Regularização do transporte alternativo: começa levantamento de interesse

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 12 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação

A Prefeitura de Vitória da Conquista deu início, nesta segunda (12), ao levantamento de interesse para quem pretende pleitear uma vaga de permissionário no Serviço de Transporte Seletivo Complementar (STSC). Até a próxima quarta-feira (14), os proprietários de vans interessados podem se cadastrar.

Além de preencher a ficha de cadastro, na oportunidade, os interessados apresentar cópias do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do comprovante de residência do condutor.Com esse processo, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, por meio da Coordenação de Transporte Público,  espera  verificar o perfil e a quantidade de interessados em ingressar no Sistema.

A ideia, com esse levantamento, é fazer um estudo minucioso para conhecer a oferta do serviço em Vitória da Conquista. Assim, essa é a primeira etapa para a possível regularização do transporte alternativo na cidade.

Sindicato dos Rodoviários irá ao Tribunal Superior do Trabalho para resolver impasse com a Cidade Verde

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 07 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação


Depois de mais de 40 dias, o transporte público em Vitória da Conquista voltou à sua normalidade. Isto, porque chegaram ao fim, na última semana, as paralisações dos funcionários da Empresa Cidade Verde. Agora, para resolver o impasse o Sindicato dos Rodoviários promete ir ao Tribunal Superior do Trabalho.

O Sindicato da categoria, os funcionários pedem 16% de aumento do salário, aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

No entanto, a Cidade Verde ofereceu reajuste salarial de 4,55% para motoristas e cobradores, ou seja, eles passarão a receber, respectivamente, R$ 1.780,75 e R$ 1.1019,52. O vale-refeição passou de R$ 280 para R$ 292,88.

O Sindicato, por sua vez, quer que a Cidade Verde pague aos seus funcionários o mesmo valor concedido pela Viação Vitória.Em maio, a empresa concedeu aumento de 6%, fracionados em 5% (cinco por cento) de imediato e 1% (um por cento) para o quinto dia útil do mês de setembro. Também foi proposto,aumento no ticket alimentação para o valor de R$ 350,00.

Prefeitura realiza levantamento de interesse do Serviço de Transporte Seletivo Complementar

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 06 jun 2017

Tags:, ,

Da Redação


A Secretaria de Mobilidade Urbana de Vitória da Conquista, por meio da Coordenação de Transporte Público, realizará um levantamento de interessados em pleitear uma vaga de permissionário no Serviço de Transporte Seletivo Complementar (STSC). A proposta é que, a partir desse levantamento, a Prefeitura possa conhecer a oferta existente dentro do município para, posteriormente, abrir uma licitação do serviço.

Esta é uma etapa importante para a regulamentação do transporte feito por vans. Além disso, conforme a própria Secretaria, o procedimento torna o processo mais democrático, como também facilita o entendimento da situação e o acesso à informação para os vanzeiros interessados.

Os interessados poderão se cadastrar de 12 a 14 de junho, das 14h às 17h30, na Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, localizada na Avenida Bartolomeu de Gusmão, nº 744, bairro Jurema. Para participar do levantamento, basta entregar o formulário preenchido anexando uma cópia do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do comprovante de residência do condutor.

Paralisação dos rodoviários da Cidade Verde pode acabar na próxima terça

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Na próxima terça (9),  será realizada uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, para definir a situação da Cidade Verde Transportes com os seus funcionários. A depender do que for decidido na audiência, a paralisação dos rodoviários da empresa pode chegar ao fim.

Desde o dia 24 de abril, os rodoviários da Cidade Verde estão de greve. Os ônibus das empresa só estão circulando normalmente nos horários de pico, no restante do dia, somente 20% da frota está operando. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o estado de greve foi deflagrado, porque a empresa abandonou as negociações referentes ao reajuste salarial.

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Viação Vitória

No último sábado (6), o Sindicato da categoria aceitou a nova proposta apresentada pela empresa Viação Vitória. Durante assembleia, foi aprovado reajuste salarial de 6%, fracionados em 5% de imediato, valendo para o dia primeiro de maio, e 1% para o quinto dia útil do mês de setembro do referido ano. Também foi proposto aumento no ticket alimentação, para o valor de R$ 350,00.

