MPT quer anular eleição no Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista

0

Publicado por Editor | Colocado em Vit. da Conquista | Data: 07 fev 2013

Tags:, ,


Por Rodrigo Ferraz

DSC_05265

A nossa reportagem recebeu uma documentação alegando que o Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia pediu nesta quinta-feira (07) a anulação da eleição da diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista. A ação civil pública questiona os métodos utilizados pela atual direção, encabeçada por Carlos Fernandes Santos, que há 20 anos comanda a entidade, para a condução do processo. O MPT aguarda o pronunciamento da Justiça do trabalho em relação ao pedido de liminar que destituiria a atual direção e convocaria novas eleições a serem realizadas sob os critérios da legislação e do estatuto da entidade.

Ainda segundo a nota, devido a intervenção do órgão, foi possível a inscrição de uma chapa concorrente, já que, segundo a categoria, os rodoviários não sabiam quando ocorriam às eleições.

Segundo o procurador Luiz Felipe Costa – autor da ação em parceria com a também procuradora Flávia Vilas Boas e com o procurador chefe do MPT na Bahia, Pacífico Rocha –, “é necessário que os trabalhadores possam ter o direito de escolher livremente seus representantes sindicais, sem que pretensos donos do Sindicato continuem agindo em nome de uma suposta e falsa liberdade e autonomia sindicais com condutas antidemocráticas, arbitrárias e irregulares no tocante às eleições sindicais, visando à manutenção vitalícia no poder.” Ele informa que o MPT em Vitória da Conquista recebeu abaixo-assinado com 542 assinaturas pedindo intervenção no caso.

Os comentários estão encerrados.