Estar armado dobra a chance de ser agredido em assalto

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Polícia, Segurança | Data: 08 set 2015

Tags:, ,

Kalleo Coura, VEJA.com

Pesquisa inédita com 78 000 pessoas mostra que portar arma durante um roubo aumenta a chance de a vítima ser agredida em 88%

ARMA

Uma pesquisa inédita no país, conduzida pelo sociólogo e especialista em segurança pública Claudio Beato, coordenador do Centro de Estudos em Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais, prova com dados pela primeira vez o que especialistas em Segurança Pública inferiam: o porte de arma para defesa própria cria uma falsa sensação de segurança, mas traz mais riscos do que benefícios ao cidadão.

Embora quatro em cada dez pessoas afirmem que possuem arma de fogo para se prevenir ou se proteger de criminosos, as chances de um cidadão ser vítima de uma agressão – um tiro, uma coronhada ou mesmo socos e chutes – aumenta em 87% se ele estiver armado quando for assaltado. Mesmo policiais armados tiveram 89% mais chance de serem agredidos do que alguém desarmado.

“É ilusório acreditar que a arma pode proteger a vítima de um roubo – mesmo que a pessoa seja muito bem treinada. Quando ela percebe a ação do criminoso, já está com a arma apontada para o rosto. Existe ainda o risco de latrocínio, que não foi possível aferir nessa pesquisa”, afirma Beato.

Os comentários estão encerrados.