Ainda conforme o Sindicato, as demais clausulas, como plano de saúde e prêmio de férias, serão discutidas no dia 10 de maio.

Impasse entre rodoviários e empresas do transporte municipal segue causando transtorno à população

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 02 maio 2017

Tags:, , , ,

Da Redação


Desde o dia 18 de abril, os usuários do transporte coletivo de Vitória da Conquista vêm enfrentando uma série de transtornos. Por conta da negociação por reajuste salarial, os ônibus que atendem a cidade estão funcionando em horários alternativos, com apenas uma pequena parte da frota.

Após quase uma semana realizando paralisações pontuais, os rodoviários da empresa Viação Cidade Verde decretaram greve por tempo indeterminado no dia 25 de abril, em reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho. O comunicado foi feito pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintravc), sob a justificativa de que os diretores da empresa não participaram da reunião agendada para o dia 24, nem apresentaram propostas de reajuste salarial.

A empresa, porém, alega que foi o próprio sindicato que se distanciou das negociações. Diante do impasse, as atividades dos funcionários da Cidade Verde estão parcialmente suspensas.  Segundo o sindicato, apenas 20% do quadro de funcionários está sendo mantido, que possui cerca de 80 funcionários. Ainda conforme o sindicato, “por consideração à população”, nos horários pico, que compreendem o período de 5h às 8h e 17h às 19h, todo o efetivo está mantido.

Já os rodoviários da Viação Vitória resolveram voltar às atividades nesta terça-feira (2) após terem cruzado os braços na última quinta-feira (27), quando entraram em greve. De acordo com o sindicato da categoria, os funcionários da Vitória decidiram voltar ao trabalho após a empresa se comprometer em apresentar uma proposta de negociação com valores acima da anterior. A proposta vai ser discutida em reunião entre empresa e sindicato, na quarta-feira (3).

Enquanto a situação não é resolvida, a população que depende do transporte coletivo – aproximadamente 100 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente -, segue tendo diversos problemas. Em alguns bairros, por exemplo, é necessário esperar mais de uma hora para conseguir se deslocar utilizando um ônibus.

Viação Vitória divulga nota de esclarecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 30 abr 2017

Tags:, , ,

da Redação

Em relação as últimas paralisações no transporte coletivo em Vitória da Conquista, a Viação Vitória enviou para a redação do blog uma nota de esclarecimento.

A Prefeitura vem atuando com rapidez para iniciar imediata transformação no sistema de transporte da 3ª maior cidade da Bahia. O PL de regulamentação do transporte de vans está recebendo retoques finais para ser enviado a Câmara de Vereadores para amplo debate sobre a implantação do transporte que será feito pelas vans.

Outra importante ação do governo municipal inclui a transformação do terminal da Av. Lauro de Freitas. O projeto foi concluido e a Secretaria de Inbfraestrutura Urbana irá disparar o processo licitatórios no mês de maio.

Confira a nota da Viação Vitória: …Leia na íntegra

Greve Geral: Vitória da Conquista ficará sem ônibus nesta sexta-feira

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista emitiu um comunicado informando que nesta sexta-feira (28), devido à Greve Geral, os funcionários das empresas que operam o transporte coletivo da cidade irão suspender as atividades. Durante todo o dia, os ônibus não irão circular.

A suspensão das atividades dos rodoviários foi definida em assembleia realizada nessa quarta (26). Com a paralisação, os funcionários terão condições de participar das manifestações que irão acontecer em todo o país contra que tem como as reformas Trabalhista e da Previdência, e contra a aprovação do projeto da terceirização, sancionada recentemente pelo presidente Temer.

A cidade debate implantação do transporte alternativo feito por vans

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 27 abr 2017

Tags:, ,

da Redação

Com informações e foto da Ascom / Prefeitura

A cidade de Vitória da Conquista vem acompanhando o desenrolar das negociações que a Prefeitura vem comandando – no sentido de buscar a regulamentação do transporte alternativo feito por vans. A administração municipal sustenta que a regulamentação ocorrerá de forma equilibrada, e visa proporcionar um transporte melhor e de qualidade.

