Estudantes aderem a mobilização de terceirizados e cobram retorno das aulas

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Educação | Data: 18 mar 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais
foto: Rafael Gusmão

DSC_3302

Há duas semanas sem aula, os estudantes da Rede Estadual tumultuaram a sessão da Câmara de Vereadores, desta quarta-feira (18). As aulas foram suspensas em três escolas de Vitória da Conquista por conta de atrasos no pagamento de salários e benefícios dos funcionários terceirizados.

Os colégios prejudicados pela mobilização foram o Euclides Dantas (Normal), Adélia Teixeira e o Centro Integrado Navarro de Brito. Mas o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Terceirizados de Vitória da Conquista (Sindilimp), Luciano Souza, aponta que a paralização pode ter atingido oito colégio em Conquista. “No dia de hoje nós temos a informação que tem oito colégios fechados. Inclusive, os alunos de dois desses colégios estão aqui manifestando e dizendo ao Governo que os trabalhadores, alunos professores e família têm que ser respeitados”, disse Luciano Souza.

Entre os que pediam participação dos vereadores na resolução do problema da falta de aula estava o vice-presidente do grêmio estudantil do Adélia Teixeira, Caio Barbosa. Ele diz que, nesse impasse, a Educação é a maior prejudicada. “A direção passou que não tem como haver aula porque quem faz a limpeza, segurança, merenda e serviço administrativo são os terceirizados. E mais uma vez o Governo do Estado se cala, e quem sai prejudicado somo nós. Esse descaso com a Educação não pode continuar”.

Os comentários estão encerrados.