Governo lança aplicativo para ajudar no combate ao Aedes aegypti

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 05 jan 2016

Tags:, , , , ,

Da Redação

340x650_caca-mosquito_1597618Já está disponível na Bahia o aplicativo “Caça Mosquito”. Lançado pela Secretaria de Saúde (Sesab) junto com a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Prodeb), o app busca ajudar o combate ao mosquito Aedes Aegypti, que é o transmissor da dengue, febre chikungunya e zika.

Lançado nesta segunda-feira (4), o Caça Mosquito possibilita fotografar e denunciar os criadouros do Aedes Aegypti, em qualquer lugar e a qualquer hora na Bahia. Segundo a Sesab, o objetivo do aplicativo é localizar os criadouros a partir do georreferenciamento (GPS) e acionar os órgãos municipais para a eliminação dos focos.

Com mais essa estratégia complementar de combate ao mosquito, espera-se controlar rapidamente os surtos. Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas para a plataforma Android, mas, de acordo com a Secretaria de Saúde, até o fim deste mês, os usuários de IOS poderão utilizar o sistema.

Médico condena atendimento do Hospital de Base a paciente com meningite

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 04 jan 2016

Tags:, ,

da Redação

Meningite

Claudionor Alves de Lima (40), que se encontra na UPA de Tanhaçu, com diagnóstico de meningite pós-traumática, continua sem o atendimento ideal para o caso.

Claudionor foi vítima de queda de moto há 21 dias, foi atendido internado na UTI do Hospital de Base, onde permaneceu por 10 dias. Sem explicação, segundo o médico Wolmar Carregozi, o hospital deu alta ao paciente. Neste caso recomenda o protocolo de atendimento que o paciente deve ser encaminhado a enfermaria para estabilização do quadro clínico inicial de TCE (traumatismo cranioencefálico).

Indagado pela nossa reportagem se o paciente se contaminou no hospital após o acidente de moto, o Dr. Wolmar afirmou que: “necessariamente, não, mas, pode ter sido, sim, já que ficou internado lá. O quadro de meningite pós-traumática pode se instalar sempre que há traumatismo com ruptura, mesmo que mínima dos ossos do crânio servindo, assim, de porta de entrada para bactérias que ocasionam a infecção das meninges (membranas que envolvem o cérebro), gerando o quadro chamado meningite. Desta forma, pode ter sido uma contingência intrínseca do acidente”. O médico ainda acrescentou: “gostaria de frisar a estranha atitude de darem alta ao paciente da UTI diretamente para casa. O normal é que o paciente seja transferido para a enfermaria. Teria evitado todo esse transtorno”, lamentou.

Regulação Médica de Vitória da Conquista não toma providência e paciente com meningite pós-traumática agoniza em cidade do interior

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 02 jan 2016

Tags:, , ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

Por Wolmar Carregozi

WolmarHá oito dias, Claudionor Alves de Lima (40), encontra-se na UPA de Tanhaçu, cidade do sudoeste baiano, com diagnóstico de meningite pós-traumática e, apesar do esforço dos médicos da unidade (que não é adequada para atender a este tipo de caso), tem seu estado agravado a cada dia e a Regulação Médica de Vitória da Conquista não toma providência, alegando, simplesmente, que não dispõe de vagas no HGVC-Hospital Geral de Vitória da Conquista (referência para doenças infecciosas da região).

Claudionor foi vítima de queda de moto há 20 dias, foi atendido na UPA de Tanhaçu e, em seguida, internado na UTI do HGVC, onde permaneceu por 10 dias. Inexplicavelmente, após este período, recebeu alta diretamente para casa, sem ao menos ter sido transferido para a enfermaria para estabilização do quadro clínico inicial de TCE (traumatismo cranioencefálico).

Dois dias após, começou a apresentar dor de cabeça intensa, febre, rigidez de nuca e todos os sinais indicativos de meningite, como foi diagnosticado pelos médicos da UPA de Tanhaçu, onde voltou a ser atendido. Foram feitas inúmeras tentativas de transferência do paciente para a unidade de referência para tratamento de doenças infecciosas, no caso o HGVC, sendo que a única resposta foi um sonoro NÃO, a despeito da gravidade e importância da situação.

