Jorge Melquisedeque é homenageado pelo projeto a voz do muro

0

Publicado por Editor | Colocado em Cultura, Vit. da Conquista | Data: 07 nov 2018

Tags:, ,

 

Será entregue amanhã, dia 08 de novembro, o oitavo painel A Voz do Muro. No mês que se completa 17 anos de sua morte, o projeto homenageia o ativista cultural Jorge Melquisedeque.

O local escolhido foi o muro do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, com o intuito de fomentar nos alunos o interesse pelo conhecimento da cultura local, além de ser localizado nas proximidades da casa do homenageado. O colégio fica no cruzamento da Avenida Olívia Flores com a Luis Eduardo Magalhães.

Concomitante à realização do A Voz do Muro, acontece a Mostra Cinema Conquista, um dos mais estruturados festivais de cinema da Bahia. Tiano e equipe farão a entrega simbólica do muro, que será um presente para a família e também aos amigos de Jorge, que são realizadores da Mostra.

Jorge Luiz Melquisedeque da Silva nasceu Vitória da Conquista, no dia 23 de abril de 1953. Realizador de diversos eventos na cidade, foi também o mais antigo funcionário da Uesb, tendo idealizado e coordenado o projeto Janela Indiscreta Cine-Vídeo UESB e a Produtora Universitária de Vídeo – PROVÍDEO. Era apaixonado pela sétima arte, o que o fez ser referência na área em Vitória da Conquista.

Participou da Geração Mimeógrafo, movimento literário da década de 70, sendo precursor da poesia marginal na cidade, além de assumir diversas faces: escritor, cantor, roteirista, publicitário, videomaker, cinéfilo, agitador cultural e, claro, um amigo leal e que deixou saudades.

Jorge foi assassinado aos 48 anos de idade, em 4 de novembro de 2001, mas deixou um legado enorme para a cidade.

Sobre “A Voz do Muro”

É a terceira vez que o projeto realiza atividades em Vitória da Conquista. A primeira, em 2011, levou o grafite para muros da zona sul conquistense (principalmente ao muro do aeroporto) e a segunda, em 2016, trouxe a fisionomia do artista Carlos Jehovah para a parede do teatro que leva seu nome.

A Voz do Muro tem como principais objetivos, além de revitalizar espaços públicos e construções históricas, dar, também, maior visibilidade aos artistas do graffite, trazendo a cultura da periferia para os centros comerciais da cidade, e homenagear personalidades da história conquistense, para que possam ser lembrados diariamente por quem transitar por Conquista.

O projeto foi idealizado pelo ex-Secretário de Cultura Nagib Barroso, e tem como responsável artístico o grafiteiro Cristiano Vilarino, o popular Tiano, já conhecido pelos muros que cria tanto em Vitória da Conquista, como em Barra do Choça, onde é professor de artes.

O projeto tem apoio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista e apoio financeiro do Governo do Estado, através do Edital Setorial de Artes Visuais 2016 – 6/2016 do Fundo de Cultura, da Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia.

_____________

Os comentários estão encerrados.