Embasa diz que racionamento continua, mas afirma que barragens chegaram ‘aos níveis de março’

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 19 nov 2012

Tags:, ,

Nota Oficial – Ascom Embasa

As chuvas que  atingem a região desde o início do mês continuam contribuindo para a recuperação dos mananciais responsáveis pelo armazenamento de água que abastece Vitória da Conquista. Desde 06 de novembro, quando foi registrada a primeira precipitação na região dos lagos, o pluviômetro da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) localizado na área de abrangência das represas, registrou a 277 mm, fazendo a barragem de Água Fria I atingir a sua capacidade total de 260 mil m³ e colaborando com o crescimento de 0,85 cm no nível de Água Fria II.  Em volume absoluto esse valor representa 705 mil m³ de água armazenada nos últimos 15 dias.

Apesar do aumento da vazão dos rios que alimentam os mananciais ter contribuído para recuperar a barragem ao nível registrado em 13 de março deste ano, Água Fria II ainda não chegou a uma situação totalmente confortável para anunciar a suspensão integral do racionamento. Nesta segunda, 19, a gerência da Embasa registrou 5,394 milhão m³ de água acumulada, o que significa 84% da capacidade máxima de armazenamento, mas ainda com um déficit de 1,060 milhão m³, ou seja, 1,15 metro abaixo do nível máximo.

Segundo o gerente do Escritório Local da Embasa, Álvaro Aguiar, a empresa continua acompanhando diariamente o nível acumulado e aguardando que os lagos recebam mais água para alcançar um estágio seguro. “Mesmo com a melhoria nos níveis das barragens, a nossa preocupação agora é garantir que tenhamos água para passar todo o verão e chegarmos a maio com uma quantidade armazenada que nos dê tranquilidade para trabalhar até a chegada do inverno em nossa região”, avalia. A preocupação do gerente é baseada em estudos dos institutos de meteorologia que apontam o prolongamento até 2013 da maior estiagem dos últimos 47 anos na região.

Os comentários estão encerrados.