Conquista poderá perder mais de 70 mil eleitores com o recadastramento

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 03 ago 2017

Tags:, , ,

da Redação

O vereador Gilmar Ferraz (PMDB), na 1ª sessão após o recesso da Câmara de Vereadores manifestou em sua fala preocupação com o recadastramento biométrico. O vereador ao saber que a meta é biometrizar 1.000 eleitores por dia em Conquista teme que a meta  não seja alcançada e a cidade venha a perder o status de município que decide o pleito municipal em 2 turnos.

A cidade de Vitória da Conquista entrou na história da política baiana sendo o único município do interior da Bahia que já decidiu uma eleição em 2 turnos já por duas vezes. Em 2012, Guilherme (PT) x Herzem (PMDB), e em 2016 Herzem (PMDB) x José Raimundo (PT).

Até o dia 31 de janeiro de 2018, todos os eleitores precisam participar do recadastramento biométrico. A ação pretende oferecer mais segurança ao processo eleitoral. Além disso, o objetivo é compor futuramente o banco de dados do Registro Civil Nacional (RCN), que visa unificar informações dos principais documentos utilizados pelos brasileiros. Quem não se cadastrar, terá seu título de eleitor cancelado.

Em Vitória da Conquista, cidade com mais de 240 mil eleitores, a meta é recadastrar pelo menos mil eleitores por dia, até o prazo final. Para isso, o TRE contará com o apoio da prefeitura, que fornecerá estrutura física e servidores para auxiliarem no atendimento aos eleitores.

A Prefeitura celebrou acordo com o TRE e preparou toda uma infraestrutura que foi instalada nas dependências do Centro Cultural Glauber Rocha – ao lado da Feirinha do Bairro Brasil. Os trabalhos serão iniciados em mutirão nos próximos dias. A Prefeitura colocará a disposição do TRE aproximadamente 60 técnicos servidores e estagiários.

 

 

Os comentários estão encerrados.