MSN vai para jogo, brilha, e Barça leva o Mundial contra o River

0

Publicado por Roberto Silva | Colocado em Esportes | Data: 20 dez 2015

Tags:, ,

Lance Net

56769d8bc94ea

Havia toda uma expectativa se o Barcelona teria o trio MSN na final do Mundial de Clubes, neste domingo em Yokohama. Acabou que não só Messi, Neymar e Suárez estiveram em campo contra o River Plate, como os três sul-americanos brilharam contra o campeão da Copa Libertadores. Em jogo que poderia ter um placar até mais elástico, os catalães venceram por 3 a 0 e garantiram o tri. No fim das contas, nem parecia que Messi vinha de problemas renais e Neymar de dores na coxa.

De quebra, o Barcelona ainda quebrou um recorde seu. O terceiro da partida, o segundo de Suárez, foi o 176º gol do time em 2015. Foi quebrada a marca de 2012, quando o time balançou as redes 175 vezes. O uruguaio fez dois em Yokohama, Messi fez um. Neymar passou em branco, mas deu passes para dois.

O River Plate começou a partida de forma corajosa. Marcelo Gallardo mandou o time pressionar, fazer marcação no campo de ataque e obrigar o Barcelona a errar. Os jogadores correram muito e chegaram a assustar, mas não causaram riscos reais ao gol de Bravo.

Foram necessários 10 minutos para o Barcelona entrar no jogo, e logo Messi obrigou Barovero a fazer brilhante defesa. A partir daí, o time catalão mostrou que tem Iniesta e o trio MSN. Aí ficou difícil para os Millonarios… Nao chegou a ser um massacre e um completo ataque contra defesa. Mas ficou evidente que a partida já estava nas mãos dos catalães.

Tudo isso culminou no gol. Daniel Alves colocou a bola na área, Neymar escorou de cabeça buscando Messi, que ajeitou levemente com o braço, tirou Maidana da jogada, e resolveu o seu problema em uma finalização eficiente, mesmo caindo, em que Barovero não conseguiu alcançar. No finzinho do primeiro tempo, uma chance espetacular de ir para o vestiário com dois gols de diferença. Messi fez linda jogada pela lateral, deixou Suárez na boa. Mas a finalização do uruguaio foi para fora.

Na volta do intervalo, Marcelo Gallardo fez duas mudanças. Tirou Ponzio e Mora, colocou Lucho González e Martínez. E… Gol do Barcelona! Nem deu tempo para o River se rearrumar em campo, e Busquets achou um ótimo lançamento para Suárez, que saiu de frente para Barovero, e chutou entre as pernas do goleiro.

Um duro golpe para o River. Gallardo já não tinha o que fazer, e os jogadores se entregaram. Isso antes dos 10 minutos do segundo tempo. Neymar chegou a fazer um baile na defesa dos Millonarios, ia fazendo um gol de placa em Yokohama, mas caiu, pediu pênalti, e seguiu o jogo.

O Barcelona seguiu buscando o gol, mas com o pé mais leve no acelerador. Suárez deixou de receber duas bolas no ataque, e na terceira, guardou. Neymar cruzou pelo alto e o uruguaio cabeceou para o fundo do barbante. Na reta final, o River ainda fez Bravo trabalhar duas vezes, em cabeçada de Alario, e em chute de longe de Martínez. O chileno foi bem e manteve o resultado.

RIVER PLATE x BARCELONA
Local:
Estádio Internacional, em Yokohama (JAP)
Data-hora: 20/12/2015, às 8h30 (de Brasília)
Árbitro: Alireza Faghani (IRA)
Auxiliares: Reza Sokhandan (IRA) e Mohammadreza Mansouri (IRA)

Gols: Messi (36’/1ºT), Suárez (4’/2ºT), Suárez (23’/2ºT)
Cartões amarelos: Kranevitter (RIV), Jordi Alba (BAR), Ponzio (RIV), Rakitic (BAR), Neymar (BAR), Sergi Roberto (BAR)

RIVER PLATE: Barovero, Mercado, Maidana, Balanta e Vangioni; Kranevitter, Sánchez, Ponzio e Viudez (Driussi, 10’/2ºT); Mora e Alario. Técnico: Marcelo Gallardo
BARCELONA: Bravo, Daniel Alves, Piqué, Mascherano (Vermaelen, 35’/2ºT) e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Sergi Roberto, 21’/2ºT) e Iniesta; Messi, Neymar (Mathieu, 42’/2ºT) e Suárez. Técnico: Luis Enrique

Os comentários estão encerrados.