Brasil vai enfrentar 1º verão com dengue, chikungunya e Zika

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 20 dez 2015

Tags:, , ,

Agência Brasil



aedes_aegyptiPela primeira vez, o verão brasileiro terá circulação de três tipos de vírus transmitidos pelo Aedes aegypti. Dengue, febre chikungunya e Zika são doenças com sintomas parecidos, sem tratamento específico e com consequências distintas. Até abril deste ano, não havia casos de Zika registrados no Brasil.

Para a coordenadora do Comitê de Virologia Clínica da Sociedade Brasileira de Infectologia, Nancy Bellei, o controle de focos do mosquito será imperativo durante a estação, que começa nesta segunda-feira, 21.

Em entrevista à Agência Brasil, Nancy lembrou que o aumento de casos de infecção pelos três tipos de vírus durante o verão é esperado por causa de características biológicas do Aedes aegypti. Os ovos do mosquito, segundo ela, podem sobreviver por até um ano e, cinco ou seis dias após a primeira chuva, já formam novos insetos. “No verão, chove mais e o clima ajuda, já que a temperatura ideal para o mosquito é entre 30 a 32 graus Celsius”.

…Leia na íntegra

Atenção Básica não avança em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 20 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

atencao_basicaRecentemente o secretário Fábio Vilas-Boas (Saúde) estabeleceu meta para o Hospital de Base em Vitória da Conquista. Com ameaça de mudar a direção ‘não quero saber quem nomeou’, cobrou a meta Maca Zero nos corredores do HGVC. Para que o desafio do secretário possa obter êxito torna-se necessários que a Prefeitura faça a sua parte (importante) melhorando a Atenção Básica.

A cidade possui na atualidade, dados do FNS – Fundo Nacional de Saúde, apenas 42 equipes. Na era Jorge Solla, logo no início no final da década de 90, já existiam 33 equipes com recursos do governo Fernando Henrique Cardoso. Significa que nos governos de Lula e Dilma a cidade só conseguiu mais 9 equipes.

Com o exemplo que vem de Salvador, na administração da Prefeitura da capital, o prefeito ACM Neto (DEM), que saltou de 104 para 217 equipes do PSF com mais agentes, demonstra que com  uma boa gestão é possível. A cobertura do programa em Salvador, que precisa continuar crescendo, atinge 40% da população. Em Vitória da Conquista, a baixíssima cobertura do PSF chega apenas a 26% da população atendida. Os dados desoladores são do FNS.

Dezesseis laboratórios fazem diagnóstico do Zika no país

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 19 dez 2015

Tags:

Agência Brasil

650x375_laboratorio_1593800O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira, 18 que capacitou mais 11 laboratórios públicos para fazer o diagnóstico de infecção pelo vírus Zika. Até então, apenas cinco unidades de referência faziam esse tipo de exame em todo o país.

A técnica utilizada pela pasta para diagnóstico é o PCR (Biologia Molecular). A expectativa do governo é que, nos próximos dois meses, a tecnologia seja transferida para mais 11 laboratórios, totalizando 27 unidades preparadas para analisar 400 amostras por mês de casos suspeitos de Zika.

Atualmente, os exames podem ser feitos em laboratórios centrais dos seguintes estados: Bahia, Amazonas, Alagoas, Goiás, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Sergipe, Rio Grande do Norte e Distrito Federal, além dos laboratórios sentinelas de referência, que também terão sua produção ampliada.

…Leia na íntegra

Municípios receberão R$ 20,1 milhões para Piso da Atenção Básica

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 19 dez 2015

Tags:

BannerResenhaGeral_600x65px

Agência Brasil

atenção basicaO Ministério da Saúde editou Portaria, publicada em edição extra do Diário Oficial da União neste sábado, para habilitar municípios a receberem recursos referentes ao incremento temporário do Piso da Atenção Básica (PAB). Segundo quadro anexo à portaria, serão beneficiados 76 municípios, dos Estados do Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Ao todo, serão liberados R$ 20,108 milhões, a serem transferidos aos municípios em seis parcelas mensais. De acordo com a Portaria, os recursos referem-se à aplicação das emendas parlamentares para incremento temporário do Piso da Atenção Básica. Os recursos deverão ser aplicados para manutenção de ações da Atenção Básica.

