“Esse reajuste de R$ 2,80 não passaria na Câmara de Vereadores”

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 03 jul 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

DSC_0568

A declaração acima foi dada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Gilzete Moreira (PSB), durante entrevista ao programa Resenha Geral (Rádio Clube, FM 95,9). Durante entrevista com o radialista Herzem Gusmão, o vereador esclareceu o posicionamento do Legislativo Municipal em relação às discussões sobre o transporte coletivo e o novo valor da tarifa, fixada pela Comissão de Transporte em R$ 2,80.

Segundo o parlamentar, a Câmara estava participando ativamente das discussões em torno da proposta de reajuste. “Estávamos dialogando com as empresas de ônibus e os vereadores de situação e acreditávamos que a discussão poderia ocorrer com uma maior participação da Câmara. Mas aí veio a reunião do Conselho e determinou o reajuste de R$ 2,80”. Ainda de acordo com o presidente da Câmara Municipal, os vereadores entenderam a necessidade do reajuste, mas defendiam um valor de reajuste menor, de R$ 2,60.

Por fim, Gilzete Moreira voltou a ressaltar que em nenhum momento o Legislativo determinou o aumento de passagem durante as discussões de redução do ISS para empresas de ônibus. “A única coisa que pedimos eram garantias para o serviço de transportes. A emenda aprovada por nós fixava o valor da tarifa [R$ 2,40] em 12 meses, apenas isso. Quem retirou o projeto foi a Prefeitura, as discussões estavam correndo normalmente na Câmara”, finalizou o vereador.

Os comentários estão encerrados.