Contrariando servidores, Governo consegue aprovar reajuste de 3,5% e de 2,9%

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 07 maio 2015

Tags:, , ,

por Mateus Novais

 protestos-votacaofoto Lúcio Távora – A TARDE

A proposta de reajuste salarial dos servidores enviada pelo Executivo à Assembleia Legislativa foi aprovada nessa quarta-feira (6). O reajuste geral aprovado foi de 3,5% retroativo a março, mais 2,91% a partir de novembro. Segundo o governo, isso custará aos cofres públicos um acréscimo de R$ 390 milhões este ano e existem cerca de 260 mil servidores.

Assim como na terça-feira (5), quando deputados da base não aparecerem no plenário para apreciar a matéria, a sessão foi marcada mais uma vez pelo protesto de servidores contrários, que queriam um reajuste linear de 6,41% retroativo a janeiro. O presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), chegou a ordenar que policiais e seguranças da Casa retirassem da galeria um servidor que, segundo o pedetista, estava xingando os governistas. Deputados da oposição, porém, fizeram uma intervenção e negociaram a permanência do manifestante na galeria.

Além da oposição, o presidente do Sindicato dos Servidores da ALBA, Flávio Abreu, e o presidente estadual do PSOL, Marcos Mendes, dizem que o reajuste aprovado é inconstitucional. Ambos citam o mesmo trecho da Constituição, segundo o qual, para a remuneração dos servidores, deve ser “assegurada revisão geral anual, sempre na mesma data e sem distinção de índices”. Informações A Tarde

Os comentários estão encerrados.