Rodoviários suspendem paralisação das 19h

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_0043

O Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista voltou atrás e decidiu suspender a terceira paralisação anunciada para às 19 horas, desta sexta-feira (8). A categoria realizou duas mobilizações hoje, uma entre às 5 horas e 8 horas e outra das 11 horas às 13 horas.

Em contato com o BLOG DA RESENHA GERAL, um dos diretores do sindicato, Valdeni Evangelista, explicou que os empresários convocaram os rodoviários para uma reunião. “A reunião ocorrerá na segunda [11 de maio], para que possamos enumerar as nossas reivindicações e chegarmos a um acordo”.

Um dos principais problemas a ser resolvido é o funcionamento do Plano de Saúde, fechado entre as partes em março deste ano, mas que até o momento não é ofertado para os trabalhadores.

Rodoviários cruzarão os braços das 19h às 21h; entenda o impasse

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

DSC_0036

Os rodoviários de Vitória da Conquista anunciaram mais uma paralisação nesta sexta-feira (8). Os ônibus do transporte coletivo urbano deixaram de circular das 05 horas às 08 horas e entre às 11 horas e 13 horas. O motivo do impasse é o plano de saúde, que começou a funcionar em março deste ano.

A nova paralisação ocorrerá das 19h às 21h e poderá atingir outros dias. Segundo o Sindicato dos Rodoviários (SINTRAVC), o plano de saúde bloqueou o acesso dos funcionários da empresa Cidade Verde 15 dias após o início dos serviços, por falta de pagamento. Para os funcionários da Vitória, o plano de saúde foi bloqueado há sete dias, também por falta de pagamento, sendo que o valor de repasse referente aos dois últimos meses foi descontado do salário dos funcionários.

A Viação Vitória não deu mais esclarecimentos, mas confirmou atrasos. Já a empresa Cidade Verde, por meio da assessoria, afirmou que a responsabilidade pelo bloqueio do plano é do próprio sindicato. Na versão da Cidade Verde, a operadora de saúde teria firmado com a entidade um acordo informando que concederia o plano aos funcionários, caso houvesse uma adesão de, no mínimo, 90% dos servidores. Entretanto, menos de 80% dos funcionários aderiram.

Mesmo com a adesão inferior à prevista, a Cidade Verde diz que a operadora de saúde encaminhou boleto para a empresa cobrando o valor referente a uma adesão de 100%, o que motivou a suspensão do desconto do valor dos funcionários em folha.

Cidade Verde repudia paralisação dos rodoviários

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-151

Logo após o fim da paralisação dos rodoviários, na manhã desta sexta-feira (8), a empresa de transporte coletivo Cidade Verde emitiu nota repudiando a atitude da categoria. Segundo a empresa, “mais uma vez, a sociedade conquistense sofre com uma ação ilegal perpetrada pelo sindicato”.

A Cidade Verde aponta que os trabalhadores e patrões estão em um momento de negociação salarial e que o “cenário econômico é totalmente desfavorável”, de “crise econômica”. Ainda segundo a empresa, as concessionários do transporte coletivo local “buscam otimizar recursos disponíveis para continuidade do serviço e manutenção de sua qualidade e dos empregos. Por estarem as negociações ainda em andamento, não há razões para greves e paralisações como a ocorrida hoje”.

A empresa garante que “tem cumprido com todas as suas obrigações e mantido a qualidade do serviço essencial que presta”.

Por fim, a nota ressalta que “mais uma vez o sindicato paralisa o serviço público de transporte, causa transtornos aos cidadãos e trabalhadores da cidade, sem observância da Lei e da Justiça. Fazendo dessa barganha extremamente prejudicial à população, algo rotineiro e desrespeitando assim o direito de ir e vir de milhares de cidadãos”.

Passaredo oferecerá linha direto para Brasília a partir de 15 de junho

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 maio 2015

Tags:, ,


por Mateus Novais

passaredo

A partir do dia 15 de junho, um voo direto ligará Vitória da Conquista à Brasília. O voo será disponibilizado pela Passaredo Linhas Aéreas, que já oferecia a opção de voo para capital federal, porém com escalas em Salvador e Barreiras.