O Conselho Municipal de Transporte esteve reunido na tarde de ontem, no auditório do Centro de Apoio e Atenção à Vida (Caav), para debater e buscar alternativas. A PMVC enviará para a Câmara Municipal o PL – Projeto de Lei do Serviço de Transporte Seletivo Complementar (STSC.

Há pelo menos 10 anos que o transporte de passageiros feito por vans na cidade opera de maneira clandestina, sem que as antigas gestões tenham contido o avanço ou legalizado esse tipo de serviço. “E o Governo Mais perto de Você que teve a coragem de, em menos de quatro meses de gestão, fazer essa proposta”, destacou o secretário de Transporte, coronel Esmeraldino Correia.

O projeto de lei que cria o STSC na cidade está em fase final de elaboração para que seja enviado à apreciação da Câmara. Além disso, de acordo com a coordenadora de Transporte, Valéria Schettini, está sob a análise da Procuradoria uma minuta com sugestões para alteração na lei, já defasada, que dispõe sobre o sistema municipal de transporte, detalhando a regulamentação do Serviço de Transporte Seletivo Complementar.

Presente a reunião, primeiro do lado esquerdo da foto, o vereador Coriolano Moraes (PT), defende que o diálogo é o melhor caminho e vem propondo reuniões com o executivo municipal e os empresários do setor. A proposta do edil foi bem recebida pelo prefeito Herzem Gusmão (PMDB).

Greve dos rodoviários: Prefeitura não irá aumentar a passagem de ônibus

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 26 abr 2017

Tags:,

Da Redação


Pela primeira vez, a Prefeitura de Vitória da Conquista se manifesta oficialmente sobre as paralisações que estão sendo realizadas pelos funcionários da Viação Cidade Verde, uma das empresas que opera o transporte coletivo na cidade, desde a última semana. Em seu site oficial, a Administração Municipal garantiu que não haverá novo aumento de passagem.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, a Cidade Verde alegou que o reajuste solicitado pela categoria estava condicionado a um novo aumento de passagem. Depois de um ano e oito meses sem reajuste tarifário, houve um reajuste no mês de janeiro. E, conforme a Prefeitura, não tem nenhuma possibilidade de se pensar em reajuste tarifário neste momento.

Além disso, a Prefeitura afirmou que “como se trata de uma questão trabalhista entre a empresa e seus funcionários, não cabe à Administração Municipal interferir diretamente nessa relação. No entanto, como gestor do sistema de transporte coletivo, o poder público municipal se utiliza de algumas ferramentas previstas no contrato com as empresas concessionárias, para garantir que a população não seja prejudicada no seu acesso a esse serviço”.

Conforme a Prefeitura, a primeira providência foi exigir que fosse mantido o número mínimo de 30% dos veículos em operação, a fim de que todas as linhas continuassem a ser atendidas – ainda que com lacunas provocadas pelas paralisações. Outra atitude da Administração Municipal, também prevista contratualmente, foi emitir multas por cada viagem não realizada pela empresa.

Azul anuncia operação especial de inverno em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 25 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação


A Azul colocará em prática, durante o inverno, uma operação especial em Vitória da Conquista, devido às condições climáticas que costumam influenciar na regularidade e pontualidade de seus voos. A empresa emitiu um comunicado informando que  realizará alguns ajustes de forma temporária em sua malha aérea, com o objetivo de evitar atrasos e cancelamentos que gerem contratempos aos cientes

Do mês de maio a setembro, a Azul irá alterar os horários dos voos que ligam Vitória da Conquista e Belo Horizonte. “A preparação da malha aérea de inverno demanda um trabalho complexo de análise de histórico de fechamento desses aeroportos e de como podemos realizar esses ajustes de forma eficiente, mitigando ao máximo os impactos meteorológicos à nossa malha de voos e, consequentemente, às pessoas que voam conosco. Com estes ajustes, queremos continuar a oferecer a melhor experiência de viagem aos nossos clientes”, explicou Daniel Tkacz, diretor de Planejamento de Malha da Azul.

