Consumidores devem ficar atentos durante compras juninas, orienta Procon

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 20 jun 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais

sao-joao

O Procon de Vitória da Conquista irá realizar, ao longo desta semana junina, uma série de vistorias em pontos de comércio de artigos juninos para verificar se estão sendo respeitados os direitos dos consumidores. Durante esse período o órgão alerta os consumidores para que haja atenção com alguns fatores na hora da compra.

No caso dos fogos de artifício, é importante que se busque um estabelecimento autorizado para esse tipo de venda, pois eles são vistoriados pelo Corpo de Bombeiros. “Esses produtos precisam trazer informações corretas sobre a faixa etária de quem pode utilizá-lo, a forma correta de acendê-los e como eles devem ser guardados em casa”, orienta do coordenador do Procon, Carlos Públio. Outro ponto importante para a segurança de quem vai manusear os fogos é evitar a compra de produtos de fabricação caseira.

Quanto aos alimentos, o Procon indica aos consumidores verificar a procedência do item e as suas condições de higiene. Checar se os alimentos estão expostos, se há a necessidade de refrigeração e buscar a data de validade são algumas das dicas. Como muitos dos alimentos tipicamente juninos são de produção caseira, essas medidas são ainda mais importantes. Além disso, é fundamental observar se o produto está embalado adequadamente, evitando o risco de contaminação.

Ao comprar roupas, calçados e acessórios para as festas juninas, o consumidor tem que estar ciente sobre a possibilidade ou não de troca do produto. Carlos Públio explica que, ao realizar a compra em uma loja física, o estabelecimento só é obrigado a fazer a troca caso o produto apresente algum defeito.

Se o consumidor realizou a compra e se arrependeu em seguida, a troca só é possível se a loja possuir uma política prévia que regulamente essa prática. “O consumidor deve checar junto ao estabelecimento comercial o que acontece se ele não gostar da compra, ou o produto não servir, ou se ele quiser levar para alguém experimentar em determinado local. É preciso estar ciente de como é feita essa política de troca, para não ter problemas depois”, afirma.

Para esclarecer dúvidas ou fazer denúncias, o consumidor pode entrar em contato com o Procon pelos telefones (77) 3429-7850 / 3429-7856, ou pessoalmente, na Praça Virgílio Ferraz, 86, Centro.

Os comentários estão encerrados.