Estudantes decidem desocupar o campus da Uesb de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 07 jan 2017

Tags:, ,

Da Redação


A ocupação estudantil na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Vitória da Conquista, chegou ao fim. Por meio de uma página no Facebook, a organização do movimento “Ocupa Uesb” informou que em assembleia, realizada na noite dessa sexta-feira (6), os estudantes oficializaram a decisão de desocupar o prédio da Instituição na próxima segunda-feira (9).

“A ocupação foi mantida por tempo indeterminado para que se avançasse as negociações com a reitoria, após avaliado que estas não estavam saindo a contento”, afirmou os estudantes por meio da nota. Ainda de acordo com a publicação, a decisão de desocupar o campus no dia 9 de janeiro já havia sido tomada na assembleia do dia 29 de dezembro do ano passado, mas “essa informação permaneceria sigilosa apenas para estudantes, não podendo propagada por meios pouco confiáveis como redes sociais; o motivo de tal sigilo era manter a possibilidade de avanço nas negociações”.

A ocupação dos campi da Uesb teve início no dia 21 de outubro de 2016, cuja causa inicial era oposição à aprovação da PEC 55, que colocaria um teto para os gastos públicos, acompanhando uma série de manifestações que foram realizadas por todo o país. O campus da Instituição em Itapetinga foi o primeiro a ser desocupado, no dia 8 de dezembro, antes mesmo do 2º turno da votação da PEC no Senado acontecer. Já o campus de Jequié teve o acesso liberado no dia 14 de dezembro, logo após a aprovação da PEC.

Já os estudantes que ocupavam o prédio da Uesb em Vitória da Conquista decidiram permanecer com o movimento no intuito de que “houvesse ao menos ganhos materiais”, assim, definiu uma pauta interna para ser atendida pela reitoria da Instituição. A administração da Uesb, por sua vez, afirmou, por meio de nota, que respondeu as reivindicações do estudantes, mas sem obter uma resposta do movimento “OcupaUesb” ingressou “no dia 19 de dezembro, com uma ação de reintegração de posse da Instituição.

Depois de 78 dias, o campus de Vitória da Conquista retomará às suas atividades acadêmicas e administrativas.

Os comentários estão encerrados.