SISREG

Quando casos graves são detectados nas cidades do interior, pactuadas pela Regulação Médica de Vitória da Conquista, as unidades locais entram em contato com a Central de Regulação Médica através do SISREG (Sistema de Regulação Médica, um serviço online) e solicitam a vaga para internação, mediante a informação do quadro em que se encontra o paciente.

Via de regra, casos com risco iminente de morte devem ser autorizados mesmo não dispondo da vaga, a chamada Vaga Zero. No caso de Claudionor, paciente jovem, chefe de família, em fase produtiva da vida, não houve a devida atenção até o momento. Seu quadro se agrava a cada dia e a Regulação Médica de Vitória da Conquista continua dizendo NÂO.

Wolmar Carregozi é ginecologista, obstetra, clínico geral e médico do trabalho. Editor, coordenador e moderador do Acessemed.com.br – O Blog do Médico

Planos de saúde estão obrigados a cobrir teste de dengue a partir de hoje

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 02 jan 2016

Tags:,

Agência Brasil

dengueA partir deste sábado, 2, os planos de saúde serão obrigados a cobrir 21 novos procedimentos, entre eles o teste rápido para diagnosticar dengue. Além disso, houve a ampliação do número de consultas com fonoaudiólogo, nutricionistas, fisioterapeutas e psicoterapeutas, por exemplo.

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o rol é uma lista de tratamentos de cobertura obrigatória pelos planos de saúde, baseada nas doenças classificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ainda estão na lista o implante de monitor de eventos (Looper) utilizado para diagnosticar perda da consciência por causas indeterminadas, o implante de cardio-desfibrilador multissítio, que ajuda a prevenir morte súbita e o implante de prótese auditiva ancorada no osso para o tratamento das deficiências auditivas. Todos os novos procedimentos de cobertura obrigatória estão disponíveis no site da ANS.

Casos suspeitos de microcefalia sobem para 312 na Bahia

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 29 dez 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0600

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) registrou um crescimento de 15% no número de casos suspeitos de microcefalia. De acordo com boletim divulgado nesta terça-feira (29), foram registradas 312 ocorrências no estado.

Segundo a Sesab, 69 municípios baianos tiveram registros. Salvador conta com 55% das notificações (176 ocorrências). Destes, 2 bebês morreram na capital baiana com suspeita de microcefalia. A Sesab registrou outros oito óbitos em Itapetinga (1), Olindina (1), Tanhaçu (1), Camaçari (1) e Itabuna (1), Campo Formoso (1), Alagoinhas (1) e Crisópolis (1).

Ainda de acordo com a Secretaria, 83 pacientes passaram por exames para comprovar a má formação. Em 68,7% foram constatadas alterações patológicas do sistema nervoso central, mas os testes ainda não são conclusivos sobre microcefalia. Ou seja, até o momento, nenhum caso foi confirmado.

Primeira vacina contra dengue no país é aprovada pela Anvisa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 28 dez 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

dengue

Nesta segunda-feira (28), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia, do laboratório francês Sanofi Pasteur. Ainda assim, o medicamento deve demorar alguns meses para começar a ser comercializado.

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos ainda deverá definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incoporação da vacina ao Sistema Único de Saúde. Enquanto isso, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios.

Imunização

A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue. A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no país no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.

O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com o laboratório, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas.

O Brasil é o terceiro país a ter o registro do imunizante, os outros foram México e Filipinas. O desenvolvimento clínico do produto envolveu mais de 20 estudos, e mais de 40 mil participantes, entre crianças, adolescentes e adultos, em 15 países.

Saúde: Remédio de graça é responsabilidade da União, estados e municípios

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 25 dez 2015

Tags:, , ,

Fonte: STJ

Foto: Ilustração (Google)

RemediosUnião, estados, Distrito Federal e municípios são igualmente responsáveis quando o assunto é garantir aos pobres o acesso grátis a remédios. Este é o entendimento da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que levou em consideração que todos esses entes federativos formam o Sistema Único de Saúde, o SUS.

