Material apreendido com falso protético foi avaliado em mais de R$ 50 mil

0

Publicado por Editor | Colocado em Polícia | Data: 13 set 2017

Tags:,

Da Redação

Foto: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil de Vitória da Conquista informou que os materiais e objetos utilizados para fabricação de próteses dentárias, apreendidos nessa terça (12), na casa de um falso protético, foram avaliados em mais de R$ 50 mil. De acordo com a polícia, Lucas Brito Aguiar, de 29 anos, responsável pelo “laboratório”, confessou que fornecia próteses para diversos dentistas da cidade.

Lucas Aguiar foi conduzido e interrogado na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes [DTE], responsável pela investigação. Ele confessou o crime por exercer ilegalmente a profissão e afirmou que fornecia o material para profissionais de Vitória da Conquista. Em depoimento, o jovem ainda revelou nomes de diversos dentistas que compravam as próteses fabricadas no laboratório clandestino.

Conforme a polícia, ele foi autuado e liberado. Agora, a Justiça que vai decidir se o falso protético será preso.

Os comentários estão encerrados.