Esta nova linha terá duração de cerca de duas horas e vinte minutos e se interligará com a outra linha, com escalas, que foi mantida. Assim sendo, o primeiro voo sairá de Brasília às 10h22 e aterrissará em Conquista às 16h20 (com escalas), retornando às 17h00 e pousando na capital federal às 19h21. Já o segundo sairá de Brasília às 11h08, com chegada às 13:10, e retorna às 13h35 e pouso às 19h36 (com escalas). As passagens estão sendo ofertadas a partir de R$ 250.

Dessa forma, com a ofertar dessas duas opções de voos diários para Brasília, entre chegadas e partidas, a Companhia totalizará uma média de 12 voos diários nem Conquista.

Rodoviários voltam a paralisar entre às 5h e 8h, nesta sexta (8)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 07 maio 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1204

A cidade de Vitória da Conquista voltará a ficar sem o serviço de transporte coletivo nesta sexta-feira (8). Uma paralisação no transporte coletivo está programada para acontecer entre às 5 e 8 horas.

Entre os motivos para a paralisação estão problemas no repasse do valor descontado para o plano de saúde. Em contato com o BLOG DA RESENHA GERAL, o Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (SINTRAVC) informou que o plano foi suspenso por falta de repasse dos valores acordados no início do ano. “A Viação Cidade Verde não está recolhendo na fonte o valor referente ao plano, nem está pagando a porcentagem estabelecida em acordo. Já a Viação Vitória está recolhendo, mas está atrasando o repasse para a operadora do plano”, explicou o sindicato.

Além disso, os rodoviários pedem que os vereadores incluam uma nova emenda ao Projeto de Lei que prevê redução do Imposto Sobre Serviços. A categoria quer condicionar a redução de 5% para 2% no ISS também a um reajuste no valor do salário e ticket alimentação – os trabalhadores lutam por um valor semelhante ao que é praticado em Feira de Santana, R$ 1.640.

Em conversa com deputado, Rodoviários dizem ser contra redução do ISS

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 04 maio 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais

DSC_2645O deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB) recebeu em seu gabinete, nesta segunda-feira (4), a visita de representantes do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (Sintravc). No encontro, o presidente e o advogado da categoria, Alvaro Souza e Naum Leite, respectivamente, discutiram com o parlamentar a situação do transporte coletivo no estado.

Um dos principais pontos tratados na conversa foi a proposta de redução da alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) cobrada das empresas de transporte em Conquista. O presidente do Sintravc garantiu a Herzem que é contrário a redução de 5% para 2% no imposto. “A sociedade não vai ganhar nada com isso. A aprovação desse projeto não irá reduzir a tarifa de ônibus, nem vai conceder o passe livre para os estudantes”, afirmou o sindicalista.

Assim como os rodoviários, o legislativo municipal também não vê esse projeto com bons olhos – correndo o risco de não ser aprovado pela Casa. A Prefeitura tenta derrubar uma Emenda que prevê condicionantes para a proposta, como o congelamento do preço da passagem pelo período de um ano; e retorno aos 5% caso as empresas descumpram o contrato. Porém, a emenda foi aprovada por 15 dos 21 vereadores, que não querem deixar a matéria passar sem essa alteração.

Aberta temporada de cancelamentos de voos em Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 30 abr 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

IMG_0430

Com o outono mostrando de verdade sua cara, outro fenômeno, além das temperaturas amenas e dias nublados, chega a Vitória da Conquista: os voos cancelados. Este fenômeno ganha força entre o outono e inverno e caracteriza-se pela grande quantidade de pessoas exercitando sua paciência no Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo.

Nesta quinta-feira (30), um voo da Azul Linhas Aéreas foi o primeiro afetado pela estação. Bastou os dias chuvosos com céu nublado aparecerem, que a aterrissagem do voo das 8h50, vindo de Salvador, e, em consequência, a decolagem do voo das 9h15, também para Salvador, ser cancelados. Em contato com a administração do Aeroporto conquistense, o BLOG DA RESENHA GERAL foi informado que, até o momento, somente estes voos foram cancelados e que não há previsão de novos cancelamentos para esta quinta.