Os ministros do colegiado julgaram recurso especial que chegou ao STJ contra o estado do Paraná e a União para a aquisição, em caráter de urgência, de medicação especial para tratamento de um agricultor diagnosticado com linfoma não-hodgkin, que é um tipo de câncer.

A União argumentou que a responsabilidade para a aquisição do medicamento seria do Paraná, principalmente porque o repasse de verbas do Ministério da Saúde é feito para que os governos estaduais comprem e forneçam os medicamentos.

Já o estado do Paraná alegou que o medicamento solicitado seria excepcional e que não faz parte do rol de medicamentos fornecidos pelo SUS.

Entraves desnecessários …Leia na íntegra

Casos de microcefalia sobem 16% em uma semana na Bahia

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 22 dez 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0600Imagem de ultrassom de feto diagnosticado com microcefalia, em Guanambi

Um novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (22), apontou aumento de 16% nos casos de microcefalia em apenas uma semana. Com 271 registros a mais nesse período, a Bahia continua sendo o terceiro estado com maior número de casos possivelmente relacionadas ao vírus Zika.

No Brasil, o total foi de 2.782 casos suspeitos e 40 mortes. As ocorrências estão distribuídas em 618 municípios de 20 unidades da Federação. Pernambuco continua sendo o estado com maior número de casos, com 1.031, seguido pela Paraíba, com 429.

O Ministério da Saúde alerta para a necessidade de reforçar o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chicungunya e do vírus zika nas férias e festas de fim de ano, período marcado por chuvas em muitos estados e com maior circulação de pessoas.

Solla critica secretário Fábio Vilas Boas em programa de Rádio

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde | Data: 21 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação
Foto: ilustração

SollaContinua repercutindo em todo Estado da Bahia as declarações do secretário Fábio Vilas-Boas (Sesab), por ocasião da inauguração de novos equipamentos no Hospital de Base de Vitória da Conquista, – que estabeleceu meta Maca Zero nos corredores daquela unidade hospitalar. O secretário garantiu que se a meta não for alcançada promoverá mudanças na direção e sentenciou: “não quero nem saber quem nomeou”. O prazo dado foi de 6 meses.

O deputado federal Jorge Solla (PT), ex-secretário da pasta (Sesab) no governo Jaques Wagner, saiu em defesa da direção do Hospital de Base. Em mensagem ao governador Rui Costa, Solla fez críticas a Vilas-Boas já reproduzidas no BRG.

Entrevista a Rádio FM de Santo Antonio de Jesus

As farpas de Solla não pararam. Confira a íntegra da entrevista do parlamentar baiano concedida a Rádio Recôncavo ao radialista Joselito Fróes. Confira:

RR – Como está a relação entre o senhor deputado e secretário de Saúde da Bahia?

Solla: Nós temos tido todo o cuidado. Você como um homem da imprensa tem acompanhado, até então eu tinha me abstido de emitir opinião acerca da atual gestão da Secretaria da Saúde do Estado. No entanto, depois de quase um ano de evidentes e sucessivos desastres, ele está promovendo um desmonte da saúde pública da Bahia. Por último agora, nas últimas semanas, o secretário passou a usar uma estratégia que só reforça a opinião de quem conhece ele sabe, da arrogância, da prepotência e da incompetência. Ele quer emparedar os diretores dos hospitais, atribuir a responsabilidade aos diretores dos hospitais, humilhar os diretores dos hospitais junto à opinião pública para justificar a dificuldade da sua gestão, e isso a gente não pode permitir. …Leia na íntegra

Brasil vai enfrentar 1º verão com dengue, chikungunya e Zika

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 20 dez 2015

Tags:, , ,

Agência Brasil



aedes_aegyptiPela primeira vez, o verão brasileiro terá circulação de três tipos de vírus transmitidos pelo Aedes aegypti. Dengue, febre chikungunya e Zika são doenças com sintomas parecidos, sem tratamento específico e com consequências distintas. Até abril deste ano, não havia casos de Zika registrados no Brasil.

Para a coordenadora do Comitê de Virologia Clínica da Sociedade Brasileira de Infectologia, Nancy Bellei, o controle de focos do mosquito será imperativo durante a estação, que começa nesta segunda-feira, 21.