…Leia na íntegra

Hospital de Base e Planserv são lembrados em reunião na Câmara Municipal

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 18 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

da Redação

Com informações e foto da Ascom/Câmara

Reunião Câmara

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Conquista, em reunião com os servidores da Secretaria Estadual de Saúde, ouviu relato das condições atuais do Hospital de Base e o aumento na contribuição mensal dos servidores ao Planserv. Participaram do encontro os vereadores Arlindo Rebouças (PROS), Cícero Custódio (PV), Juvêncio Amaral (PV) e Professor Cori (PT), e os servidores da Secretaria Estadual de Saúde e a diretora do Sindsaúde-BA, Mariene Ribeiro.

As condições desfavoráveis de trabalho do Hospital de Base foram registradas bem como a insatisfação dos servidores em relação ao aumento no valor pago pelos servidores ao Planserv. Segundo os servidores o aumento imposto foi excessivo e tornou o seu pagamento inviável. “Com o aumento o governo provoca exclusão do plano de saúde dos servidores da Bahia”, vem denunciando na Assembleia Legislativa o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB), que votou contra o aumento no Planserv.

Na reunião, os vereadores se comprometeram em realizar reunião com os deputados estaduais governistas na Assembleia Legislativa, Fabrício Falcão (PCdoB) e Zé Raimundo (PT), para tratar do aumento. “Os deputados da situação votaram a favor do aumento e a gente vai tentar sentar com os dois deputados”, disse Cícero Custódio (PV) que é o presidente da Comissão de Saúde da Casa.

A diretora do Sindsaúde-BA, Mariene Ribeiro, destacou o descompasso existente em relação ao aumento concedido pelo Governo do Estado aos servidores e no aumento aplicado nas mensalidades do Planserv. “O Governo deu um aumento pra gente de 5,91% e de repente aumenta de uma maneira que os funcionários estão tentando ir pro SAC e cancelar esse plano. É um absurdo”, disse ela.

Saude: Solla x Vilas-Boas

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

da Redação

Foto montagem: Bocão News

Solla Vilas BoasO deputado federal, Jorge Solla (PT), ex-secretário estadual de Saúde, entrou de sola e rebateu o atual secretário Fábio Vilas-Boas. A reação de Solla foi devido as duras críticas do titular da Sesab, que abriu prazo de 6 meses para a atual diretora, Leninha, implementar a meta Maca Zero nos corredores daquela unidade hospitalar.

Em mensagem ao governador Rui Costa, Solla fez críticas a Vilas-Boas e saiu em defesa da direção do Hospital de Base.  “Caro Governador, vou direto ao assunto: temos tolerado toda a arrogância, prepotência e incompetência do preposto que o senhor colocou na Sesab para não prejudicar o projeto de nosso partido especialmente num momento tão delicado como este que estamos atravessando, mas não vai passar em branco a humilhação que este sujeito fez com Leninha e toda a equipe do Hospital Geral de Vitória da Conquista. Quem é ele para fazer isto com uma pessoa que tem a trajetória que ela tem?, disse Solla.

As farpas entre as duas autoridades têm sido constantes desde quando o governador Rui Costa (PT) nomeou Vilas-Boas. A preocupação do atual secretário é louvável. O Hospital de Base precisa melhorar o seu desempenho. O atual secretário tem toda razão em exigir o cumprimento de metas que possam indicar melhorias consideráveis evitando que os corredores possam servir de depósito de pacientes.

Meta impossível é dada aos diretores do Hospital de Base

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 13 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

A meta zero para macas nos corredores não será alcançada sem um melhor desempenho na Atenção Básica

MAcas Arquivo

Por ocasião da inauguração da Central de Material e Esterilização e de outros serviços – o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas reclamou das macas que ocupam os corredores do Hospital de Base e que deixam os pacientes em condições precárias de atendimento e susceptíveis a contrair infecção hospitalar.

Essa é uma realidade que se arrasta ao longo de muitos anos e sem nenhuma solução. Os gestores alegam que o hospital atende a uma gigantesca demanda regional e até pacientes do Norte de Minas Gerais.

O secretário sentenciou, e no auditório do hospital, chamou a atenção da direção com uma fala dura ao cobrar eficiência e abriu prazo de 6 meses sob pena de trocar os gestores. O secretário exige resolutividade no hospital com redução no tempo de internação para aumentar a capacidade de atendimento.

