“Não queremos ver Eduardo morrer duas vezes”, diz Marina sobre nome do político em escândalo da Petrobrás

0

Publicado por Mateus Novais | Colocado em Brasil | Data: 06 set 2014

Tags:, , ,

por Mateus Novais
foto: Roberto SIlva

DSC_0080Durante a visita da candidata Marina Silva (PSB) a Vitória da Conquista, a presidenciável rebateu a acusação de que o ex-candidato a presidente pelo PSB, Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo em agosto, teria recebido propina de um esquema de favorecimento de partidos políticos envolvendo a Petrobras. A acusação foi feita pelo ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras Paulo Roberto Costa e divulgado pela Revista Veja.

Segundo a candidata, que era vice de Eduardo, ainda é precipitado se falar desse assunto. “Nesse momento qualquer julgamento, qualquer acusação, sobre uma pessoa que não está mais aqui para se defender pode ser uma grande injustiça. Nós estamos aguardando às investigações, porque queremos a verdade. E não queremos ver Eduardo morrer duas vezes, por uma fatalidade e por qualquer leviandade à seu nome e a sua memória.”, afirmou.

Marina também afirmou que esse fato não pode ser usado para promover candidatos. “Tanto eu, quanto o Beto somos os maiores interessados na verdade (de que seja revelada a verdade). Se tiver culpados que se aplique a lei; se tiver inocentes a mesma coisa. Nós (classe política) não podemos usar esses erros para fazer promoção de qualquer um que seja.”, finalizou.

Os comentários estão encerrados.