Em entrevista à Agência Brasil, Nancy lembrou que o aumento de casos de infecção pelos três tipos de vírus durante o verão é esperado por causa de características biológicas do Aedes aegypti. Os ovos do mosquito, segundo ela, podem sobreviver por até um ano e, cinco ou seis dias após a primeira chuva, já formam novos insetos. “No verão, chove mais e o clima ajuda, já que a temperatura ideal para o mosquito é entre 30 a 32 graus Celsius”.

…Leia na íntegra

Atenção Básica não avança em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

atencao_basicaRecentemente o secretário Fábio Vilas-Boas (Saúde) estabeleceu meta para o Hospital de Base em Vitória da Conquista. Com ameaça de mudar a direção ‘não quero saber quem nomeou’, cobrou a meta Maca Zero nos corredores do HGVC. Para que o desafio do secretário possa obter êxito torna-se necessários que a Prefeitura faça a sua parte (importante) melhorando a Atenção Básica.

A cidade possui na atualidade, dados do FNS – Fundo Nacional de Saúde, apenas 42 equipes. Na era Jorge Solla, logo no início no final da década de 90, já existiam 33 equipes com recursos do governo Fernando Henrique Cardoso. Significa que nos governos de Lula e Dilma a cidade só conseguiu mais 9 equipes.

Com o exemplo que vem de Salvador, na administração da Prefeitura da capital, o prefeito ACM Neto (DEM), que saltou de 104 para 217 equipes do PSF com mais agentes, demonstra que com  uma boa gestão é possível. A cobertura do programa em Salvador, que precisa continuar crescendo, atinge 40% da população. Em Vitória da Conquista, a baixíssima cobertura do PSF chega apenas a 26% da população atendida. Os dados desoladores são do FNS.

Dezesseis laboratórios fazem diagnóstico do Zika no país

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 19 dez 2015

Tags:

Agência Brasil

650x375_laboratorio_1593800O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira, 18 que capacitou mais 11 laboratórios públicos para fazer o diagnóstico de infecção pelo vírus Zika. Até então, apenas cinco unidades de referência faziam esse tipo de exame em todo o país.

A técnica utilizada pela pasta para diagnóstico é o PCR (Biologia Molecular). A expectativa do governo é que, nos próximos dois meses, a tecnologia seja transferida para mais 11 laboratórios, totalizando 27 unidades preparadas para analisar 400 amostras por mês de casos suspeitos de Zika.

Atualmente, os exames podem ser feitos em laboratórios centrais dos seguintes estados: Bahia, Amazonas, Alagoas, Goiás, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Sergipe, Rio Grande do Norte e Distrito Federal, além dos laboratórios sentinelas de referência, que também terão sua produção ampliada.

…Leia na íntegra

Municípios receberão R$ 20,1 milhões para Piso da Atenção Básica

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 19 dez 2015

Tags:

BannerResenhaGeral_600x65px

Agência Brasil

atenção basicaO Ministério da Saúde editou Portaria, publicada em edição extra do Diário Oficial da União neste sábado, para habilitar municípios a receberem recursos referentes ao incremento temporário do Piso da Atenção Básica (PAB). Segundo quadro anexo à portaria, serão beneficiados 76 municípios, dos Estados do Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Ao todo, serão liberados R$ 20,108 milhões, a serem transferidos aos municípios em seis parcelas mensais. De acordo com a Portaria, os recursos referem-se à aplicação das emendas parlamentares para incremento temporário do Piso da Atenção Básica. Os recursos deverão ser aplicados para manutenção de ações da Atenção Básica.

…Leia na íntegra

Hospital de Base e Planserv são lembrados em reunião na Câmara Municipal

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 18 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

da Redação

Com informações e foto da Ascom/Câmara

Reunião Câmara

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Conquista, em reunião com os servidores da Secretaria Estadual de Saúde, ouviu relato das condições atuais do Hospital de Base e o aumento na contribuição mensal dos servidores ao Planserv. Participaram do encontro os vereadores Arlindo Rebouças (PROS), Cícero Custódio (PV), Juvêncio Amaral (PV) e Professor Cori (PT), e os servidores da Secretaria Estadual de Saúde e a diretora do Sindsaúde-BA, Mariene Ribeiro.