Meta impossível

Se a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, e a Prefeitura de Vitória da Conquista não aumentarem a capacidade de atendimento do PSF – Programa de Saúde da Família nenhum gestor baterá a metas estabelecida pelo secretário Fábio Vilas-Boas. A Atenção Básica necessita de mais equipes do PSF para reduzir a demanda hospitalar. A meta zero para macas nos corredores não será alcançada sem um melhor desempenho na Atenção Básica. Existem apenas 39 equipes de PSF e seriam necessárias pelo menos 70 equipes para atender a população de 350 mil habitantes da terceira maior cidade da Bahia. Outros fatores que agravaram a situação no HGVC foram as desativações  do Hospital Crescêncio Silveira, a Cupe – Clínica de Urgência Pediátrica (atendia 1.00 crianças por mês), e a privatização do Hospital Esaú Matos (perdeu resolutividade).

Secretário de Saúde ‘sai na bronca’ em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 12 dez 2015

Tags:, , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_2542O secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em sua primeira visita aos corredores superlotados
do Hospital de Base (26/01/2015)

O secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, esteve em Vitória da Conquista nessa sexta-feira (11) para inaugurar três novos serviços no Hospital de Base. Mas, o momento de festa e descerramento de faixas foi ofuscado pelo discurso, que teve mais o tom de bronca, desferido pelo secretário à direção do hospital e ao Governo Municipal.

Fabio deixou claro que não quer mais saber de macas nos corredores daquela unidade de saúde. Ele afirmou que o Governo do Estado está investindo no Hospital que ainda falta resolutividade da direção. Para tal, estipulou uma meta de que nenhuma maca esteja mais nos corredores até o fim do primeiro semestre de 2016. Falando direto com a diretora geral do hospital, enfermeira Marilene Ferraz, ele afirmou que o não cumprimento das metas levaria à sua substituição.

SC2_2985foto: Secom PMVC

Em seguida, o discurso foi ampliado aos demais ouvintes da platéia, composta por cerca de 30 coordenadores, chefes e servidores. “E isso vale para todo mundo. Até para o doutor Zezinho [José Antonio Fernandes Santos, supervisor médico do HGVC] e não importa que ele tenha sido meu monitor de citologia, se a meta não for cumprida ele sai”.

Sobrou até para o vice-prefeito Joás Meira, que representava o prefeito Guilherme Menezes no ato. Segundo o secretário, não adianta o prefeito pedir ao governador mais hospitais, pois as condições estariam sendo dadas para que o HGVC seja capaz de prestar o atendimento que se espera.

Nesta sexta, Fábio Vilas-Boas participou da entrega da ampliação da Central de Material e Esterilização (CME), com investimento de R$ 1,3 milhão, e do Serviço de Saúde Bucal dos pacientes com câncer. Uma Parceria Público-Privada (PPP) de Imagem (raio-x, mamografia e tomografia) também foi implantada no início do mês. O secretário de Saúde prometeu que um moderno tomógrafo chegará ao Hospital de Base em maio, além de dois Raios-X novos e uma ressonância magnética. Este último deve chegar até junho. Informações do Blog do Giorlando Lima

Povoado da Choça segue clamando por posto de saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

IMG_1116A implantação de um posto de saúde continua sendo é uma das principais reivindicações dos moradores do povoado da Choça. No primeiro semestre deste ano, o presidente da Associação de Moradores do Povoado da Choça, Campo das Flores e Adjacências, Marcelo Brito, apontou que espera há quatro anos esperando a conclusão da licitação para a obra. E a espera continua.

“Em 2012 nos informaram que existia um processo de licitação e até hoje nada. Solicitamos uma reunião com a secretária de Saúde, Márcia Viviane, mas não obtivemos êxito”, detalhou Marcelo Brito na sessão ordinária da Câmara Municipal desta sexta-feira (11). Ele também informou que a comunidade identificou terrenos públicos e privados que podem ser doados para a implantação do posto de saúde. “O que está faltando? Quem pode nos responder? O povo está ansioso pela solução”, questionou.