Ainda conforme a Azul, os consumidores que compraram passagens para voos no inverno nas bases impactadas estão sendo informados previamente pela companhia sobre alterações de horário ou cancelamentos de voos (neste caso, recebem alternativas como reacomodação gratuita ou reembolso integral). Após o período designado para a operação da malha de inverno, todos os voos voltarão a ser ofertados normalmente.

Confira, a seguir, todos os detalhes das mudanças (horários locais): …Leia na íntegra

Curso de capacitação para carroceiros é adiado para o mês de maio

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 25 abr 2017

Tags:,

Da Redação


A Secretaria de Serviços Públicos, por meio da Coordenação Municipal de Trânsito, informou que o curso de capacitação para carroceiros, que começaria nesta semana, foi adiado para o mês de maio. Conforme o setor responsável, a alteração foi necessária para oferecer maior comodidade aos participantes.

Antes, o curso seria ministrado no auditório da Secretaria de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), porém como o local não dispõe de espaço físico suficiente para comportar os 300 carroceiros inscritos até o momento, a atividade será realizada no auditório do Cemae, nos dias 22, 23 e 24 de maio.

O curso vai contar com carga horária de 25 horas. Durante as aulas, que serão ministradas das 13 às 17 horas, os carroceiros vão receber orientação quanto às regras de trânsito, seguridade social, proteção aos animais, despejo e reciclagem do material transportado.

Para obterem o certificado, os carroceiros deverão, obrigatoriamente, ter contabilizado 100% da carga horária de aulas. O certificado é indispensável para que eles sejam cadastrados, tendo assim o direito à licença para condução e ao posterior emplacamento de suas carroças.

Confira a programação do curso: …Leia na íntegra

Rodoviários da Cidade Verde anunciam greve por tempo indeterminado

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 24 abr 2017

Tags:, ,

Da Redação


Os rodoviários da empresa Cidade Verde, uma das empresas que opera no transporte coletivo de Vitória da Conquista, anunciaram greve por tempo indeterminado.  De acordo com o Sindicato da categoria, a decisão foi tomada na tarde desta segunda (24), após a empresa cancelar a reunião proposta para discutir o reajuste salarial.

Conforme as informações divulgadas, a direção da Cidade Verde alega que a manutenção das paralisações, organizada pelo sindicato da categoria desde a última terça (18), significa “abandono da mesa de negociação, razão pela qual, entende a empresa que está cancelada a reunião agenda para esta data”, informou o ofício da Cidade Verde encaminhado à Prefeitura de Vitória da Conquista. O Blog da Resenha Geral entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da empresa, mas até o momento não obteve resposta.

Nesta terça-feira (25), conforme o Sindicato, das 05 às 08 horas, os veículos vão circular normalmente. Das 08 às 17 horas, apenas 30% da frota de veículos vai rodar. Das 17 às 19 horas, os ônibus voltarão a circular com 100% da frota. Já de 19 horas à meia-noite, apenas 30% dos ônibus da empresa atender a população.

Reivindicações

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Funcionários da Cidade Verde podem entrar em greve nesta segunda (24)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 24 abr 2017

Tags:, , ,

Da Redação


Desde a última terça-feira (18), os usuários do transporte público de Vitória da Conquista vêm enfrentando transtornos devido às constantes paralisações dos rodoviários da Cidade Verde. Nos últimos sete dias, nos horários de pico, apenas 30% da frota da empesa está circulando.

As paralisações fazem parte das medidas encontradas pelo Sindicato do Rodoviários para forçar a negociação do reajuste salarial. Conforme a direção do Sindicato, na tarde desta segunda (24), haverá mais uma rodada de negociação, caso não haja acordo, os funcionários da empresa irão entrar em greve.

Reivindicações

Os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%,  aumento do valor do o tíquete-alimentação para R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens, que, atualmente, são de 2 horas.

Em relação à Viação Vitória, o Sindicato afirmou que uma proposta já foi feita pela empresa, no entanto, não foi acatada pelos rodoviários. Ainda nesta semana, será realizada uma contra-proposta e, a partir do posicionamento da Viação Vitória, serão analisadas as medidas que deverão ser tomadas.

