Conquista: racionamento de água só vai acabar após a construção da Barragem do Catolé, afirma Embasa

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 23 mar 2017

Tags:, ,

Da Redação

O racionamento de água, em Vitória da Conquista, que começou em maio de 2016, realmente, não tem data para terminar. De acordo com a Embasa, a diminuição do fornecimento do líquido deve durar por todo ano de 2017.

No entanto, o gerente da empresa, André Ribeiro, em recente entrevista concedida ao Programa Brasil Notícias, da rádio Brasil FM, afirmou que o racionamento só chegará ao fim, definitivamente, quando for construída a Barragem do Rio Catolé. Isso significa dizer que os conquistenses vão ter que esperar muito para ter água regularmente em casa. Segundo o governo do estado, a Barragem só deve ser inaugurada no fim de 2020.

Ainda conforme a administração municipal, a Barragem do Catolé teve o projeto aprovado pelo Ministério das Cidades, que resultará na liberação de R$ 141 milhões.  O processo de licitação já foi lançado. A intervenção, que vai beneficiar 348,6 mil habitantes, possui investimento total de R$ R$ 204 milhões, sendo R$ 182 milhões para a construção do maciço e R$ 22 milhões em ações de sustentação.

Localizada em Barra do Choça, ela possibilitará o armazenamento de 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria II, que é a atual responsável pelo abastecimento de Vitória da Conquista e Belo Campo.

Os comentários estão encerrados.