Estudantes ocupam reitoria da UESB em Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 out 2016

Tags:, ,

Da Redação
foto via leitor whatsapp

whatsapp-image-2016-10-22-at-05-46-45
Na noite dessa sexta-feira (21), estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) ocuparam a reitoria da Instituição. Segundo o movimento, a ocupação é contra “o sucateamento do ensino público, contra o avanço do conservadorismo que pretende sacrificar a educação de milhares de jovens no Brasil”.

Assim, segundo o movimento, a ocupação da Universidade é “para protestar contra a PEC 241 e o congelamento de investimentos no serviço público, incluindo saúde e educação, por 20 anos, contra o fim do aumento real do salário mínimo”. Além disso, os estudantes são contra o Projeto de Lei “Escola Sem Partido” e a reforma do Ensino Médio.

Os portões da Uesb estão fechados a expectativa é que eles permaneçam na Instituição pelo menos até a próxima segunda quando haverá uma nova votação da PEC 241.

Confira na íntegra a nota divulgada pelo movimento estudantil: 

#OcupaUesb – Nota de Ocupação

Estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia existem e resistem! Ocupamos a reitoria do campus de Vitória da Conquista para lutar contra o sucateamento do ensino público, contra o avanço do conservadorismo que pretende sacrificar a educação de milhares de jovens no Brasil. Nos unimos à luta dos estudantes dos Institutos Federais, Universidades e Escolas de todo Brasil, não nos calaremos e não nos manteremos inertes diante de todas as tentativas de supressão dos nossos direitos. Levantamos nossas vozes contra o presidente ilegítimo e os seus pacotes de maldade.

Ocupamos a universidade para protestar contra a PEC 241 e o congelamento de investimentos no serviço público, incluindo saúde e educação, por 20 anos, contra o fim do aumento real do salário mínimo. Não aceitaremos as tentativas de minar o debate crítico e de gênero dentro do ambiente escolar, por meio do Projeto de Lei “Escola Sem Partido”. Somos contra a reforma do Ensino Médio que pretende acabar com a obrigatoriedade de disciplinas essenciais para a formação crítica e político-social dos jovens, formando assim um contingente submisso a condições trabalhistas desumanas.

Lutamos a favor da permanência estudantil, do auxílio moradia, auxílio alimentação, do ensino de qualidade, laico e pela promoção e difusão do conhecimento científico por meio das bolsas de iniciação científica. Não aceitaremos que o ensino público seja ainda mais sucateado por medidas impopulares, seguiremos arregaçando punhos, ritmos e cantos. Entendemos que somente a luta e a união são capazes de transformar essa realidade cada vez mais hostil que temos de enfrentar diariamente.

Os portões da UESB já estão fechados, entretanto o acesso é garantido aos estudantes para a ocupação. O apoio de cada um/uma dos/das discentes e da população em geral, principalmente da classe trabalhadora, é essencial para o fortalecimento do movimento, por isso pedimos que divulguem a ocupação e as pautas por meio das redes sociais. A doação de alimentos e materiais de apoio aos estudantes que estão alojados na reitoria também é urgente e primordial, por isso montaremos pontos de arrecadação pela cidade.

Lutamos e resistiremos até que nos seja garantido o acesso a uma educação pública de qualidade. A Primavera Estudantil de ocupações marca no Brasil o começo de uma grande vitória para barrar os ataques neoliberais e dizer não a todos os retrocessos orquestrados contra a classe trabalhadora! Rumo à Greve Geral! Fora Temer pelo Poder Popular! A universidade é nossa! Ocupa tudo! #OcupaUesb #OcupaTudo #GreveGeralJá #ForaTemer #ForaPec241 #ForaEscolaSemPartido #NenhumDireitoAMenos

Os comentários estão encerrados.