MPT diz que empresas não poderão interferir na eleição do sindicato dos rodoviários de Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Política, Vit. da Conquista | Data: 26 jul 2013

Tags:, , ,

Por Rodrigo Ferraz

trabalhoAs empresas de transporte urbano Serrana e Vitória terão que reintegrar os 12 trabalhadores demitidos um dia após terem tentado disputar as eleições para a diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista, em janeiro. Elas assinaram acordo judicial durante audiência na Justiça do Trabalho acompanhada pelo procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia, Pacífico Rocha, e pelos procuradores Luiz Felipe Costa e Alberto Balazeiro. Em atendimento ao MPT, a Justiça também concedeu liminares determinando que as empresas não poderão interferir na s eleições do sindicato, sob pena de pagamento de multa de R$10 mil por item descumprido.

O MPT vem travando uma batalha judicial no intuito de realizar um novo pleito para a categoria. Segundo o Ministério Público do Trabalho, algumas irregularidades foram identificadas durante a eleição, que acabou reconduzindo Carlos Fernandes à presidência.

A Justiça  já havia determinado, através de liminar concedida no último dia 4, a realização de novas eleições para a diretoria, estabelecendo, inclusive, que uma comissão eleitoral isenta e formada por representantes do poder público e de outros sindicatos será a responsável pela organização do processo de escolha da direção da entidade.

Os comentários estão encerrados.