Brasileiros voltam a viver na pobreza extrema, diz Banco Mundial

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 05 jan 2014

Tags:, , ,

da Redação

PobrezaA presidente Dilma Rousseff, em mensagem de fim de ano, trasnmitiu para o Brasil através de cadeia de Rádio/TV dados e números que não correspodem com a realidade. Desde 1990, o Banco Mundial definiu que a linha de pobreza extrema é marcada pela renda de menos de 1 dólar por dia. Foi este parâmetro que deu aval para o PT e Dilma alardearem  que tiraram 22 milhões de brasileiros da miséria, pagando-lhes o valor mínimo de R$ 70 mensais. Nos últimos anos, esta ilusão foi vendida como a maior realização do Governo Federal. Hoje, este valor representa U$ 29,17. Menos de U$ 1 por dia. O fim da miséria durou pouco diante do fracasso na economia. Distribuir riqueza é fácil. O difícil é cria-la. A presidente Dilma está longe de metas otimistas para o Brasil.

No pronunciamento presidencial para o superavit foi feita uma maquiagem.  O jornal o Globo fez um levantamento do que Dilma cumpriu e não cumpriu. A única promessa que está dentro da meta é a distribuição de dinheiro: R$ 70 mensais para quem não tem esgoto, educação, saúde… Com este valor, Dilma considera que tirou 22 milhões da miséria.

 

Os comentários estão encerrados.