Além do tempo instável, o principal causador desses cancelamentos é a ausência de um equipamento de aproximação, chamado ILS (Instrument Landing System), que realiza o balizamento eletrônico da aeronave. Este mesmo equipamento pode ser encontrado, por exemplo, no aeroporto de Campina Grande, na Paraíba, que registrou 532 pousos e decolagens, contra 1.288 de Conquista, entre janeiro e fevereiro deste ano.

Os deputados peemedebistas Herzem Gusmão (estadual) e Lúcio Vieira Lima (federal) anunciou recentemente que estão articulando, junto a Secretaria de Aviação Civil, para a instalação do equipamento no aeroporto local. Segundo os deputados, a maior preocupação é com a quantidade de voos que serão cancelados até o fim do inverno, em setembro.

Bilhetes escolares não recadastrados da Uesb e Ufba serão bloqueados nesta terça (28)

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

bilhetetug51mdMDTermina nesta segunda-feira (27), o prazo limite para a utilização do cartão de transporte escolar não recadastrado dos estudantes da Uesb e Ufba. A partir desta data, os cartões que não passaram pelo recadastramento do período letivo de 2015 serão bloqueados.

O estudante que ainda não realizou o procedimento neste ano deverá comparecer a uma das sedes da Associação das Operadoras do Transporte Coletivo Urbano (ATUV). Os documentos necessários para que seja feito o cadastramento são: Carteira de Identidade, CPF ou Certidão de Nascimento; Atestado de matrícula; Comprovante de residência e o Bilhete Eletrônico Municipal/Escolar. Todos os documentos devem constar original e cópia.

O período de cadastro foi aberto no dia 19 de janeiro. Os estudantes podem fazer o recadastramento das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 11h40, nos sábados. A ATUV funciona na Travessa 2 de Julho, nº 10, Centro; e na Avenida Guanambi, nº 2693, bairro Brasil.

Com a palavra: O Leitor

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 27 abr 2015

Tags:, ,

FALTA DE TRANSPORTE COLETIVO, DE QUEM É A CULPA? – Episódio de hoje: VIAÇÃO VITÓRIA

Por Alexandre Marques

IMG_1523Vejamos mais uma vez como as coisas são engraçadas. Dia 24 de abril, um buraco enorme se abre em plena avenida Lauro de Freitas. O trânsito que já é ruim, ficou pior. Para completar, mais uma vez um fiscal da Viação Vitória, que fica no terminal da vila serrana a tarde, tirou um ônibus da linha, colocando-o para descer pela rua paralela à avenida principal, por onde ele deveria passar, e passageiros ficaram nos pontos mais uma vez esperando a boa vontade de outro ônibus aparecer. Chegando no terminal, foi feita uma reclamação junto aos fiscais da Prefeitura que lá ficam, mas atitude nenhuma fora tomada por parte da fiscalização.

Bem, chegou o dia 25 de abril. Esperávamos que iria ser um dia bom, com ônibus rodando, mas mais uma vez a Viação Vitória protagonizou uma verdadeira palhaçada: não pagou as prestações dos ônibus e a Justiça mandou que cinco veículos da marca volvo fossem apreendidos.

A Viação Vitória mais uma vez tirou o veículo da linha D37, contrariando a tabela de horário determinada pela Prefeitura, conforme o próprio site informa. Ou seja, outra reclamação sendo feita com os fiscais da Prefeitura. Porém, quando o referido fiscal dirigiu-se ao fiscal da empresa para indagar sobre o motivo da linha D37 só estar rodando com um veículo, o fiscal respondeu que, no sábado, a empresa só coloca um carro mesmo e pronto. …Leia na íntegra

Por falta de pagamento, ônibus da Viação Vitória são apreendidos; empresa entra com recurso

