Eleição do sindicato dos rodoviários: chapa 2 divulga nota de esclarecimento

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 04 jan 2013

Tags:,

Nota Oficial

Equipe da CHAPA 2Os componentes da chapa 02: ”Oposição, Luta e Transparência” vem a público fazer os devidos esclarecimentos sobre o processo eleitoral, que culminou de forma arbitrária na impugnação da chapa 02, senão vejamos:

  1. O “eterno” presidente do Sindicato foi quem nomeou os membros da comissão eleitoral, sendo que um dos integrantes é irmão do advogado da chapa 01. Portanto, fica devidamente comprovado que esta comissão não tem isenção para realizar o pleito eleitoral;
  2. Até o presente momento a chapa 02 não teve acesso aos documentos da comissão eleitoral, que é um direito inquestionável. Cumpre destacar que a comissão não notificou a chapa de oposição sobre o pedido de impugnação, simplesmente houve a impugnação sem garantir a chapa 02 pronunciar, além disso, os documentos ficavam todos guardados na sala do “eterno” presidente;
  3. É o único estatuto que menciona que uma chapa pode ganhar as eleições com apenas um voto, pois, não existe um quorum mínimo. Demonstrando assim, a má fé de quem fez e não garantindo a democracia;
  4. No dia da eleição do sindicato, estavam presentes aproximadamente 10 (dez) pessoas vindas de Salvador e Camaçari, convocadas pelo “eterno” presidente. Essa “tropa de choque” que não faz parte da categoria dos rodoviários, foram capazes de impedir a entrada de filiado na sede do sindicato. Além disso, foram estes que foram responsáveis para assinar a cédula de votação e levar as urnas itinerantes para as empresas. Um questionamento sobre esta situação, que poderes estes “alienígenas” têm para comandar o processo eleitoral, chegando a passar por cima da própria comissão nomeada pelo “eterno” presidente;
  5. Ainda para garantir a fraude da eleição, foram contratados mais de dez seguranças, sendo que pelo menos 05 (cinco) estavam armados, contratados pela chapa 01. Demonstrando que estariam dispostos a fazer tudo para continuar no poder;
  6. Outra situação absurda que ocorreu foi que uma das “alienígenas” (pessoas que são estranhas a categoria), ao entregar a cédula de votação, informava que deveria votar na chapa 01. Você já soube de alguma eleição para prefeito ou vereador, que o mesário mandou votar em tal candidato, acredito que não, além disso, “as poucas pessoas” que foram votar nem precisaram identificar com documento nenhum, bastavam falar que veio votar, poderia ser um  pedreiro, um mecânico, um vendedor. Nas eleições do sindicato dos rodoviários, pode tudo, desde que seja para garantir o “eterno” presidente no poder;
  7. Na urna do sindicato votou no máximo 30(trinta) pessoas, sendo na sua maioria funcionários da empresa Vitória que foram contratados pela por indicação do “eterno” presidente. Inclusive entre estes, tem o seu Genro que também foi candidato da chapa 01. Já quando os “jagunços”(pessoal de Salvador) e os membros da chapa 01 chegaram para colher os votos dos filiados da empresa Novo Horizonte, foram expulsos pelos trabalhadores, pois, não queriam participar desta sujeira, sendo assim, votaram somente mais ou menos 50 pessoas no total geral, sendo que são mais de 1000 filiados. Se tiver informação diferente disto será mais uma mentira dos membros da chapa 01;
  8. Informamos aos gerentes das empresas de ônibus e também aos membros da chapa 01 que são submissos aos patrões, que se algum rodoviário sofrer qualquer tipo de represália (mudança de turno, advertência, suspensão e demissão), por ter exercido o seu livre direito de pensamento. Será convocada uma greve geral, pois o protesto feito no dia da eleição, foi uma pequena demonstração da força da categoria;
  9. Gostaríamos de parabenizar os colegas rodoviários pelos atos corajosos manifestados no dia da eleição e durante o processo eleitoral, que já decidiram que não suportam mais o “eterno” presidente na direção.
  10. Para finalizar, informamos a todos os rodoviários que nunca se viu na História do Brasil uma eleição tão suja e ilegal. Portanto, fiquem tranquilos que todas as medidas serão tomadas para garantir uma nova eleição transparente, sem a manipulação do “eterno” presidente. Pois, confiamos plenamente no Poder Judiciário e no Ministério Público do Trabalho, que irão garantir que ninguém está acima da lei.

Os comentários estão encerrados.