Motoristas e cobradores voltam a parar as atividades nesta quarta em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 19 abr 2017

Tags:, , , , ,

Da Redação


Os trabalhadores da empresa de transporte público Cidade Verde, em Vitória da Conquista paralisaram parcialmente o serviço nesta quarta-feira (19). Segundo o sindicato da categoria, o ato é uma reivindicação por aumento de salário e melhores condições de trabalho.

A Viação Vitória circulou normalmente logo no início da manhã, mas apenas metade da frota a de ônibus da empresa Cidade Verde atendeu a população nas primeiras horas do dia. Motoristas e cobradores pararam das 5 até as 7 horas e prometem voltar a paralisar as atividades das 11 até 13 horas e das 17 às 19 horas.

Os trabalhadores pedem reajuste de 16% no salário, aumento no valor do tíquete alimentação para R$ 450 e pagamento de 80% do plano de saúde pela empresa. Os motoristas da Viação Vitória também devem parar, se não houver negociação no final do dia.

Atualmente, a categoria não tem plano de saúde. As empresas de ônibus dizem que só podem atender às reivindicações se houver aumento na passagem de ônibus, entretanto, um reajuste no valor da tarifa já foi aplicado há três meses. A passagem que custava R$ 2,80 passou para o valor de R$ 3,30.

Rodoviários iniciam paralisações nesta terça (18) e prometem greve na sexta

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 18 abr 2017

Tags:,

Redação

Os usuários de transportes público em Vitória da Conquista terão de enfrentar dificuldades para se deslocar a partir desta terça-feira (18). A partir da noite de hoje, os Rodoviários iniciam paralisações, nos horários de 5h a 7h, das 11h às 13h, e das 17h às 19h, relativas à campanha salarial. O estado de greve já foi deflagrado pelo sindicato da categoria (Sintravc).

Os trabalhadores fizeram uma assembleia na manhã desta terça onde rejeitaram a proposta da Cidade Verde, uma das duas empresas que operam o serviço na cidade. Segundo o presidente do Sintravc, Álvaro Souza, os rodoviários cobram reajuste salarial de 16%, só que a empresa só aceita ceder caso haja novo aumento da tarifa. “A questão é que já houve aumento da tarifa no começo do ano, da ordem de 16,8%”, diz. Outras demandas dos trabalhadores são o tíquete-alimentação de R$ 450, prêmio de férias, implantação de plano de saúde – 80% pago pelos patrões e 20%, pelos funcionários – e intervalo fracionado de 10 minutos entre as viagens (atualmente são 2 horas, no entanto, a Viação Vitória concede a vantagem ao trabalhador).

Enquanto esperam retorno dos patrões, os rodoviários realizarão as paralisações nos horários de pico até a sexta-feira (21), data limite para deflagrarem greve por tempo indeterminado. Cada empresa em Conquista conta com cerca de 520 trabalhadores

Carroceiros serão orientados sobre normas de trânsito e descarte

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 25 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

Foto: Secom PMVC

Para normatizar a circulação de veículos de tração animal nas vias de Vitória da Conquista, a Coordenação Municipal de Limpeza Pública estará realizando, nos próximos dias, um trabalho de conscientização e orientação destinado aos carroceiros. As orientações seguirão a lei municipal de 2008, que regula como deve se dar esse trânsito para o melhor ordenamento da cidade.

Segundo esse decreto, os veículos de tração animal não podem trafegar nas avenidas Lauro de Freitas e Francisco Santos e na Praça Barão do Rio Branco. Outra questão a ser observada é que seus condutores tenham mais de 18 anos e que respeite o limite de peso suportado pelo animal.

Ao conduzir uma carroça, é preciso ainda ter noções básicas de trânsito e respeitar o Código de Trânsito Brasileiro, por isso a Prefeitura pretende oferecer uma capacitação em parceria com a Associação de Carroceiros e o Simtrans, órgão municipal responsável por fiscalizar o trânsito. Com a formação, os carroceiros receberão gratuitamente o licenciamento.