As condições desfavoráveis de trabalho do Hospital de Base foram registradas bem como a insatisfação dos servidores em relação ao aumento no valor pago pelos servidores ao Planserv. Segundo os servidores o aumento imposto foi excessivo e tornou o seu pagamento inviável. “Com o aumento o governo provoca exclusão do plano de saúde dos servidores da Bahia”, vem denunciando na Assembleia Legislativa o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB), que votou contra o aumento no Planserv.

Na reunião, os vereadores se comprometeram em realizar reunião com os deputados estaduais governistas na Assembleia Legislativa, Fabrício Falcão (PCdoB) e Zé Raimundo (PT), para tratar do aumento. “Os deputados da situação votaram a favor do aumento e a gente vai tentar sentar com os dois deputados”, disse Cícero Custódio (PV) que é o presidente da Comissão de Saúde da Casa.

A diretora do Sindsaúde-BA, Mariene Ribeiro, destacou o descompasso existente em relação ao aumento concedido pelo Governo do Estado aos servidores e no aumento aplicado nas mensalidades do Planserv. “O Governo deu um aumento pra gente de 5,91% e de repente aumenta de uma maneira que os funcionários estão tentando ir pro SAC e cancelar esse plano. É um absurdo”, disse ela.

Saude: Solla x Vilas-Boas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

da Redação

Foto montagem: Bocão News

Solla Vilas BoasO deputado federal, Jorge Solla (PT), ex-secretário estadual de Saúde, entrou de sola e rebateu o atual secretário Fábio Vilas-Boas. A reação de Solla foi devido as duras críticas do titular da Sesab, que abriu prazo de 6 meses para a atual diretora, Leninha, implementar a meta Maca Zero nos corredores daquela unidade hospitalar.

Em mensagem ao governador Rui Costa, Solla fez críticas a Vilas-Boas e saiu em defesa da direção do Hospital de Base.  “Caro Governador, vou direto ao assunto: temos tolerado toda a arrogância, prepotência e incompetência do preposto que o senhor colocou na Sesab para não prejudicar o projeto de nosso partido especialmente num momento tão delicado como este que estamos atravessando, mas não vai passar em branco a humilhação que este sujeito fez com Leninha e toda a equipe do Hospital Geral de Vitória da Conquista. Quem é ele para fazer isto com uma pessoa que tem a trajetória que ela tem?, disse Solla.

As farpas entre as duas autoridades têm sido constantes desde quando o governador Rui Costa (PT) nomeou Vilas-Boas. A preocupação do atual secretário é louvável. O Hospital de Base precisa melhorar o seu desempenho. O atual secretário tem toda razão em exigir o cumprimento de metas que possam indicar melhorias consideráveis evitando que os corredores possam servir de depósito de pacientes.

Meta impossível é dada aos diretores do Hospital de Base

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

A meta zero para macas nos corredores não será alcançada sem um melhor desempenho na Atenção Básica

MAcas Arquivo

Por ocasião da inauguração da Central de Material e Esterilização e de outros serviços – o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas reclamou das macas que ocupam os corredores do Hospital de Base e que deixam os pacientes em condições precárias de atendimento e susceptíveis a contrair infecção hospitalar.

Essa é uma realidade que se arrasta ao longo de muitos anos e sem nenhuma solução. Os gestores alegam que o hospital atende a uma gigantesca demanda regional e até pacientes do Norte de Minas Gerais.

O secretário sentenciou, e no auditório do hospital, chamou a atenção da direção com uma fala dura ao cobrar eficiência e abriu prazo de 6 meses sob pena de trocar os gestores. O secretário exige resolutividade no hospital com redução no tempo de internação para aumentar a capacidade de atendimento.

Meta impossível

Se a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, e a Prefeitura de Vitória da Conquista não aumentarem a capacidade de atendimento do PSF – Programa de Saúde da Família nenhum gestor baterá a metas estabelecida pelo secretário Fábio Vilas-Boas. A Atenção Básica necessita de mais equipes do PSF para reduzir a demanda hospitalar. A meta zero para macas nos corredores não será alcançada sem um melhor desempenho na Atenção Básica. Existem apenas 39 equipes de PSF e seriam necessárias pelo menos 70 equipes para atender a população de 350 mil habitantes da terceira maior cidade da Bahia. Outros fatores que agravaram a situação no HGVC foram as desativações  do Hospital Crescêncio Silveira, a Cupe – Clínica de Urgência Pediátrica (atendia 1.00 crianças por mês), e a privatização do Hospital Esaú Matos (perdeu resolutividade).