O presidente da Associação ainda apontou os transtornos enfrentados pelos moradores da Choça para atendimento no SUS. “Mulheres grávidas para fazer o pré-natal; mães com recém-nascidos para fazer o teste do pezinho, tomar vacinas; idosos, hipertensos, diabéticos que precisam pegar seus medicamentos de uso contínuo; troca de curativos; marcação de exames”, exemplificou. Além disso, segundo ele, muitos procuram o posto da Lagoa das Flores, mas falta ônibus.

Secretaria de Saúde de Poções rebate nota da Prefeitura de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_0610

A morte de um idoso dentro do Cemae de Vitória da Conquista continua gerando controvérsias. Um comunicado da Prefeitura de Vitória da Conquista sugere um ‘equívoco’ do motorista da ambulância de Poções como atenuante para que o estado do paciente evoluísse para morte. A nota causou um grande mal estar na Prefeitura de Poções, que aponta uma sequência de erros, incluindo em Vitória da Conquista, durante o atendimento ao senhor João Amaral.

Ao BLOG DA RESENHA GERAL, a coordenadora de Transporte da Secretaria Municipal de Saúde de Poções, Elisangela Silva, informou que querem culpar o motorista e inocentar várias pessoas da responsabilidade pelo erro no atendimento. “Houve erro de todas as partes. O motorista não deveria nem sair da cidade sem um acompanhante da área de saúde, mas infelizmente essas coisas acontecem. Mas estão querendo culpar o motorista por algo que poderia ser evitado com bom senso”, apontou Elisangela Silva.

“Nós já abrimos um processo de sindicância interna para apurar possíveis irregularidades. E já suspendemos o motorista até que o processo seja concluído. Mas deixamos claro que o Hospital São Lucas [onde o paciente estava internado] deve apurar porque um paciente em tratamento oncológico avançado foi liberado para consulta sem a companhia de um profissional de saúde. Também tem que apurar porque uma unidade de saúde [Cemae] não acionou o SAMU para encaminhar o paciente para uma unidade de referência, já que sabiam que o paciente estava em tratamento”, concluiu a coordenadora de Transportes da Secretaria de Saúde.

Confira abaixo a versão apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde de Poções sobre a série de erros que terminou com a morte do senhor João Amaral dentro do Cemae: …Leia na íntegra

Prefeitura levanta hipótese que equívoco em ambulância teria provocado morte de idoso no Cemae

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_0610

A Prefeitura de Vitória da Conquista emitiu nota de esclarecimento sobre a morte de um idoso dentro do Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae), nessa quinta-feira (10). João Amaral, de 61 anos, saiu da cidade de Poções para realizar uma consulta em Conquista e, devido a um ‘equívoco’ de locais, morreu sem receber atendimento.

No comunicado, a Prefeitura levanta a hipótese de que a demora da ambulância de Poções em retornar para encaminhar o paciente ao local correto teria contribuído para o óbito de seu João Amaral. A nota também aponta que todo o atendimento possível foi dado ao idoso dentro do Cemae.

Confira a nota:

Nesta quinta-feira, 10, o paciente João Amaral, de 61 anos, foi deixado, por uma ambulância do município de Poções, no Cemae, por engano. Como o paciente estava acamado, teve prioridade no atendimento; ocasião em que foi detectado o equívoco. Neste intervalo de tempo, o paciente teve uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito por volta das 15h.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a equipe técnica do Cemae realizou protocolo de reanimação, ao mesmo tempo em que acionou o Samu 192. O Serviço Móvel de Urgência prontamente enviou a unidade de suporte avançado para atender a ocorrência, dando prosseguimento ao protocolo de reanimação. Infelizmente não teve sucesso, vindo o paciente a óbito natural assistido e presenciado, inclusive pela pessoa que o acompanhava, Jurandir Novaes de Oliveira, 52. “Na hora que ele estava dando a parada todo mundo deu assistência, chamaram o Samu, que veio, tentou reanimar, mas era tarde”, disse o acompanhante.

Segundo informações de seu Jurandir a consulta estava agendada para o Hospital Afrânio Peixoto. “Quando o rapaz falou que o atendimento não era aqui, ligamos para o motorista para nos pegar e levar para o hospital porque a recepcionista ligou dizendo que o aguardava para ser atendido, pois o médico já estava lá. Só que o motorista alegou que seu expediente já estava vencido e que ia mandar outra ambulância”, contou o acompanhante.

