Diretor de filme realiza seleção para compor elenco em Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Vit. da Conquista | Data: 13 maio 2013

Tags:,

da Redação

Teatro Invadindo a CidadeMarcelo Sousa Brito (foto), diretor de elenco do filme “A Doce Flauta de Liberdade”, irá conduzir a seleção de atores e atrizes para atuarem na produção. O processo seletivo será no Teatro Carlos Jeovah, nos dias 17 e 18 de maio de 2013. As filmagens estão previstas para o mês de julho e os cachês (15 dias de gravações) têm o valor de R$ 1.500,00  (um mil e quinhentos Reais). Os interessados podem se inscrever por email, enviando nome e telefone, ou na página do filme no Facebook .

Selecionado em edital da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – Secult-, o filme está sendo produzido em Vitória da Conquista e será filmado na região. O roteiro é de Cassiano Ribeiro e tem a direção geral de George Neri. Além de contar com atores e profissionais de Vitória da Conquista, a produção reúne nomes de diversas partes do país – confira outras informações no site www.adoceflauta.com.br.

Sinopse:

“Década de 70. Nas pequenas cidades a diversão estava nos circos que apareciam de tempos em tempos, nas missas dominicais e, em Liberdade, uma pequena cidade do interior da Bahia, o cinema. No mundo explodia a uma verdadeira revolução de costumes, difundida pela música e pelos filmes que Hollywood exportava.

Alguns desses filmes chegavam a Liberdade, para a alegria dos mais jovens e preocupação dos setores mais conservadores da pequena cidade. Para que tais “perversões” não contaminassem a juventude local, os representantes da moral e dos bons costumes encarregaram o gerente do cinema a cortar as cenas “impróprias”. E assim o fez. Com os recortes ele, talvez por fetiche ou hobby, ia emendando os trechos censurados e compondo novos filmes em que só apareciam beijos, um pouco de nudez e tudo que era considerado impróprio para a juventude da pacata cidade. Talvez de tanto cortar e emendar tais películas, e assistir as obras que ele compunha, o gerente desenvolveu uma estranha e rara doença que mudou completamente a cidade e descortinou as mais inconfessáveis atitudes das damas da redondeza. A partir daí a cidade nunca mais foi a mesma. Fonte: Ascom

Os comentários estão encerrados.