“Eu falo porque a lei me dá respaldo para falar”, afirma ex-ministra Eliana Calmon

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Justiça | Data: 27 mar 2014

Tags:, ,

por Mateus Novais

DSC_0391Em palestra realizada na noite desta última quarta-feira (26) na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Vitória da Conquista, a ex-ministra do STJ reafirmou o papel do magistrado como agente fiscalizador do Estado e, mais que isso, um servidor público.

“Nesse período em que estive no CNJ acompanhei várias operações policiais contra o executivo e vi também casos gravíssimos no poder judiciário. Quando eu expus os defeitos vieram para cima de mim. Queriam que eu renunciasse. Mas eu tive apoio de quem eu nem imaginava… Tive apoio do Senado, da Câmara dos Deputados e da Imprensa. E nunca tive medo. Eu falo porque a lei me dá respaldo para falar”, disse a ex-ministra.

Sobre o papel no cidadão no controle do Estado, a ex-ministra foi enfática. “A corrupção corrói as bases do Estado. E a corrupção também é ser negligente com a função que você exerce. Fechar os olhos ou deixar passar em branco atos ilícitos, também é corrupção. As pessoas precisam fazer parte das ações do Estado, denunciando e apontando os defeitos. Mas também precisa fazer uma autocrítica sobre a forma em que conduz a sua função”, finalizou.

Os comentários estão encerrados.