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 abr 2015

Tags:, , , , , ,

por Mateus Novais

IMG_1523foto: Blitz Conquista

Cinco ônibus da Viação Vitória foram apreendidos em cumprimento a um mandado de busca e apreensão, na manhã deste sábado (25). Os ônibus foram adquiridos após a última licitação do transporte coletivo, com o intuito de manter a idade da frota de Vitória da Conquista com uma média de idade de dois anos.
O cumprimento da ordem judicial foi realizado atendendo a uma ação da financiadora, que alega que a dívida da empresa seja superior a R$ 800 mil. Após a apreensão, os veículos da marca Volvo foram levados para o pátio da concessionária na cidade.

Em contato com o BLOG DA RESENHA GERAL, o diretor da Viação Vitória afirmou que a empresa foi pega de surpresa. “A demora para a concessão do reajuste da tarifa atrapalhou nosso poder de investimento. Mas, após a concessão do reajuste, estávamos negociando o pagamento da dívida junto à financeira, quando recebemos esse mandado”, disse Claudio Vinícios.

O diretor da Vitória também garantiu que a empresa já está tomando as medidas legais para reaver os veículos. “Entramos com uma liminar pedindo o retorno dos carros e temos 10 dias para resolver toda essa situação, antes que os veículos deixem a cidade. Segunda-feira teremos uma resposta mais concreta da Justiça. Enquanto isso, colocamos os carros reservas à disposição da população”.

Vereadores aprovam proposta que condiciona redução de ISS à qualidade no transporte coletivo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 23 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1000A Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista deu um claro sinal de que está atenta aos problemas do transporte coletivo na cidade. Quinze parlamentares, dos 21 que compõem a Casa, assinaram a proposta de emenda ao Projeto de Lei 05/2015, que prevê a redução da alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) cobrada das empresas de transporte. A emenda atrela a redução da alíquota apenas para a empresa que cumprir todas as cláusulas do contrato de concessão, como pagamento da outorga.

A Emenda Modificativa nº 001, apresentada na sessão da última quarta-feira (22), prevê, entre outros, o congelamento do preço da passagem pelo período de um ano; e retorno aos 5% caso as empresas descumpram as condicionantes. Segundo os vereadores que apoiam a emenda, essa é uma forma de garantir a viabilidade do transporte coletivo e também assegurar benefícios para os usuários. A oposição chegou a declarar que “não se pode conceder privilégios a empresas que possuem débitos com o município”, em referência aos atrasos no pagamento de 11 parcelas da outorga por parte da Viação Vitória.

Já a bancada governista defende a aprovação integral do Projeto. Os 6 vereadores que não assinaram a proposta de emenda afirmam que a intenção do governo é garantir condições de viabilidade do serviço. O líder do Governo, Luciano Gomes (PR), argumenta que somente a Prefeitura deve acionar os mecanismos legais para cobrar o cumprimento dos contratos.

Agora, a emenda segue para a avaliação da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Casa, atualmente composta pelos vereadores. Caso o parecer seja favorável e a Casa aprove, a emenda será integrada ao Projeto de Lei.

Deputados articulam instalação de equipamento para reduzir cancelamento de voos em Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 23 abr 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus  Novais

Herzem-e-LucioNa manhã desta quinta-feira (23), o deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB) e o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) iniciaram uma articulação, junto a Secretaria de Aviação Civil, para a instalação do equipamento de balizamento de pouso (ISL), no aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo. Este aparelho resolveria o problema da quantidade de voos cancelados devido as condições meteorológicas de Vitória da Conquista, principalmente no inverno.

O deputado Herzem fez um comparativo com a cidade de Campina Grande, na Paraíba, que já possui o equipamento, mesmo tendo menos da metade do volume de poucos e decolagens que Conquista. “De janeiro a fevereiro deste ano Campina Grande registrou apenas 532 pousos e decolagens e Vitória da Conquista alcançou a marca de 1.288”.

