Polícia Civil indicia o empresário Jair Lagoa, do Morte Súbita, por estelionato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Polícia | Data: 09 set 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

jair-lagoaA Polícia Civil indiciou o empresário conquistense Jair Lagoa (foto), proprietário de lojas de motopeças e da modalidade de consórcio conhecido como Morte Súbita, pelo crime de estelionato. Segundo o delegado responsável pela investigação, Ney Brito, o empresário agiu de má fé ao emitir cheques sem fundo como forma de pagamento para os clientes que desistiram do Morte Súbita, após Jutiça Federal anular os contratos ligado à modalidade.

Em entrevista ao site ao Blitz Conquista, o delegado, que também é titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Vitória da Conquista, além de não serem compensados, os cheques foram sustados ou eram devolvidos por divergências nas assinaturas.

Em seu depoimento à Polícia Civil, Jair Lagoa argumentou que não conseguiu cumprir com os pagamentos devido a decisão da Justiça. Porém, o delegado Ney Brito afirma que alguns dos cheques devolvidos foi emitido a clientes ou pessoas que colocaram suas motocicletas para serem vendidas em suas lojas.

O empresário ainda está sendo investigado pela Polícia Federal por irregularidades na condução dos consórcios Morte Súbita.

Os comentários estão encerrados.