Uma ambulância menor foi enviada pela Prefeitura de Poções no início da tarde, mas não teve condições de levar o paciente, que estava numa maca. A ambulância apropriada só chegou próximo às 16h, quando o paciente já havia falecido. O Cemae entrou em contato com o Hospital de Poções e foi informado que o mesmo enviou uma funerária para fazer o traslado do corpo.

Governo lançará cartilha para conscientizar alunos no combate ao Aedes Aegypti

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde | Data: 11 dez 2015

Tags:, , , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

Da Redação

No próximo ano letivo, o Governo da Bahia deverá lançar uma cartilha para para conscientizar alunos da Rede Estadual de Ensino no combate ao Aedes Aegypti. A ação faz parte de uma força tarefa conjunta entre as Secretarias de Educação e de Saúde.

IMG_4578Foto: Renata Farias – Bahia Notícias

O material contará com informações sobre a Dengue, Zika e Chikungunya, doenças que são transmitidas pelo mosquito. A ideia é que crianças e jovens sejam multiplicadores da luta contra o Aedes Aegypti. No entanto, além deles, toda a sociedade tem que estar envolvida nessa causa, já que as consequências da proliferação do mosquito atinge a todos.

Além dessa, outras ações devem ser promovidas pelo Governo nos próximo dias para evitar que que a infestação do mosquito Aedes Aegypti se torne ainda mais grave a partir de fevereiro de 2016.

Idoso morre durante espera por atendimento em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 10 dez 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
fotos: Rafael Gusmão

DSC_0610

Na tarde desta quinta-feira (10), um idoso, morador do município de Poções, morreu esperando por atendimento em Vitória da Conquista. O senhor João Amaral, de 61 anos, passou por duas unidades de saúde antes de morrer no Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae). A confusão, que terminou com a morte do idoso, começou logo cedo, quando ele foi trazido de Poções, onde estava internado, para uma consulta neurológica.

IMG-20151210-WA0010Segundo as informações apuradas pelo BLOG DA RESENHA GERAL, seu João deveria ter passado por atendimento no Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas) da Uesb, no dia 3 deste mês, porém, ao que consta, a consulta não ocorreu. Somente hoje, o idoso foi trazido para Conquista no intuito de realizar a consulta, sem que houvesse marcação.

Funcionários do Cemae informaram que foi comunicado à Secretaria de Saúde de Poções que a consulta não poderia ocorrer, pois não era dia de atendimento de neurologista na unidade. Infelizmente, a ambulância daquele município que trouxe seu João demorou a retornar e o paciente veio a óbito.

Ainda segundo os relatos dos funcionários do Cemae foi cogitado o encaminhamento de seu João a um hospital para atendimento de emergência, já que ele apresentava mudança de cor e na unidade não há equipamentos para o procedimento. Seu João era diabético e estava há cerca de 10 horas sem se alimentar.

*Atualizado às 18h06, de 10/12/2015

 

Microcefalia: obstetra diz que não é momento de pânico

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 09 dez 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0606Médico obstetra Clodoaldo Cadete diz que medo da microcefalia não pode impedir
as mulheres de terem filhos

O crescente avanço de casos da microcefalia causado pelo zika vírus tem criado um enorme pânico nas gestantes. Nas consultas de pré-natal o assunto virou o principal tema das conversas entre médico e mães. Devido a esse medo entre as gestantes e àquelas mulheres que planejam ter filhos, o BLOG DA RESENHA GERAL procurou o médico obstetra Clodoaldo Cadete, especialista em diagnósticos de doenças que possam afligir fetos, para falar sobre o assunto.

Segundo o médico, as mães que chegam ao seu consultório para fazer a ultrassonografia estão mais preocupas em saber o tamanho do cérebro da criança. “O sexo e o tamanho do bebê ficam para depois. E é compreensiva essa preocupação, porque estamos vivendo uma epidemia”, diz Dr. Cadete, que também faz uma ressalva: “Mas não é momento de pânico, é momento de preocupação e vigilância”.