Infraero

Ainda sobre o aeroporto, o deputado estadual lamentou a não renovação do contrato com a Infraero. “Mesmo após 30 anos de atuação da Infraero em Vitória da Conquista, o Governo do Estado não renova o contrato com a empresa estatal e coloca uma empresa [Reyco] que está atuando com poucos funcionários e não possui a mesma experiência da Infraero”, comentou Herzem. Ele também garantiu que acionará o deputado Lúcio Vieira Lima para buscar informações sobre a interrupção do contrato com a Infraero.

Vereador acusa empresa de não pagar outorga para exploração do transporte coletivo

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 22 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

cidade-verde-vitoria-onibus-161Nesta quarta-feira (22), o vereador Nelson de Vivi (PCdoB) acusou a empresa Viação Vitória de descumprir diversos pontos do contrato de concessão do transporte público em Vitória da Conquista. Além disso, o parlamentar culpou a Prefeitura Municipal de ser omissa às ações da empresa.

Durante a sua fala na sessão Ordinária da Câmara Municipal, o parlamentar afirmou que é possível perceber na documentação enviada pelo Executivo Municipal que a Viação Vitória não pagou o valor referente à outorga para exploração do transporte na cidade. De 12 parcelas, a empresa só pagou uma até agora. A empresa também não instalou os 50 abrigos nos pontos de ônibus, após os 180 dias da assinatura do contrato, aponta o vereador.

Ele relembrou que, mesmo com todos esses descumprimentos de contrato, a Prefeitura Municipal ainda envia à Casa um projeto que reduz em 60% da alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) para as empresas de ônibus. De acordo com ele, o executivo não está punindo, conforme rege o contrato, está sendo omissa com o problema. “Gostaria de saber o motivo da omissão do governo”, questionou Nelson.

Em resposta ao projeto da Prefeitura, o vereador apontou o encaminhamento de uma emenda na Casa que atrela o benefício ao cumprimento do contrato por parte das empresas. “Estamos exigindo algumas contrapartidas: 12 meses sem aumento da passagem, após a aprovação do projeto, a instalação de cobertura dos pontos de ônibus, pagamento da outorga e emplacamento dos veículos em Conquista. Esse desconto só poderá valer para a empresa que cumprir o contrato”, detalhou o vereador Nelson de Vivi.

Governo não renova contrato e Infraero deixa administração do aeroporto de Vitória da Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 22 abr 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

IMG_0011

Depois de 30 anos de atuação em Vitória da Conquista, a INFRAERO deixou a administração do Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo. O Governo do Estado não renovou o contrato finalizado no último dia 17 de abril.

Desde o sábado passado, a empresa Reyco Sistemas e Serviços de Sinalização,  passou a administrar a operação do aeroporto da cidade. A empresa, com sede em São João de Meriti, no Rio de Janeiro, é especialista em serviços de sinalização aeroportuária, mas com pouca experiência de administração de aeroportos.

Segundo uma fonte ligada ao BLOG DA RESENHA GERAL,  esta ação do Governo significa um grande prejuízo para Vitória da Conquista. Um piloto,  ouvido pelo BRG, disse: “a nova empresa [Reyco] não possui o mesmo know-how e muito menos estrutura parecida com a Infraero”. O Governo da Bahia continua relegando a cidade de Vitória da Conquista a um plano inferior. O deputado estadual Herzem Gusmão (PMDB), destacou na sessão da tarde desta quarta-feira (22), o rompimento do contrato com a INFRAERO e lamentou que voos noturnos serão cacelados a partir do dia 1º de maio por falta de um equipamento de navegação aérea denominado de ILS.

Azul suspenderá horário de voo de Conquista para Belo Horizonte a partir de maio

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 18 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: divulgação

AVIÃO AZUL

A alta do dólar obrigou a companhia Azul a suspender uma linha entre o Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo e o Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte. A linha afetada é o do início da manhã, que tem retorno a noite. A suspensão começa a vigorar no dia 10 de maio.

