Associação dos Médicos Veterinários de Conquista emite nota de esclarecimento à Campanha de Castração

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Saúde | Data: 15 Maio 2015

Tags:, , , ,

por Mateus Novais

logo-CRMVA Associação de Médicos Veterinários de Vitória da Conquista (ASMEVEC) emitiu uma nota de repúdio contra a organização da Campanha de Castração Animal, ocorrida na cidade no início deste mês. O imbróglio entre os dois grupos surgiu após a Associação intervir contra o local escolhido inicialmente para realizar a castração coletiva de cães e gatos.

Segundo a ASMEVEC, após a transferência do evento para um local apropriado, “uma versão rancorosa do fato ocorrido [foi divulgada pela organização da Campanha], que maculou a honra e a dignidade de toda a classe médico veterinária”. O deputado estadual Marcell Moraes, autor do projeto, declarou que os médicos veterinários locais tentaram inviabilizar a atividade. “A gente só tem a lamentar a atitude do Conselho de Medicina, que tentou inviabilizar a nossa atividade”, disse o deputado.

Confira a nota completa:

NOTA PÚBLICA

A Associação de Médicos Veterinários de Vitória da Conquista (ASMEVEC) vem a público registrar o seu profundo repúdio à divulgação maledicente dos fatos ocorridos por ocasião da realização da campanha de castração de cães em Vitória da Conquista no dia 02 de maio.

A fiscalização do Conselho Regional de Medicina Veterinária, juntamente com a Vigilância Sanitária Municipal de Vitória da Conquista, com presença da presidência da ASMEVEC, impediu a realização da castração coletiva de cães e gatos que seriam realizadas em um local inadequado para realização de procedimentos cirúrgicos.

O local onde ocorreriam as castrações era uma sala improvisada e totalmente inapropriada, deficiente na sua higienização, inclusive sem equipamento para esterilização do material cirúrgico ou para dar suporte à anestesia e ainda, sem água corrente.

Salienta-se que naquela oportunidade, foi esclarecida por repetidas vezes aos organizadores do evento que nenhuma das Instituições ali representadas estava se opondo a campanha de castração propriamente dita, mas sim à forma irregular que os procedimentos cirúrgicos iriam ser executados.

Mesmo a contragosto, os organizadores da campanha renderam-se às evidências de que o local era inadequado aos seus propósitos, constituindo-se na motivação única da presença dos representantes daASMEVEC, CRMV/BA e a Vigilância Sanitária para impedimento dos procedimentos cirúrgicos.

Diante do impasse em não mais ser possível a realização das atividades de castração previstas, uma clínica veterinária da cidade acolheu os que promoviam o evento, assim como os pacientes e seus cuidadores que lá estavam aguardando o início das atividades, facultando assim a realização das castrações exitosas em condições adequadas.

Quando tínhamos a consciência em paz por ter a certeza que o bom senso havia prevalecido e que, por fim, os animais tinham sido atendidos dignamente em condições apropriadas, tomamos conhecimento de uma versão rancorosa do fato ocorrido, que maculou a honra e a dignidade de toda a classe médico veterinária.

Assim, registramos aqui o nosso repúdio veemente à versão caluniosa dada ao fato, assim como a inexplicável ofensa grave a toda uma classe que, em última instância, operacionaliza de fato ações que asseguram a saúde animal e das pessoas.

Não poderíamos nos silenciar diante da versão inverídica e maldosasobre uma postura profissional e humana de impedimento da sujeição de grande número de animais a intervenções cirúrgicas em condições inadequadas.

Com essa atitude externamos o amor e o respeito incondicional aos animais, ao tempo em que reafirmamos o nosso compromisso profissional de buscar os meios éticos, técnico- científicos e legais necessários e adequados para assegurar o bem-estar dos animais.

Vitória da Conquista, 07 de maio de 2015

Associação de Médicos Veterinários de Vitória da Conquista (ASMEVEC)

Os comentários estão encerrados.