Conquista: 30% dos atendimentos no SUS são perdidos pela ausência do paciente

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 28 maio 2016

Tags:, ,

por Mateus Novais

Hospital-Base

Mais de 21 mil exames e procedimentos agendados pela Central de Regulação de Vitória da Conquista não ocorrem porque o paciente simplesmente não comparece. Esse alto número de desistência, que representa 30% de todas as marcações realizadas anualmente na rede pública de Saúde, acarreta um prejuízo financeiro enorme aos cofres do município.

Sem o paciente, o médico não atende, os equipamentos de laboratório não trabalham e todo dinheiro investido na Saúde acaba ficando parado – perde a eficiência. Além, claro, de deixar a fila de atendimento mais lenta.

O valor dessa perda não é divulgado pela Prefeitura, mas para diminuir o índice de ausência, a Central de Regulação começou a disponibilizar o serviço de remarcação também por telefone. Por meio dela, os pacientes reagendam sua consulta, via Central, sem ser necessário retornar para a unidade de saúde. A ideia é incentivar as pessoas a informarem quando não vão poder comparecer.

Para devolver a vaga, o paciente deve entrar em contato por meio dos telefones (77) 3424-8942 ou (77) 3424-8943. Durante o atendimento, ele deve passar para o atendente as informações sobre sua consulta para que a Central possa ceder esta vaga para outra pessoa que esteja aguardando e agendar um novo dia para consulta.

Os usuários que não devolverem a vaga devem retornar para a unidade e aguardar novo agendamento. Já para os pacientes da Alta Complexidade, atendidos pela própria Central, o exame será marcado após um mês, a depender da avaliação de cada caso.

Em média, 70 mil consultas são marcadas, por mês, na Central de Regulação tanto para moradores de Vitória da Conquista quanto para os que residem em mais de 80 municípios pactuados.

Os comentários estão encerrados.