O voo sai de Vitória da Conquista às 5h e chega às 6h42 em Confins, retornando às 20h56, com aterrissagem prevista para às 22h50 em Conquista. Segundo o empresário José Maria Caires, presidente do movimento Conquista Pode Voar Mais Alto, a suspensão será válida até o mês de agosto. “A empresa alega que, durante o inverno, os prejuízos são enormes em virtude das baixas temperaturas e a limitação do atual aeroporto, o que provoca muitos cancelamentos”.

No site da companhia, não é possível mais comprar as passagens para este horário. Permanecendo apenas a linha Belo Horizonte – Conquista, às 12h46, e Conquista – Belo Horizonte, às 17h40. Os voos que partem de Vitória da Conquista são operados no ATR-72, modelo turboélice com 70 assentos.

A companhia aérea Azul cortou voos para 23 destinos brasileiros. Especialista em aviação aponta que o fluxo de passageiros que viaja a negócios caiu 30%, como é a característica de Conquista, e o combustível das aeronaves aumentou cerca de 35% nos últimos seis meses, por conta da valorização da moeda americana.

Rodoviários param transporte coletivo durante mobilização contra Lei da Terceirização

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 15 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_0049

O Sindicato dos Rodoviários também aderiu ao movimento contra a aprovação do Projeto de Lei 4330, que regulamenta a terceirização, e retiraram os ônibus de circulação nesta quarta-feira (15). Os motoristas e cobradores do transporte coletivo de Vitória da Conquista só retornarão às atividades normalmente às 13 horas.

DSC_0043“O projeto dá o poder ao patrão de contratar os terceirizados e demiti-los se eles causarem algum tipo de inconveniente, como paralisar por melhorias no trabalho. Isso gera uma precarização no serviço”, afirmou o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista (SINTRAVC).

Além da não aprovação da PL 4330, as entidades pedem a derrubada das medidas provisórias 664 e 665 do Governo Federal, que dificultam o acesso à pensão por morte, ao seguro-desemprego e ao abono salarial. O ajuste fiscal proposto pelo ministro Joaquim Levy também é apontado como ponto e pauta.

Paralisação contra Lei da Terceirização também atingirá o transporte coletivo de Conquista

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 14 abr 2015

Tags:, , , ,


por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1204

Motoristas e cobradores do transporte coletivo de Vitória da Conquista também vão aderir ao movimento contra a aprovação do Projeto de Lei 4330, que regulamenta a terceirização, nesta quarta-feira (15). Com a adesão do Sindicato dos Rodoviários à mobilização capitaneada por movimentos sociais e sindicais da cidade, os ônibus ficarão paralisados das 9h às 13h.

A mobilização terá início na Praça Barão do Rio Branco, a partir das 8h, com concentração dos manifestantes com faixas, cartazes, carros de som e panfletagem. Os movimentos e sindicatos querem que o Senado não aprove a PL 4330, que pode ampliar a terceirização nas relações trabalhistas, e, se aprovado, seja vetado pela presidente Dilma.

Além disso, as entidades pedem a derrubada das medidas provisórias 664 e 665 do Governo Federal, que dificultam o acesso à pensão por morte, ao seguro-desemprego e ao abono salarial. O ajuste fiscal proposto pelo ministro Joaquim Levy também é apontado como ponto e pauta.

Número de táxis deve aumentar de 365 para 405 em Vitória da Conquista, acredita sindicato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 10 abr 2015

Tags:,

por Mateus Novais

Vistoria taxiEstá em curso uma discussão que pode viabilizar a liberação de mais alvarás para táxis em Vitória da Conquista. Até o momento, já ocorreram cinco reuniões com a coordenação do SIMTRANS para reformular o Regulamento de Serviços Públicos de Transporte para Táxi, legislação municipal que regula a atividade, que é de 2012.

A última liberação de novas concessões de serviços de táxi aconteceu em 1996, que colocou em atuação 365 táxis, mas, segundo a legislação atual, a cidade deveria possuir 418. A expectativa do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários (SINCAVIR) é que sejam liberados cerca de 40 novos alvarás, sendo que, 30% deste montante devem ser destinados a veículos adaptados para passageiros com deficiência.

