Jardim suspenso na Barão do Rio Branco agradou e poderá se transformar em projeto permanente

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 22 jun 2017

Tags:, , , ,

da Redação

O que seria apenas um apelo a população para cuidar do verde, fazendo parte da Semana do Meio Ambiente, o jardim suspenso instalado na Praça Barão do Rio Branco, convenceu muita gente da necessidade da criação de áreas verdes.

A atual administração municipal tem como meta plantar muitas árvores em toda cidade. No quarteirão onde está localizado o prédio da Prefeitura árvores foram plantadas. Segundo o prefeito Herzem Gusmão (PMDB), em entrevistas concedidas à imprensa, “a Prefeitura dando exemplo e despertando a população da necessidade de mais verde. Piso tátil também será implantado em toda área, o que representa outro aviso que a nossa administração está preocupada com a acessibilidade”, disse.

Revitalização 

A revitalização do centro comercial, parceria da Prefeitura, CDL e Associação Comercial de Vitória da Conquista – terá início no dia 3 de julho. O projeto que foi elaborado com a participação do Sebrae terá outras novidades por iniciativa da Prefeitura como a restauração do Ceasa – e no local onde está o  jardim suspenso na Praça Barão do Rio Branco, poderá ser construído outro semelhante e permanente com iluminação decorativa.

Cidades Para Pessoas

Segundo Jan Gell, um dos maiores urbanista do planeta, a cidade é das pessoas e não dos automóveis. A tese do autor do livro Cidades Para Pessoas revela que os gestores precisam criar espaços de convivência para as pessoas que hoje são tomados pelos carros.

O prefeito recebeu confirmação que o maior urbanista do Brasil, ex-prefeito de Curitiba (PR), e ex-governador do Estado, abriu a sua agenda para recebê-lo em Curitiba a partir do dia 26 de junho. Lerner já tem fotos de vários pontos da cidade no trabalho do jornalista Alberto Viana que esteve recentemente em Conquista. Viana, conquistense que mora em Curitiba desde 1969, tem sido o interlocutor da administração municipal em Curitiba.

Os comentários estão encerrados.