Escola Normal é homenageada pelos 63 anos de fundação

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 09 abr 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais, com informações da Ascom Câmara
foto: Ascom Câmara

audienciaescolanormal

Em comemoração aos 63 anos do Instituto de Educação Euclides Dantas (IEED), conhecido como Escola Normal, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizou, nesta quinta-feira (9), uma Audiência Pública. A proposta do vereador Hermínio Oliveira (SD) lotou o plenário Carmem Lúcia com professores e alunos da instituição.

O vereador Hermínio Oliveira iniciou seu pronunciamento parabenizando a escola pelos 63 anos de existência, ressaltando a formação de vários homens e mulheres que contribuíram para o desenvolvimento de Vitória da Conquista. Para o parlamentar, a escola que foi fundada em 1952, “foi um grande acontecimento na comunidade. A sua configuração arquitetônica, diferente de qualquer outra construção da época na cidade, evidenciava, com seu projeto inovador”. Afirmou que nesses 60 anos de história a “Escola Normal preparou milhares de professores e chega aos dias atuais ainda como uma referência em educação”.

Na oportunidade, sobre o que dizem a respeito do fechamento do IEED, pediu ao diretor e aos presentes na sessão “que tomem uma atitude de não deixar fechar a escola que educou pessoas que estão em todos os segmentos da sociedade. O Diretor da Direc-20 (20ª Diretoria Regional de Educação), Ricardo Costa, tem a cultura de fechar escolas em nossa terra” citando a Dirlene Mendonça, a Maria Viana e o Marcelo Rangel Pestana com mais de 50 anos de existência. “Não vamos admitir que essa escola histórica seja fechada por esse diretor da Direc”.

audienciaescolanormal09_Abr_15_7A professora e integrante do PROLER (Programa Nacional de Incentivo à Leitura da Fundação Biblioteca Nacional), Heleusa Figueira Câmara, ex-aluna da escola normal e que também já foi Secretária de Educação, disse que a Escola Normal faz parte do seu coração, sendo nessa instituição sua conclusão do curso científico. Destacou o importante papel que a escola teve para as mulheres, afirmando que na sua época estudantil, era raro concluir o ginásio, pois “casavam cedo e iam cuidar da casa”. Com o IEED, as mulheres obtiveram o diploma de magistério. “Era crescimento intelectual e importante fator econômico para melhorar a condição de vida das mulheres. Elas foram trabalhar na educação com certificado. O diploma de magistério da Escola Normal era importantíssimo para as mulheres”. Finalizou destacando que “a educação se faz não somente com a escola e o professor, mas com o interesse daqueles que lá se encontram para a troca do saber. Os alunos são peças fundamentais no crescimento do nosso país”.

O diretor do IEED, Albano Silva Carvalho, em seu pronunciamento disse que, para ele, “o mais importante é retornar a instituição que me formou como cidadão, profissional e retribuir a ela tudo o que me proporcionou”. Enfatizou que “estar e manter a escola normal é um desafio constante de todos nós”. Afirmou que o professor Ricardo Costa, responsável pela Direc-20 e ex-aluno da escola, se posicionou contra o fechamento. “Fechar aquela instituição é rasgar, jogar fora o passado educacional de Vitória da Conquista”.

Por fim, Carvalho explicou as mudanças pelas quais a escola está passando como o fim do ensino noturno, a saída do ensino Fundamental II. “Vai se especializar na excelência do ensino médio. Implantamos o 6º horário, uma extensão da matriz curricular. Trabalhamos para ser a primeira escola pública de Conquista a ter o ensino em tempo integral”. Também pediu apoio da CMVC solicitando uma ação do 9º Batalhão, Ministério e Promotoria Públicos, para que haja uma intervenção na Praça Guadalajara. “Não pertence mais a nós, muita vezes precisamos nos desviar de pessoas mal intencionadas, que tentam aliciar nossos alunos”. Finalizou agradecendo a CMVC a audiência pública que possibilitou mostrar o que o IEED passa e forma aos seus alunos.

Ao final da audiência pública, o vereador Hermínio Oliveira entregou a moção de aplauso, de sua autoria, para o Instituto de Educação Euclides Dantas, nas mãos do Diretor Albano Carvalho.

Os comentários estão encerrados.