Outra medida a ser tomada será a implantação de placa de identificação nas carroças. Os condutores também deverão colocar bolsões coletores nos animais para que as ruas não fiquem sujas. Além disso, os carroceiros serão orientados quanto ao descarte correto dos resíduos que coletam.

Com representantes de vários setores, Câmara discute regulamentação do transporte alternativo

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte, Vit. da Conquista | Data: 20 mar 2017

Tags:, , ,

da Redação
Com informações da Ascom / Câmara (Conteúdo)

Na manhã desta sexta-feira, 17, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) debateu o transporte coletivo e alternativo da cidade. A discussão aconteceu em sessão especial, fruto da iniciativa do mandato do vereador Adinilson Pereira (PSB).

Além dos vereadores, a Casa recebeu para a discussão o secretário municipal de Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira, o secretário municipal de Serviços Públicos, Esmeraldino Correia, a coordenadora de transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana, Valéria Schettini, o gerente da Viação Cidade Verde, Sérgio Hubner, o gerente da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, o presidente da Associação dos Taxistas, Nilson Pinheiro, o presidente da Associação dos Vanzeiros, João Paulo Soares e o presidente da Cootatevc, Paulo Sérgio Telles.

Coronel Esmeraldino Correia

Coronel diz que transporte alternativo será regulamentado – O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Coronel Esmeraldino Correia, defendeu a regulamentação do transporte alternativo na cidade. De acordo com ele, o transporte alternativo está conseguindo atender a uma demanda existente na cidade.

O secretário apontou as regulamentações já ocorridas em Salvador e em Feira de Santana, defendendo que o mesmo ocorra em Vitória da Conquista. “Vitória da Conquista terá sim o seu transporte alternativo regularizado”, garantiu o coronel.

Cláudio Vinícius Andrade

Sistema está ultrapassado – O gerente da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, afirmou que o problema do transporte em Conquista é crônico, vem desde uma licitação de 1997. Ele lembrou que já passaram várias empresas pela cidade e todas tiveram problemas porque o jeito que se trata esse serviço está ultrapassado. Para o gerente é necessário fazer novos estudos e identificar novas modalidades de transporte. Em sua fala, admitiu que a empresa passa por dificuldades. “Nós fizemos um TAC [Termo de Ajuste de Conduta] com a Prefeitura. Estamos trabalhando para que esse TAC seja regularizado o mais rápido possível. Estamos passando por um processo de reestruturação”, disse e emendou: “Do jeito que está indo a situação não vai se concretizar”.

Conforme Vinícius as empresas investem, cada um, cerca de R$ 500 mil para se manterem e a situação não vai mudar somente com a substituição delas. “O contrato que foi assinado em 2014, hoje ele já existe um prejuízo de aproximadamente R$ 13 milhões para cada empresa”, detalhou. Ele finalizou a fala indagando se o transporte alternativo vai garantir as gratuidades, a meia passagem, o acesso a deficientes, por exemplo.

José Antônio de Jesus Vieira

Prefeito não quer prejudicar empresas – O secretário de Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira, afirmou que, apesar de apenas dois meses de gestão, o prefeito Herzem Gusmão  “já teve a coragem de enfrentar diversos problemas, incluso neles o problema  crucial – que é o transporte”. Em sua fala, frisou que a cidade tem mais de dois mil quilômetros de ruas, a maioria em péssimo estado. Conforme o secretário, o prefeito “não quer prejudicar empresa de transporte urbano nenhuma” e busca a manutenção delas associada à melhoria das condições de atendimento à população. “Seria melhor criar uma regulamentação determinando como funcionar e que todas essas empresas que fazem o transporte que elas sejam fiscalizadas, que atendam a população um conforto melhor relacionado tanto ao transporte quanto ao horário”, disse. Vieira ressaltou que em outros lugares do mundo modalidades diferentes de transporte convivem estabelecendo possibilidades de escolha para o usuário, “sem prejudicar empresa de transporte de ônibus, sem prejudicar táxi ou outro tipo de transporte”.

