Saiba como funciona o ciclo de vida do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya

0

Publicado por Editor | Colocado em Brasil, Geral, Saúde | Data: 30 set 2019

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é PEL-1.gif

Fonte: A.Rádio

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e chikungunya, começa por você. E por isso, o ciclo de vida do mosquito deve ser interrompido antes que ele prejudique sua família, vizinhos e amigos. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o ciclo do Aedes Aegypti ocorre em quatro fases: ovo, larva, pupa (casulo) e nascimento do mosquito adulto. Os ovos do mosquito podem resistir por mais de um ano sem eclodirem e são depositados pela fêmea em ambientes úmidos e quentes, como garrafas vazias, pneus, calhas e caixas d’água descobertas, como afirma o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. 

“O período de chuvas vem aí! Cada “mosquita” coloca em média 400 ovos. O mosquito, quando eclode, ele já está pronto para transmitir porque ele já nasce infectado muitas vezes e ele já está pronto para reproduzir. Ele tem um ciclo de 40 dias, então é uma progressão hipergeométrica. ” 

O Aedes aegypti pode ser identificado pela cor escura e listras brancas no corpo e pernas. O ministro Luiz Henrique Mandetta afirma que é preciso combater o mosquito durante todo o ano e ter atenção a possíveis criadouros em casa. 

“Não é só uma coisa coletiva, é domiciliar. A atitude da pessoa em relação à sua casa: o vaso de planta, a garrafa com a boca aberta, o pneu que está largado, lá atrás… algumas pessoas colocam tonéis de água para guardar água porque têm medo de faltar água na região… O mosquito se utiliza dessa água parada e dali ele sai, voa 40, 50 metros, vai em direção às crianças, aos idosos…” 

Dengue, Zika e chikungunya podem matar. Não esqueça de fazer a sua parte limpando possíveis criadouros do mosquito diariamente. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/combateaedes. 

Os comentários estão encerrados.