DIRETO DA PRAÇA

0

Publicado por Editor | Colocado em Geral | Data: 06 mar 2010

Paulo Pires

Winston Churchill para o grande Público

Churchill, um dos grandes homens do Século XX, era uma figura emblemática. Possuía um estilo aristocrático que lhe conferia e revelava generosidade, humanidade, ironia, senso prático, diálogo inteligente, percepção imediata, destemor, fair-play, dignidade e outros atributos mais.  Era sem dúvida uma personalidade fascinante. Quem teve o privilégio de sua companhia não se cansava de enaltecer-lhe as qualidades. Em virtude de muitos jovens desconhecerem a grandeza desse monumental personagem, transcrevo abaixo, uns caroços (como diria Elomar) da verve e do doce veneno do grande britânico. Até os socialistas [amigos dele] ficavam intrigados com suas opiniões, mas jamais se atreveram à réplica, porque sabiam acima de tudo com quem tratavam. Vamos a Ele:

O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade.

O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.

A maior lição da vida é a de que, às vezes, até os tolos têm razão.

Uma Mentira dá uma volta inteira ao mundo antes mesmo de a Verdade ter oportunidade de se vestir.

Estou sempre disposto a aprender, mas nem sempre gosto que me ensinem.

A desvantagem do Capitalismo é a desigual distribuição das riquezas; a vantagem do Socialismo é a igual distribuição das misérias.

A sorte não existe. Aquilo a que chamas sorte é o cuidado com os pormenores.

Todas as grandes coisas são simples. E muitas podem ser expressas numa só palavra: liberdade; justiça; honra; dever; piedade; esperança.

Não adianta dizer: “Estamos fazendo o melhor que podemos”. Temos que conseguir o que quer que seja necessário.

O vício inerente ao capitalismo é a distribuição desigual de benesse; o do socialismo é a distribuição por igual das misérias.

Se Hitler invadisse o Inferno, eu cogitaria de uma aliança com o Demônio.

Gosto de porcos. Os cães olham-nos de baixo, os gatos de cima. Os porcos olham-nos de igual para igual.

A Vida dá lições que só se dão uma vez.

Quando se tem de matar um homem, não custa nada ser educado.

A política é quase tão excitante como a guerra e não menos perigosa. Na guerra a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política diversas vezes.

A Guerra é assunto muito sério para ser tratado apenas por Generais.

Até a próxima oportunidade e bom final de semana. 

Os comentários estão encerrados.