Ele aponta que muito dificilmente o mosquito aedes aegypti, transmissor do zika vírus, dengue e chikungunya, será eliminado ou uma vacina segura será lançada em curto prazo. “O que nós podemos fazer agora é aumentar a vigilância e combater o mosquito no nosso bairro: eliminando potenciais criadouros do mosquito, onde acumule água, e às gestantes o conselho é utilizarem repelentes (mas não em excesso, porque irrita a pele) e roupas que diminua as áreas do corpo onde o aedes aegypti possa picar”, indica Dr. Cadete.

Quanto àquelas mulheres que querem ter um filho e está com medo, o médico garante que não é necessário adiar os planos. “Tem muita mulher preocupada, pensando em adiar a gravidez, o que eu não aconselho, porque são futuras mães que podem estar com idade próxima ou acima dos 30 anos e não podem esperar tanto tempo, já que não sabemos quando essa epidemia irá passar”, explica.

Para tranquilizar esse grupo de futuras mamães, o especialista aponta que, apesar da epidemia, nenhum caso foi registrado em Vitória da Conquista e que a probabilidade de transmissão para o feto é pequena. “Segundo os dados que eu tenho, a microcefalia causada pela zika vírus atinge apenas 0,8% das mulheres grávidas. Destas, as chances de que o vírus atinja o feto e provoque a microcefalia é ainda menor: 0,25%”, conclui o obstetra Clodoaldo Cadete.

Ouça a entrevista concedida pelo obstetra Clodoaldo Cadete à repórter Mônica Cajaíba:

Bahia já registrou 180 casos de microcefalia

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 08 dez 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

microcefalia

A Bahia tem 180 casos notificados de microcefalia, aponta o novo boletim epidemiológico divulgado na manhã desta terça-feira (8), pelo Ministério da Saúde. O número é 20% maior do que o divulgado na segunda (7), pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), que foi de 150 casos até o dia 3 de dezembro.

O estado tem o terceiro maior número de casos suspeitos do Brasil, ficando atrás de Pernambuco (804) e Paraíba (316). O ministério divulgou também que foram registrados 19 mortes notificadas, sendo duas delas na Bahia. O Rio Grande do Norte é o estado com maior número de óbitos, com sete registrados.

Em todo o Brasil, são 1.761 casos notificados em 422 municípios de 14 estados. O número já é 41,1% maior em relação ao divulgado no terceiro boletim, no último dia 30 de novembro, quando o ministério anunciou 1.248 casos notificados em 311 municípios de 14 unidades da federação. Informações A Tarde

Brasil tem 44,3% das crianças com até 14 anos vivendo sem esgoto em casa

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 06 dez 2015

Tags:,

Agência Brasil

criança no esgotoO Brasil ainda tem 44,3% das crianças e adolescentes até 14 anos de idade crescendo em residências sem esgotamento sanitário ou fossa séptica. Ou seja, quase metade das crianças brasileiras nessa faixa etária vive em condição de maior exposição ao risco de doenças, segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2015 divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O abastecimento de água de rede não chega a 18% das crianças de 0 a 14 anos, enquanto a coleta de lixo ainda não atende a 13,6% delas. O total de crianças e adolescentes dessa idade que vivem sob as três formas de saneamento inadequado simultaneamente – sem esgoto, sem água nem coleta de lixo – é de 9,6%, segundo os dados apurados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2014.

…Leia na íntegra

Produção de repelente aumenta 200% com casos de zika e dengue

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Brasil, Saúde | Data: 06 dez 2015

Tags:, ,

Estado de São Paulo

repelenteCom a epidemia de dengue e a explosão de casos de microcefalia relacionados ao zika vírus, o laboratório fabricante do repelente considerado o mais efetivo no combate ao mosquito Aedes aegypti aumentou em 200% a produção do item entre 2014 e 2015 e já prevê a necessidade de novo planejamento do processo de fabricação frente à ameaça de disseminação da zika para todos os Estados brasileiros.

“A alta na demanda já vem do início do ano, por causa da epidemia de dengue. Chegamos a ter problemas no fornecimento. Com base nisso, refizemos nosso planejamento para produzir 200% a mais para esse verão. Mas, desde a confirmação do Ministério da Saúde de que há relação entre zika e microcefalia, nossa demanda cresceu ainda mais e estamos aumentando nossa produção”, conta Paulo Castejón Guerra Vieira, presidente do laboratório Osler no Brasil, produtor do repelente Exposis.

