Estudantes questionam Prefeitura em discussão sobre reajuste de tarifa

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em transporte | Data: 25 jun 2015

Tags:, , , , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto Silva

IMG_1208

Os líderes estudantis do movimento ‘Revolta do Busu’ concederam entrevista ao programa Resenha Geral, desta quinta-feira (25), e apresentaram as pautas de reivindicações contra o reajuste da tarifa do transporte coletivo. Os estudantes questionam o posicionamento da Prefeitura Municipal no processo de discussão do reajuste.

Segundo o Gabriel Xavier, presidente da UJS, dois reajustes no período de sete meses inviabiliza a vida dos estudantes e trabalhadores de Vitória da Conquista. “Quase 40% de aumento na passagem em sete meses é inviável. E a contra proposta do secretario é defender o reajuste com unhas e dentes. Nas entrevistas, ninguém sabe dizer quem é secretário e quem é dono de empresa”.

Por isso, o intuito do movimento é “constranger os conselheiros para que eles votem contra esse aumento”, durante a reunião do Conselho de Transportes, na tarde de hoje, explica o estudante.

Além da não aprovação do reajuste na tarifa, os estudantes defendem a ampliação dos pontos de ônibus cobertos, linhas que funcionem 24 horas, o passe livre, reformulação do sistema integrado e clareza nas informações do transporte. “Queremos que a Prefeitura cumpra seu dever de fiscalizador e cobre das empresas que cumpra integralmente o edital de licitação”, dizem os estudantes.

Caso seja confirmado o reajuste, os estudantes prometem dar continuidade nas mobilizações. “Vamos fechar terminal, ocupar a prefeitura, montar barraca em frente à Prefeitura”.

Os comentários estão encerrados.