Secretário de Saúde ‘sai na bronca’ em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_2542O secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em sua primeira visita aos corredores superlotados
do Hospital de Base (26/01/2015)

O secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, esteve em Vitória da Conquista nessa sexta-feira (11) para inaugurar três novos serviços no Hospital de Base. Mas, o momento de festa e descerramento de faixas foi ofuscado pelo discurso, que teve mais o tom de bronca, desferido pelo secretário à direção do hospital e ao Governo Municipal.

Fabio deixou claro que não quer mais saber de macas nos corredores daquela unidade de saúde. Ele afirmou que o Governo do Estado está investindo no Hospital que ainda falta resolutividade da direção. Para tal, estipulou uma meta de que nenhuma maca esteja mais nos corredores até o fim do primeiro semestre de 2016. Falando direto com a diretora geral do hospital, enfermeira Marilene Ferraz, ele afirmou que o não cumprimento das metas levaria à sua substituição.

SC2_2985foto: Secom PMVC

Em seguida, o discurso foi ampliado aos demais ouvintes da platéia, composta por cerca de 30 coordenadores, chefes e servidores. “E isso vale para todo mundo. Até para o doutor Zezinho [José Antonio Fernandes Santos, supervisor médico do HGVC] e não importa que ele tenha sido meu monitor de citologia, se a meta não for cumprida ele sai”.

Sobrou até para o vice-prefeito Joás Meira, que representava o prefeito Guilherme Menezes no ato. Segundo o secretário, não adianta o prefeito pedir ao governador mais hospitais, pois as condições estariam sendo dadas para que o HGVC seja capaz de prestar o atendimento que se espera.

Nesta sexta, Fábio Vilas-Boas participou da entrega da ampliação da Central de Material e Esterilização (CME), com investimento de R$ 1,3 milhão, e do Serviço de Saúde Bucal dos pacientes com câncer. Uma Parceria Público-Privada (PPP) de Imagem (raio-x, mamografia e tomografia) também foi implantada no início do mês. O secretário de Saúde prometeu que um moderno tomógrafo chegará ao Hospital de Base em maio, além de dois Raios-X novos e uma ressonância magnética. Este último deve chegar até junho. Informações do Blog do Giorlando Lima

Povoado da Choça segue clamando por posto de saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1116A implantação de um posto de saúde continua sendo é uma das principais reivindicações dos moradores do povoado da Choça. No primeiro semestre deste ano, o presidente da Associação de Moradores do Povoado da Choça, Campo das Flores e Adjacências, Marcelo Brito, apontou que espera há quatro anos esperando a conclusão da licitação para a obra. E a espera continua.

“Em 2012 nos informaram que existia um processo de licitação e até hoje nada. Solicitamos uma reunião com a secretária de Saúde, Márcia Viviane, mas não obtivemos êxito”, detalhou Marcelo Brito na sessão ordinária da Câmara Municipal desta sexta-feira (11). Ele também informou que a comunidade identificou terrenos públicos e privados que podem ser doados para a implantação do posto de saúde. “O que está faltando? Quem pode nos responder? O povo está ansioso pela solução”, questionou.

O presidente da Associação ainda apontou os transtornos enfrentados pelos moradores da Choça para atendimento no SUS. “Mulheres grávidas para fazer o pré-natal; mães com recém-nascidos para fazer o teste do pezinho, tomar vacinas; idosos, hipertensos, diabéticos que precisam pegar seus medicamentos de uso contínuo; troca de curativos; marcação de exames”, exemplificou. Além disso, segundo ele, muitos procuram o posto da Lagoa das Flores, mas falta ônibus.

