Embasa desativa o ‘pinicão’

0

Publicado por Editor | Colocado em Saúde, Vit. da Conquista | Data: 26 jun 2013

Tags:, , ,

da Redação

Antiga ETE em desativação 17 06 13Com a entrada em funcionamento da nova estação de tratamento de esgoto (ETE), a antiga estação, situada no bairro de Candeias, já está em processo de desativação e até o final de junho, o restante de esgoto que ainda chega ao local será completamente redirecionado para a nova estação, na estrada da Santa Marta, logo após a Uesb.                         

Desde que os testes de funcionamento da nova estação foram iniciados, gradativamente o volume de esgoto foi sendo reduzido e o resultado foi a diminuição do odor desagradável provocado pela liberação de gases. Para a engenheira sanitarista da Embasa, Kelly Galvão, “esta primeira etapa da desativação é a mais importante para a qualidade de vida da população do entorno”, avalia.

Nos próximos meses, o trabalho de desativação da antiga ETE vai prosseguir com a remoção do lodo existente nas lagoas de tratamento. Segundo Kelly Galvão, “o trabalho será feito com muita cautela, pois se trata de material poluente e que precisa ser retirado aos poucos para evitar transtornos à população”. Durante este processo, produtos biológicos serão incluídos para contribuir com a digestão do lodo.

Após a conclusão deste serviço, a Embasa discutirá com o poder público municipal o destino do local. A Embasa está autorizando a população dos bairros contemplados nesta primeira etapa das obras de ampliação a efetuarem a ligação da rede interna de esgotamento do imóvel à rede coletora instalada na rua. Os moradores que tiverem a caixa de inspeção (tampa de concreto com a inscrição Embasa/esgoto), instalada na calçada e próxima ao imóvel, já podem fazer a ligação por conta própria. Aqueles que assinaram um termo autorizando a Embasa a realizar o serviço, podem também realizar a ligação por conta própria se não quiserem aguardar o tempo necessário à contração de empresa para realizar esse serviço e ao cumprimento de todos os atendimentos. Fonte: Ascom – Embasa

Os comentários estão encerrados.