Enem é a principal forma de ingresso no ensino superior a distância

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Educação, Geral | Data: 13 jan 2020

Tags:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é pel.gif

Dentre os ingressantes no ensino a distância (EAD), 28% usam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de acesso. É o que mostra o estudo Benchmark +Campus, de 2019. A porcentagem é quase o dobro da que a dos que ingressam pelo vestibular agendado (16%) e quase 30 vezes maior do que pelo vestibular tradicional (1%).

Globalmente, de acordo com o Censo da Educação Superior de 2018, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a maioria ingressa por meio do vestibular tradicional (66%) e apenas 41% pelo Enem.

“O que o EAD e o Enem têm em comum é a descentralização do acesso aos cursos superiores. Muitos cidadãos não dispõem de instituições de ensino em sua cidade ou região. Antigamente, precisariam se deslocar para fazer a prova do vestibular e mudar-se de cidade para estudar. Hoje, conseguem ingressar com a nota do Enem, que é realizado em sua cidade de residência, e estudar a distância”, explica o reitor do Centro Universitário Internacional, Benhur Gaio.

De acordo com a pesquisa Educa Insights, realizada com 3.760 pessoas que vão iniciar os estudos de nível superior nos próximos 12 meses, mais da metade (52%) passaram pelo exame com o objetivo de buscar bolsas ou descontos em instituições particulares. Os outros 48% visavam adentrar em instituições públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Os comentários estão encerrados.