Secretaria de Saúde de Poções rebate nota da Prefeitura de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0610

A morte de um idoso dentro do Cemae de Vitória da Conquista continua gerando controvérsias. Um comunicado da Prefeitura de Vitória da Conquista sugere um ‘equívoco’ do motorista da ambulância de Poções como atenuante para que o estado do paciente evoluísse para morte. A nota causou um grande mal estar na Prefeitura de Poções, que aponta uma sequência de erros, incluindo em Vitória da Conquista, durante o atendimento ao senhor João Amaral.

Ao BLOG DA RESENHA GERAL, a coordenadora de Transporte da Secretaria Municipal de Saúde de Poções, Elisangela Silva, informou que querem culpar o motorista e inocentar várias pessoas da responsabilidade pelo erro no atendimento. “Houve erro de todas as partes. O motorista não deveria nem sair da cidade sem um acompanhante da área de saúde, mas infelizmente essas coisas acontecem. Mas estão querendo culpar o motorista por algo que poderia ser evitado com bom senso”, apontou Elisangela Silva.

“Nós já abrimos um processo de sindicância interna para apurar possíveis irregularidades. E já suspendemos o motorista até que o processo seja concluído. Mas deixamos claro que o Hospital São Lucas [onde o paciente estava internado] deve apurar porque um paciente em tratamento oncológico avançado foi liberado para consulta sem a companhia de um profissional de saúde. Também tem que apurar porque uma unidade de saúde [Cemae] não acionou o SAMU para encaminhar o paciente para uma unidade de referência, já que sabiam que o paciente estava em tratamento”, concluiu a coordenadora de Transportes da Secretaria de Saúde.

Confira abaixo a versão apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde de Poções sobre a série de erros que terminou com a morte do senhor João Amaral dentro do Cemae: …Leia na íntegra

Prefeitura levanta hipótese que equívoco em ambulância teria provocado morte de idoso no Cemae

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_0610

A Prefeitura de Vitória da Conquista emitiu nota de esclarecimento sobre a morte de um idoso dentro do Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae), nessa quinta-feira (10). João Amaral, de 61 anos, saiu da cidade de Poções para realizar uma consulta em Conquista e, devido a um ‘equívoco’ de locais, morreu sem receber atendimento.

No comunicado, a Prefeitura levanta a hipótese de que a demora da ambulância de Poções em retornar para encaminhar o paciente ao local correto teria contribuído para o óbito de seu João Amaral. A nota também aponta que todo o atendimento possível foi dado ao idoso dentro do Cemae.

Confira a nota:

Nesta quinta-feira, 10, o paciente João Amaral, de 61 anos, foi deixado, por uma ambulância do município de Poções, no Cemae, por engano. Como o paciente estava acamado, teve prioridade no atendimento; ocasião em que foi detectado o equívoco. Neste intervalo de tempo, o paciente teve uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito por volta das 15h.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a equipe técnica do Cemae realizou protocolo de reanimação, ao mesmo tempo em que acionou o Samu 192. O Serviço Móvel de Urgência prontamente enviou a unidade de suporte avançado para atender a ocorrência, dando prosseguimento ao protocolo de reanimação. Infelizmente não teve sucesso, vindo o paciente a óbito natural assistido e presenciado, inclusive pela pessoa que o acompanhava, Jurandir Novaes de Oliveira, 52. “Na hora que ele estava dando a parada todo mundo deu assistência, chamaram o Samu, que veio, tentou reanimar, mas era tarde”, disse o acompanhante.

Segundo informações de seu Jurandir a consulta estava agendada para o Hospital Afrânio Peixoto. “Quando o rapaz falou que o atendimento não era aqui, ligamos para o motorista para nos pegar e levar para o hospital porque a recepcionista ligou dizendo que o aguardava para ser atendido, pois o médico já estava lá. Só que o motorista alegou que seu expediente já estava vencido e que ia mandar outra ambulância”, contou o acompanhante.

Uma ambulância menor foi enviada pela Prefeitura de Poções no início da tarde, mas não teve condições de levar o paciente, que estava numa maca. A ambulância apropriada só chegou próximo às 16h, quando o paciente já havia falecido. O Cemae entrou em contato com o Hospital de Poções e foi informado que o mesmo enviou uma funerária para fazer o traslado do corpo.