Mas, sem explicar os motivos, o sindicato prevê um possível impasse com a Prefeitura sobre a forma de liberação dos alvarás. A sugestão do SINCAVIR é que 50% dos novos alvarás sejam distribuídos entre os auxiliares mais antigos, já que a cidade possui 500 auxiliares, número maior que os permissionários. “Esse tipo de taxista não tem carteira assinada, normalmente ganha comissão e nem sempre quem atua como taxista é o detentor do alvará”, apontou Pinheiro. “Esperamos que a Prefeitura libere primeiro para os auxiliares que já trabalham há muito tempo nas praças”, completou o sindicalista.

Outro ponto importante é o critério para escolha dos condutores de táxi. O presidente do sindicato SINCAVIR acredita que se deve estabelecer uma idade e um tempo de habilitação mínimos, uma forma de garantir motoristas mais experientes nos táxis conquistenses.

Prefeitura não cumpre prazo de entrega de documentos e gera irritação entre vereadores da situação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 08 abr 2015

Tags:, , , , ,


por Mateus Novais

nelson de viviO prazo para a Prefeitura Municipal entregar a documentação referente à licitação do transporte público em Vitória da Conquista à Câmara de vereadores acabou nesta quarta-feira (8). Porém os 15 dias previstos no regimento não foi obedecido pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e gerou revolta do vereador Nelson de Vivi (PCdoB), autor da solicitação (foto).

Como explicação para o não atendimento da solicitação, os vereadores receberam enviou um ofício do secretário Luiz Alberto Sellman informando que a documentação foi enviada à Secretaria de Administração do Município. A atitude do secretário gerou indignação do parlamentar, que reagiu afirmando que, “mesmo que a PMVC não encaminhe a documentação, vamos fiscalizar o serviço prestado com péssima qualidade aos usuários. Vamos fiscalizar o secretário querendo ou não. Se for preciso vamos solicitar ao Ministério Público que disponibilize a documentação”.

Já o líder do governo na Casa, o vereador Luciano Gomes (PR) tentou acalmar o colega, explicando que a Prefeitura está no prazo para o envio da documentação. Segundo Gomes, “a prefeitura está respeitando todos os prazos. “Ela recebeu [a solicitação] no dia 31 de março. Tem mais alguns dias para enviar esse documento. Já está pronto na secretaria de administração”.

O vereador também contou que foi procurado pelo representante da empresa Cidade Verde para esclarecer possíveis problemas. Durante o encontro, foi acertado que haverá uma visita aos pontos de ônibus de responsabilidade da empresa.

Taxistas reclamam da demora em obter a isenção do IPI na Receita Federal

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 07 abr 2015

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_8606

Dede 2001, taxistas são isentos de pagar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra do veículo de trabalho. Em dezembro do último ano, uma norma da Receita Federal permitiu que as delegacias regionais do órgão autorizem a isenção do imposto por meio de assinatura digital, o que deveria agilizar o processo. Mesmo assim, os taxistas de Vitória da Conquista continuam reclamando da demora em conseguir o ato declaratório de isenção.

O presidente do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Vitória da Conquista (Sincavir), Nilson Pinheiro, afirma que a declaração tem demorado até quatro meses, dependendo do caso. “Existe uma reclamação muito grande por parte da categoria que a Receita chega a demorar três, quatro meses para liberar um ato declaratório. Isso trás transtornos e faz com que a gente não possa renovar a nossa frota com mais rapidez”.

O sindicato também revela que está em um processo de parceria com a DesenBahia, onde será disponibilizado uma linha de crédito para a renovação da frota local. “[O financiamento] não pode ser realizado até que nós possamos renovar nosso estatuto, haja vista que o nosso estatuto não está adequado às novas leis”, comentou Pinheiro. Para resolver esta questão, o presidente do Sincavir convocou a categoria para uma assembléia na próxima quinta-feira (9), às 19h, na sede do sindicato.

A expectativa do sindicato é que, com o financiamento e a agilidade nos processos de autorização por parte da Receita Federal, ainda no segundo semestre deste ano, a frota de taxi conquistense possa estar 50% renovada.