Monitores escolares querem ser reconhecidos como profissionais da educação

0

Publicado por Editor | Colocado em Educação | Data: 15 mar 2017

Tags:,

Da Redação
foto: Rafael Gusmão

Durante as manifestações que aconteceram na manhã desta quarta-feira (15), o monitores escolares de Vitória da Conquista, além de protestarem contra a Reforma da Previdência, foram às ruas reivindicar o reconhecimento como profissionais da educação. De acordo com a categoria, apesar de exercerem uma função tão importante para a educação infantil, os monitores ainda não são reconhecido como profissionais da área.

Esses profissionais apresentaram uma tabela mostrando que, assim como os professores, eles atuam diretamente com os alunos, exercendo atividade pedagógica, mas não são reconhecidos pela Secretaria Municipal de Educação como profissionais da educação. “A luta dos monitores é pelo reconhecimento desses profissionais dentro do quadro do magistério, porque, além de ter sido exigido no último concurso, como requisito para a admissão do cargo, o curso de magistério, quem já estava na rede recebeu a formação por meio do Pró-infantil, ou seja, o próprio município reconhece a importância da formação pedagógica desses profissionais para exercerem tal função”, afirma a categoria.

Conforme os monitores, esta é uma luta antiga, que foi negligenciada pela gestão anterior, que não demonstrou interesse em elaborar um plano de carreira para o grupo, instrumento que oferece ao trabalhador o suporte e condições necessárias de desenvolvimento profissional. Agora, a categoria busca junto ao novo governo esse reconhecimento, que já é realidade em outros municípios do Brasil, pois, segundo a Lei de Diretrizes e Base, “são considerados profissionais da educação escolar básica os que nela estando em efetivo exercício e tendo sido formados em cursos reconhecidos”.

Os comentários estão encerrados.