Sérgio Hubner

Mobilidade urbana não admite erros – O gerente da Viação Cidade Verde, Sérgio Hubner, disse que a discussão sobre a mobilidade urbana é bastante delicada, que não admite erros de curso e não pode ser tratado de forma superficial.

Hubner assegurou que o edital que vem sendo cumprido pelas empresas exploradoras o transporte alternativo de Vitória da Conquista oferece aos conquistenses um sistema de transporte de qualidade. “O edital fez com que a população experimentasse pela única vez  80 ônibus 0 KM”, disse o gerente.

Segundo Sérgio, apesar de estar cumprindo o contrato, as empresas estão com as condições financeiras desequilibradas. “Antes de criar um novo modal, temos que salvar o que já está em curso”, disse ele apontando, inclusive, que o transporte alternativo não deu certo em nenhuma cidade brasileira que o regulamentou.

João Paulo Soares

Transporte alternativo é uma realidade em Conquista – João Paulo Soares – O presidente da Associação de vanzeiros, João Paulo Soares, apontou que o transporte alternativo, mesmo sem regulamentação, atende a cidade. “Somos uma realidade no município”, apontou o representante dos vanzeiros.

Segundo ele, o transporte coletivo regular não consegue atender completamente à demanda da cidade, de modo que o transporte alternativo cresceu nessas falhas do transporte regulamentar. Soares apontou que a regulamentação é importante para que regras sejam criadas a fim de organizar o transporte alternativo para que ele atenda à população da melhor forma possível, evitando a ação de oportunistas.

Valéria Schettini

Interesse no diálogo – A coordenadora de transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Valéria Schettini, disse que a discussão é de total interesse da gestão do Governo Municipal. “Nós já havíamos conversado tanto com os vanzeiros como com as empresas e procuramos também abrir o diálogo com o Ministério Público sobre esse processo de regulamentação”, explicou a coordenadora, que apontou ser complicado alinhar interesses da população, das empresas do transporte coletivo e o transporte alternativo.

Schettini disse que a atual situação de dificuldades do transporte coletivo é fruto de uma desatenção histórica com o setor nos últimos anos. De acordo com ela, o contrato com as empresas do transporte coletivo não torna ilegal o transporte alternativo por ter algumas características diferentes, como por exemplo o transporte de passageiros em pé, que não pode ser realizado nas vans.

A coordenadora reconheceu a importância do transporte alternativo. “O transporte complementar vai atender demandas de bairros mais distantes que o transporte coletivo não atende”, explicou ela. “A gente tem que pensar na configuração desse tipo de transporte sobretudo para a população de Vitória da Conquista, não no interesse simplesmente das vans, do transporte coletivos ou dos taxistas”, completou.

Nilson Pinheiro

Taxistas cobram posição da prefeitura – O presidente da Associação dos Taxistas, Nilson Pinheiro, questionou o sistema atual do transporte coletivo e o contrato que assegura exclusividade para as duas empresas de ônibus que ganharam a última licitação. Sobre a atuação das vans cobrou uma posição urgente da Prefeitura em relação à legalização ou não. “O que não podemos aceitar em hipótese alguma é aceitar o transporte do jeito que se encontra”, disse. Ele denunciou que carros de passeio vem transportando clandestinamente passageiros. “Sabemos que o transporte individual deverá ser feito pelos taxis de nosso município”, falou. O presidente exigiu uma posição mais assertiva da prefeitura com uma maior fiscalização. Em sua fala, Nilson cobrou a resolução do impasse com a proibição da parada de ônibus intermunicipal na Avenida Juracy Magalhães e na Bartolomeu de Gusmão. A situação prejudica, segundo o taxista, os profissionais do ponto de taxi 13, no Gancho, e os passageiros. Nilson sugeriu que, no caso do Gancho, as paradas passem a acontecer no apoio construindo pela empresa Rota.