…Leia na íntegra

Sinal vermelho na Saúde em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Bahia, Saúde, Vit. da Conquista | Data: 05 dez 2015

Tags:, , ,

da Redação

Saude Pública BBO vermelho não está somente na cor do novo fardamento dos Agentes Comunitários de Saúde em Vitória da Conquista. A última medida da Prefeitura, que a partir da próxima segunda-feira (7), que as Unidades de Saúde da Família terão de funcionar apenas das 7 horas às 13 horas, vai agravar a péssima qualidade do atendimento de Saúde no município.

A Prefeitura com essa infeliz e absurda iniciativa demonstra desconhecimento, ou assume deliberadamente o risco do agravamento da situação do atendimento nos hospitais públicos e conveniados da cidade. As Unidades de Saúde da Família funcionam como uma estratégia de reduzir a pressão que sofre os hospitais.

Quando a administração apresenta como notícia a mudança da cor do uniforme dos Agendes de Saúde, além de repetir a história do fardamento do alunado das escolas municipais, que fracassou, demonstra que não consegue avançar para melhorar o SUS na cidade. Praticamente as equipes implantadas (33),  ainda no governo de Fernando Henrique Cardosos, permanecem. Apenas  6 foram criadas nos governos Lula/Dilma.

Atenção Básica

A atenção básica forte e resolutiva gera uma maior economia por reduzir a demanda hospitalar e as internações. Com essa medida a Prefeitura abandona o bom senso e submete as pessoas que dependem do sistema ao abandono e sofrimento.

Prefeitura diz que redução no horário das USF minimizará corte de repasses da Saúde

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 04 dez 2015

Tags:, , , ,

BannerResenhaGeral_600x65px

por Mateus Novais

SC1_5386

Como já havia sido antecipado pelo BLOG DA RESENHA GERAL, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista confirmou a redução no horário de atendimentos das Unidades de Saúde da Família da zona urbana. Segundo a Administração Municipal, “a medida é parte de um mecanismo de ajuste interno para minimizar o impacto da redução no repasse de recursos do Governo Federal para a área da Saúde”.

A redução de duas horas no horário de atendimento à população não implicará na redução dos serviços ofertados nas unidades. As consultas e demais atividades realizadas pelas equipes de saúde terão seus horários reajustados para que os serviços que já estão agendados para este mês aconteçam sem nenhum prejuízo para o usuário da unidade.

A partir de segunda-feira (7), as 16 Unidades de Saúde da Família da zona urbana e a Central de Regulação de Consultas e Procedimentos que, atualmente funcionam de segunda a sexta-feira (das 8h às 12h e das 14h às 17h), durante o mês de dezembro, funcionarão das 7h às 13h. Os demais serviços de saúde permanecerão com o mesmo horário de atendimento.

Confira a Lista de Unidades que funcionarão em novo horário. Para mais informações, os usuários devem entrar em contato com a sua Unidade de Saúde ou com o seu agente comunitário.

Agora é vermelho

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 04 dez 2015

Tags:, ,

nov_25_pel_banner_site_resenha_feirao_aquitemnegocio_582x65px_jean

da Redação

FArdamentofoto: divulgação – Secom PMVC

A Prefeitura de Vitória da Conquista continua atuando em modificações do fardamento para tentar mudar o péssimo desempenho do Governo. Após desastrosa experiência em mudar o fardamento dos alunos das escolas municipais, implantando o famigerado chip de mais de R$ 1,2 milhão, exibe no seu site, o novo fardamento na cor vermelha da equipe dos agentes comunitários de saúde.

A grande ‘novidade’ que mereceu destaque no site foi elogiado pela coordenadora estadual do Sindicato dos Agentes: “Foi uma vitória, uma conquista muito grande”, Rita Suzana Silva.

O fardamento na cor vermelha deve significar que a qualidade dos serviços prestados na cidade continua no VERMELHO. Melhor que mudar a cor do fardamento seria aumentar a quantidade das equipes do PSF. Atualmente a cidade é atendida apenas com 39 equipes. No tempo de José Serra, como Ministro da Saúde, já eram 33 equipes. O crescimento das equipes está longe de acompanhar o crescimento populacional da terceira maior cidade da Bahia.