Ministro de Temer, Geddel quer dialogar; confira nomes dos novos ministros

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Política | Data: 12 Maio 2016

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: arquivo BRG

DSC_1299

O presidente interino Michel Temer já escolheu sua equipe de governo. No total, serão 22 ministérios, segundo divulgou a assessoria de imprensa da Vice-Presidência. O Ministério da Cultura, por exemplo, será incorporado ao Ministério da Educação.

O único baiano na lista, Geddel Vieira Lima (PMDB), disse, em entrevista ao jornal A Tarde,  no final da noite de quarta (11), que sua nova função será dialogar com parlamentares no Congresso, mas também com movimentos sociais. E mandou recado: “É preciso aprender a diferença entre oposição ao governo e oposição ao país. Meu objetivo é dialogar, dialogar e dialogar, com quem tiver interessado em contribuir”, disse.

Questionado sobre como fica a relação com os adversários políticos na Bahia, o futuro ministro-chefe da Secretaria de Governo  afirmou que o interesse pela Bahia se sobrepõe às disputas políticas. “Não há figura de aliado nem de adversário político. O que existe é o interesse da Bahia que sempre esteve acima de tudo para mim. A Bahia vai ser sempre o local em primeiro lugar. Estarei à disposição do governador (Rui Costa – PT), do prefeito (ACM Neto – DEM) e dos prefeitos. De quem estiver interessado em contribuir para a Bahia”.

Abaixo, a lista dos novos ministros:

– Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
– Raul Jungmann, ministro da Defesa
– Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
– Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
– Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
– Bruno Araújo, ministro das Cidades
– Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
– Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
– Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
– Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
– Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
– Leonardo Picciani, ministro do Esporte
– Ricardo Barros, ministro da Saúde
– José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
– Henrique Alves, ministro do Turismo
– José Serra, ministro das Relações Exteriores
– Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
– Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
– Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
– Marcos Pereira, ministério da Indústria e Comércio
– Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
– Fábio Osório Medina, AGU

Os comentários estão encerrados.