Paulo Sérgio Telles Rodrigues

Os dois tipos de transporte podem andar juntos – O diretor presidente da COOTATEVC, Paulo Sérgio Telles Rodrigues, sentenciou que o transporte alternativo é uma realidade no município, ganhou espaço nas falhas do transporte feito pelas empresas de ônibus. Ele acredita que com a regularização os dois tipos podem andar juntos e atender as demandas dos usuários. Segundo Paulo, o quantitativo de ônibus não dá conta do sistema e o maior prejudicado é o usuário. O presidente frisou que as empresas investiram e têm direito ao lucro, mas é preciso dinamizar o sistema. Em sua fala, ressaltou que a cooperativa que preside está legal e regular é para poder atender a população.

Hermínio Oliveira (PPS)

Presidente defende regulamentação – O presidente da Casa, Hermínio Oliveira (PPS), lembrou que vem pautando a discussão sobre o transporte em Vitória da Conquista a algum tempo. Ele defendeu a regulamentação do transporte alternativo, que segundo ele, supre as falhas do transporte coletivo. “Eu sou a favor do transporte alternativo”, declarou.

Segundo Hermínio a Viação Vitória tem enfrentado dificuldades, principalmente de ordem financeira, estando, inclusive inadimplente com a Prefeitura. “Já foram presos mais de 30 ônibus por inadimplência e está também inadimplente com Prefeitura”.

Câmara de Vereadores volta a discutir regulamentação do transporte alternativo

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 17 mar 2017

Tags:, , ,

Da Redação

Foto: Ascom Câmara

Na manhã desta sexta-feira (17), a Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizou uma sessão especial para debater o transporte coletivo e alternativo da cidade. Com a participação de representantes de vários setores, a discussão girou em torno da regularização do transporte alternativo no município.

No mês de fevereiro, a administração municipal informou que pretende regulamentar a atividade até abril, já que o transporte alternativo em Vitória da Conquista já é uma realidade. Há alguns anos, milhares de conquistenses dependem das vans para chegarem ao seu destino, por isso, a regulamentação é uma demanda antiga não só dos vanzeiros como também da população que depende desse tipo de transporte.

No entanto, a iniciativa sofre algumas críticas, principalmente, das empresas de ônibus que atuam na cidade. Durante a sessão, o gerente da Cidade Verde, Sérgio Hubner, por exemplo, afirmou que antes de criar um novo modal, é preciso salvar o que já está em curso. Em sua fala, ele ainda destacou que o transporte alternativo não deu certo em nenhuma cidade brasileira que o regulamentou. Já o representante da Viação Vitória, Cláudio Vinícius Andrade, questionou se o transporte alternativo vai garantir as gratuidades, como a meia-passagem para estudante e o acesso a deficientes.

O governo, por sua vez, afirma que o que se busca com a regulamentação do transporte alternativo é  a melhoria das condições de atendimento à população. “Seria melhor criar uma regulamentação, determinando como funcionar, e que todas essas empresas que fazem o transporte sejam fiscalizadas, que atendam a população com um conforto melhor, tanto ao que se refere ao transporte quanto ao horários”, disse Secretário de Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira.

Rodoviários da Vitória ameaçam iniciar nova greve nesta sexta (17)

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 16 mar 2017

Tags:, , ,

Redação

Termina nesta quinta-feira (16) o prazo dado pelo Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista para o pagamento de benefícios aos funcionários da Viação Vitória. Os trabalhadores ameaçam iniciar uma nova greve, suspendendo a oferta dos serviços de 20 linhas atendidas pela empresa.

O Sindicato dos Rodoviários já comunicou a empresa que, se caso o pagamento das férias dos empregados não seja efetuado até a meia noite de hoje, a entidade paralisará as atividades da Vitória a partir das 4 horas desta sexta feira (17).

“O padrão desastroso de trabalho adotado pela Vitória prejudica não somente os funcionários, mas também os usuários que constantemente vem reclamando do serviço mal prestado pela empresa”, aponta os Rodoviários.

Linha de ônibus que atende o Pradoso tem horários alterados

0

Publicado por Editor | Colocado em transporte | Data: 10 mar 2017

Tags:, ,

Redação

A partir da próxima segunda-feira (13), a linha de ônibus R03 (Pradoso x Centro) passará a atender aos usuários em novos horários. O comunicado foi feito pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana nesta sexta (10).

Confira o novo horário:

R03 – Pradoso x Centro