Força-tarefa de procuradores vai investigar políticos na operação Lava Jato

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 20 jan 2015

Tags:, , ,


por Mateus Novais

650x375_operacao-lava-jato-prisao-advogado_1465054O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, determinou a criação de uma força-tarefa com oito procuradores do Ministério Púbico Federal para comandar apurações sobre o envolvimento de políticos no esquema de corrupção e desvios em contratos da Petrobras.

O grupo ficará responsável por analisar o material da investigação de inquéritos e denúncias feitos pela Procuradoria-Geral da República ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal , ministro Teori Zavascki. Caberá à força-tarefa sugerir ao procurador-geral providências sobre políticos citados em delações premiadas na operação Lava Jato. Eles aparecem, por exemplo, nos depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, que cumpre prisão domiciliar no Rio.

Em reportagem publicada no dia 19 de dezembro, o jornal “O Estado de S. Paulo” afirmou que Paulo Roberto Costa revelou na delação premiada os nomes de 28 políticos. Entre os mencionados estão os ex-ministros Edison Lobão (Minas e Energia); Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Mário Negromonte (Cidades); o governador do Acre, Tião Viana (PT); os ex-governadores Sérgio Cabral (Rio) e Eduardo Campos (Pernambuco), além de deputados e senadores de PT, PMDB, PSDB e PP. Todos negaram envolvimento.

As denúncias e inquéritos contra políticos devem ser feitos pela PGR em fevereiro. A portaria assinada por Janot já está em vigor. Com informações do G1

Os comentários estão encerrados.