontam que estão a mais de seis meses com atraso nos salários.

No início do mês de abril, a Justiça Federal ordenou que a prefeitura de Itapetinga regularize a situação do Zoológico da Matinha junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). A decisão deve ser cumprida em 90 dias de sua publicação, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Recentemente, a Prefeitura Municipal apresentou, em audiência pública, na Câmara Municipal, um projeto de reforma do Parque, com custos orçados em 15 milhões. O Zoológico da Matinha está fechado há mais de 3 anos.

Aves apreendidas em Alagoas recebem tratamento no Cetas de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Meio Ambiente | Data: 29 abr 2016

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

emasfoto: divulgação – Secom PMVC

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Vitória da Conquista recebeu, na última quarta-feira (27), aves apreendidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Alagoas para recuperação e readaptação na natureza.

Ao todo, 11 emas foram acolhidas pela equipe do serviço que avaliou a situação de saúde de todas as aves. Nesta quinta (28), elas foram encaminhadas para uma fazenda da região que é cadastrada pelo Cetas como área de soltura. “A equipe do Cetas ficará monitorando as aves até que elas se recuperem, façam a readaptação na natureza e possam ser definitivamente soltas”, explicou a médica veterinária do serviço, Rosana Ladeia.

Além das emas, pernoitaram no Centro outros animais do Ibama de Alagoas, que estavam seguindo para Minas Gerais e Porto Seguro.